PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 38324 > INSTITUCIONAL COMANDO DA AERON��UTICA RECEBE PREMIA����O DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL (STN)

INSTITUCIONAL

Comando da Aeronáutica recebe premiação da Secretaria do Tesouro Nacional (STN)

Publicado: 2021-12-06 15:25:34
FAB conquista primeiro lugar na categoria Setoriais de Contabilidade de Custos

O Comando da Aeronáutica (COMAER), por meio da Secretaria de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica (SEFA) e da Diretoria de Economia e Finanças da Aeronáutica (DIREF), foi premiado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A Força Aérea Brasileira (FAB) conquistou o primeiro lugar, pelo segundo ano consecutivo, na categoria Setoriais de Contabilidade de Custos e, também, o primeiro lugar geral considerando as demais categorias (Universidades Federais, Agências Governamentais e Empresas Estatais Dependentes).

A premiação ocorreu nessa quinta-feira (02), durante o XI Encontro de Gestão de Custos do Setor Público, que aconteceu de forma online. Parte do efetivo da DIREF se reuniu no Observatório da SEFA, que contou, também, com a presença do Diretor de Economia e Finanças da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Jefferson Cesar Darolt; do Subdiretor de Administração Financeira da DIREF, Brigadeiro Intendente Alex Orçay Reis; do Subdiretor de Contratos e Convênios da DIREF, Brigadeiro Intendente Antenor José Santos Margotto; do Subdiretor de Contabilidade da DIREF, Brigadeiro Intendente José Lopes Fernandes; além de Oficiais e Graduados da Organização Militar.

Encontro de Gestão de Custos do Setor Público

Trata-se de um evento coordenado, anualmente, pela Secretaria do Tesouro Nacional, de forma a fortalecer a temática de custos como ferramenta de gestão. Neste ano, a sua 11º edição foi transmitida ao vivo pelo Youtube. O objetivo foi divulgar a Norma de Custos no Setor Público – NBC TSP34; premiar as setoriais de custos melhor ranqueadas no Relatório Foco em Custos de 2020; compartilhar experiências de modelos de gerenciamento de custos; e apresentar inovações que buscam fortalecer o sistema de custos como instrumento de gestão.

Premiações ao COMAER

A STN divulga, anualmente, em seu “Relatório Foco em Custos”, o ranking das setoriais de custos dos Ministérios, Advocacia-Geral da União (AGU) e Comandos Militares com a melhor qualidade da informação de custos. Com base nos critérios de economicidade, regularidade, dispersão e personalização, o COMAER ficou em primeiro lugar, na categoria Setoriais de Contabilidade de Custos, seguido do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

A FAB ficou, também, em primeiro lugar geral, considerando as demais categorias (Universidades Federais, Agências Governamentais, Empresas Estatais Dependentes). O objetivo desse ranking é reconhecer e estimular o esforço dos órgãos públicos para melhorar a qualidade da apuração da informação e dar cada vez mais transparência à gestão de custos.

Durante o evento, o Diretor da DIREF, Major-Brigadeiro Darolt e a Subsecretária de Contabilidade Pública Substituta da STN, Rosilene Oliveira de Souza, prestaram uma homenagem póstuma ao Brigadeiro Intendente Luiz Antonio Pontes, que faleceu neste ano e atuava como Subdiretor de Contabilidade da DIREF. “Há pessoas que, pela grandeza de que se revestem e pela importância do que realizam, transcendem o tempo que lhes é dado viver. Assim foi o Brigadeiro Intendente Pontes, cuja partida prematura deixou saudades. Esta é uma singela maneira de valorizar eternamente aquele que labutou diuturnamente com o intuito de estruturar as atividades da Contabilidade no âmbito do Comando da Aeronáutica”, disse a Subsecretária.

O atual Subdiretor de Contabilidade da DIREF, Brigadeiro Intendente José Lopes Fernandes, dedicou ao Brigadeiro Pontes o prêmio recebido pela STN. “Até os seus últimos momentos, doou sua vida à Força Aérea e à sociedade brasileira, honrando o seu juramento militar e conduzindo sua equipe ao pleno sucesso”, destacou o Oficial-General, complementando com um agradecimento à equipe. “Fica claro para os nossos contadores e demais gestores, que as informações contábeis no setor público devem possuir não apenas os lançamentos para a completude da informação patrimonial sobre movimentos de ativos e passivos, mas também fornecer os dados de forma mais clara e transparente, tentando satisfazer as necessidades dos usuários por meio da divulgação de uma informação útil e oportuna”, finalizou o Brigadeiro J. Lopes.

Fotos: Sargento Mônica Rodrigues/CECOMSAER