NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL AEROIN


Emocionados, 161 novos Cadetes do Ar são formados pela Força Aérea em Barbacena (MG)


Murilo Basseto | Publicada em 18/12/2021 11:15

Debaixo de chuva e sob fortes emoções, a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), sediada em Barbacena (MG), realizou, na manhã da sexta-feira (17/12), a solenidade militar de conclusão do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR). Ao todo, foram formados 161 alunos da Turma Sabre, que ingressaram em janeiro de 2019 e, após três anos de dedicação, encerraram os estudos com aproveitamento na Escola.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, presidiu a cerimônia militar, sendo recebido pelo Comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Ar, Brigadeiro do Ar Daniel Cavalcanti de Mendonça. Também prestigiaram a solenidade o Comandante da Escola Superior de Guerra, Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço; o Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares; dentre outros Oficiais-Generais da Força Aérea Brasileira (FAB), professores e demais autoridades.

Tendo iniciado sua vida militar na EPCAR, como Aluno, onde ingressou no ano de 1975, o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior destacou suas lembranças da Escola e parabenizou os formandos. “Ao retornar como Comandante de nossa Força à ‘nascente do poder aéreo’, deixei que meus pensamentos me conduzissem ao ano de 1977, e revivi os felizes dias do Aluno 75-126 Baptista Junior, aqui em Barbacena. […] Parabéns a todos por essa esplêndida conquista, e que este seja apenas o primeiro passo de uma longa caminhada repleta de realizações a serviço de nosso grandioso Brasil”, disse.

Segundo o Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior, o dia foi muito especial. “Novos futuros cadetes estão sendo entregues para a Força Aérea Brasileira. E, hoje, aqui debaixo de chuva, a gente vê que os valores estão realmente consagrados e absorvidos por eles. É muita emoção. A Diretoria de Ensino fica muito feliz de, juntamente com a EPCAR, trabalhar na formação dos futuros líderes da FAB”, declarou. 

Durante a formatura, ocorreu a passagem da condução do Estandarte da Escola, feita pelo Líder do Corpo de Alunos, o Aluno João Vithor Mendes Pereira e Silva, ao primeiro colocado da turma do segundo ano do Curso, o Aluno Kalil Lopes dos Santos, do Esquadrão Anhur. Aconteceu, ainda, o recebimento de distintivos de conclusão pelos formandos e o desfile militar dos integrantes do Corpo de Alunos da Escola.

Prêmio EPCAR

O Prêmio Escola Preparatória de Cadetes do Ar foi entregue pelo Comandante da Aeronáutica ao primeiro colocado do Esquadrão Sabre, o Aluno João Vithor Mendes Pereira e Silva, por ter se destacado durante o curso.

Natural de Uberlândia (MG), o Aluno Mendes, de 19 anos, comentou sobre a expectativa com a carreira militar. “Estamos indo agora para a Academia da Força Aérea. Será um ambiente totalmente diferente, mas lá é também onde teremos um contato muito mais intenso com a aviação, onde aprenderemos a voar, que é o sonho de todo mundo que está aqui. Nossa expectativa é de seguir a vida militar, porque é uma carreira muito bonita e importante para o nosso País”, comentou o Aluno Mendes.

A segunda colocada do Esquadrão Sabre, a Aluna Stephany Lima Cabral, 19 anos, natural do Rio de Janeiro (RJ), também comentou sobre o significado de chegar ao dia da tão sonhada formatura. “Não foram três dias, nem três horas, foram três anos de muito suor e muito trabalho. Construí uma família aqui. A emoção é imensa”, expressou.

No final do evento, os formandos realizaram o desfile de despedida e encerram oficialmente a passagem como alunos da Instituição após o “grito de guerra” do Esquadrão Sabre.

Esquadrilha da Fumaça

Em homenagem à Turma, sobrevoou o pátio uma aeronave A-29 Super Tucano, do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), popularmente conhecido como Esquadrilha da Fumaça e que fica sediada na cidade de Pirassununga, em São Paulo, nas instalações que também abrigam a Academia da Força Aérea (AFA).

EPCAR

Criado por meio do Decreto nº 26.514, de 28 de março de 1949, o Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR) iniciou suas atividades na Escola Técnica de Aviação, em São Paulo, com 201 alunos. Em 29 de julho do mesmo ano, o curso foi transferido para a cidade de Barbacena, ocupando as instalações que hoje abrigam esta Escola.

Por intermédio da Lei nº 1.105, de 21 de maio de 1950, o Curso Preparatório de Cadetes do Ar foi transformado na Escola Preparatória de Cadetes do Ar. Desde seu início, a EPCAR tem como missão preparar os alunos para o ingresso no Curso de Formação de Oficiais Aviadores, que é realizado na AFA, em Pirassununga (SP). Esta preparação compreende o ensino médio regular e a formação militar, moral e cívica, baseada nos conceitos de honestidade, lealdade e de amor à Pátria. Hoje, a Instituição de ensino soma 72 anos de história.

REVISTA AERO MAGAZINE


Força Aérea Brasileira recebe terceira unidade de avião-radar modernizado

Novos sistemas tornam operações com maior precisão

Por André Magalhães | Publicada em 18/12/2021 13:30

A Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu a terceira aeronave E-99 modernizada, a entrega foi feita nesta sexta-feira (17), na unidade da Embraer de Gavião Peixoto, São Paulo. A aeronave de matrícula FAB 6700 foi entregue ao 2º/6º GAV-Esquadrão Guardião, sediado na base aérea de Anápolis, Goiás.

O E-99M, como foi designado pela FAB após a modernização, recebeu atualizações nos sistemas de guerra eletrônica, nos sistemas de contramedidas eletrônicas, ampliação da capacidade do radar de alerta aéreo, entre outras atualizações que serão integradas junto ao Gripen E/F.

O E-99M é uma aeronave de alerta aéreo antecipado (AEW&C, na sigla em inglês), este avião é na verdade um Embraer ERJ 145 modificado para esse tipo de missão militar. A aeronave pode fornecer importantes e preciso dados de aeronaves que estão à baixa altura, fora da cobertura de radares terrestre, por exemplo, com a nova atualização a precisão das informações serão ainda maiores.

O processo de modernização foi conduzido pela Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac), a mesma comissão que está coordenando o programa do caça Gripen F-39. Além disso, a Embraer está participando do programa, bem como empresas internacionais, como a Saab, a Aeroelectronica Internacional (Aeli) e a Rohde & Schwarz.

O contrato de modernização das aeronaves AEW &C ainda inclui mais duas aeronaves da frota a serem modificadas.

 

PORTAL R3 (SP)


VÍDEO: FAB realiza transporte de donativos para a Bahia com o KC-30 Millennium

A ação é uma cooperação mútua entre o Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Redação | Publicada em 18/12/2021 13:08

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, na sexta-feira (17), o transporte de cerca de 30 toneladas de donativos alimentícios (perecíveis e não-perecíveis) para atender às populações mais atingidas pelas enchentes nas cidades do extremo sul da Bahia. Pela manhã, uma aeronave KC-390 Millennium do Esquadrão Zeus decolou da Base Aérea de São Paulo (BASP) carregado com 15 toneladas de doações feitas pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) e outra estava prevista para decolar no período da tarde.

A ação integra a cooperação mútua entre o Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Regional para apoiar os municípios atingidos pelas chuvas. No dia 16 de dezembro, uma outra aeronave da FAB já havia transportado 15 toneladas até Teixeira de Freitas (BA), totalizando, nos dois dias, 45 toneladas de donativos.

Ajuda humanitária
A fim de apoiar na ajuda humanitária, a FAB já empregou sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de Brasília (DF), uma aeronave H-36 Caracal, operada pelo Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), que decolou com uma comitiva do Poder Executivo para realizar um voo com o objetivo de avaliar a situação. Um helicóptero H-60L Black Hawk do Esquadrão Pantera (5º/8º GAV) também foi engajado. Já o C-130 Hércules operado pelo Esquadrão Gordo (1º/1º GT) transportou aproximadamente 2,5 toneladas de medicamentos.

PORTAL CAVOK


FAB inaugura pista de Estirão do Equador na Amazônia Ocidental

Nova pista foi ampliada para 1500m de pavimentação de concreto, além de receber pintura, novo pátio, taxiway, drenagem e cerca operacional.

Fernando Valduga | Publicada em 18/12/2021 09:54

Em meio à floresta tropical, na fronteira com o Peru e a cerca de dois mil quilômetros de Manaus (AM), está o aeródromo de Estirão do Equador, no Distrito de Atalaia do Norte (AM). Estratégica para a integração, o desenvolvimento e a segurança nacional, a pista de 1200 metros de asfalto, inaugurada no ano de 1976, foi substituída por 1500 metros de concreto, além de receber pintura, novo pátio, taxiway, drenagem e cerca operacional.

A partir do esforço integrado do Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional da Aviação Civil, e do Comando da Aeronáutica (COMAER), a obra foi retomada em 2019 e concluída em dezembro deste ano. A cerimônia de inauguração ocorreu nessa quinta-feira (16/12) e contou com a presença do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno; do Chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro, General de Exército Júlio César de Arruda; do Secretário-Executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho; do Diretor de Infraestrutura da Aeronáutica (DIRINFRA) e Presidente da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), Major-Brigadeiro Engenheiro Jorge Luiz Cerqueira Fernandes; dentre outras autoridades.

Para o Tenente-Brigadeiro Damasceno, a conclusão das obras é um marco estratégico em prol da integração nacional. “Hoje, é um dia muito especial para o Brasil e para o Comando da Aeronáutica, não só pela inauguração desta importante obra, mas também pelo contexto que envolve este momento. Nos dias atuais, a sociedade brasileira, assim como o mundo inteiro, tem voltado sua atenção de modo muito intenso para a Amazônia. Contudo, é importante destacar que essa gigantesca e bela região, com todas as suas riquezas e suas imensas potencialidades, tem recebido, há tempos, a contribuição de homens e mulheres, militares e civis, empenhados no fortalecimento da defesa e no desenvolvimento dessa área”, discursou.

,O Secretário Executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho, complementou. “É uma satisfação poder cumprir a nossa missão, que é prover infraestrutura no território nacional, mesmo em lugares mais distantes, como é o Estirão do Equador. A nossa expectativa com esta pista é ampliar o acesso de serviços públicos às comunidades e, principalmente, a defesa nacional e a soberania do nosso território”, afirmou,

A pista está, aproximadamente, oito quilômetros do 4º Pelotão Especial de Fronteira do Exército (4º PEF) e de uma vila de moradores. Portanto, o novo aeródromo terá benefício tanto militar quanto civil. Segundo o Chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro, General Arruda, a pista contribuirá para a interoperabilidade entre as Forças Armadas. “É com muita satisfação que participamos da inauguração da nova pista feita pela COMARA. Para o Exército Brasileiro, este momento é de fundamental importância. O Pelotão depende, fundamentalmente, desta pista, que, ao longo do tempo, veio se deteriorando”, declarou.

Homenagem

Durante o descerramento da placa de inauguração da obra, o Sargento Hellyson da Rosa Soares e o civil Madsson Diego Martins Furtado foram homenageados por se destacarem como Graduado e servidor civil padrão no transcurso da obra.

Para o comariano Madsson, foi um orgulho fazer parte da missão. “Eu participei do início ao fim da obra e, ao ver este trabalho, hoje, concluído, sinto um orgulho imenso”, disse. Já o Sargento Hellyson destacou os desafios. “Ficamos longe da família por muito tempo e enfrentamos as características do clima da região. Porém, a gente se une, foca no que tem que fazer e fica orgulhoso da missão cumprida”, comemorou.

O Presidente da COMARA, Major-Brigadeiro Jorge, reconheceu o esforço do efetivo. “Nesta imensidão da floresta amazônica, a possibilidade de fazer esta pista foi, principalmente, em função do profissionalismo e dedicação de militares e civis, homens e mulheres, que, se não fosse pela garra deles, certamente esta obra não poderia ser feita”, concluiu.

OUTRAS MÍDIAS


DEFESA EM FOCO - KC-390 Millennium da FAB transporta donativos para a Bahia


Redação | Publicada em 18/12/2021 10:30

A missão do KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), nessa quinta-feira (16/12), foi de transportar donativos alimentícios (perecível e não-perecível) para atender às populações mais atingidas pelas enchentes nas cidades do extremo sul da Bahia. O destino da carga, com peso de aproximadamente 15 toneladas, é em apoio à ajuda humanitária. A ação é desencadeada pelo Ministério da Defesa, por meio das Forças Armadas, as quais prestam apoio à Defesa Civil do estado baiano.

A aeronave FAB 2854, que pertence ao Esquadrão Zeus (1º GTT), decolou da Base Aérea de São Paulo (BASP), em Guarulhos (SP), às 15h45 (horário de Brasília), com destino a Teixeira de Freitas (BA), onde pousou às 17h20.

A missão tem continuidade nessa sexta-feira (17/12), quando a FAB deve transportar mais 30 toneladas de alimentos perecíveis para Teixeira de Freitas. Além disso, mais 23 toneladas de alimentos não perecíveis seguem em deslocamento por terra para a região. Cerca de 45 toneladas em carga, doada pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP), devem ser encaminhadas a Bahia durante os próximos dias.

O Piloto do KC-390, Capitão Aviador Eugênio da Gama Jacobs, comentou acerca do cumprimento desta missão. “Neste momento de dificuldade, que sentimos a importância do nosso trabalho, isto é, participar do apoio de transporte de alimentos para brasileiros que se encontram em uma calamidade, por conta das enchentes ocorridas na Bahia. Ainda mais nesse período de fim de ano, que todos nós queremos nos unir com nossas famílias, que sentimos o dever de ajudar àqueles que passam por dificuldade. É nesse contexto de solidariedade com o nosso próprio povo, que sentimos orgulho de servir a Força Aérea Brasileira”, salienta o Oficial.

A fim de apoiar na ajuda humanitária,a FAB já empregou sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de Brasília (DF), uma aeronave H-36 Caracal, operada pelo Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), que decolou com uma comitiva do Poder Executivo para realizar um voo com o objetivo de avaliar a situação. Um helicóptero H-60L Black Hawk do Esquadrão Pantera (5º/8º GAV) também foi engajado. Um C-130 Hércules, operado pelo Esquadrão Gordo (1º/1º GT), transportou aproximadamente 2,5 toneladas de medicamentos.

A ação é uma cooperação mútua entre o Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Fotos: Sargento Wandermurem / ILA e Soldado Weber / BASP