NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


TV RECORD


Record TV acompanha visita da Vigilância Sanitária à Base Aérea de Anápolis


Jr Na Tv | Publicada em 13/02/2020 23:33

A Record TV acompanhou, com exclusividade, a visita da Vigilância Sanitária. A segurança no local é bastante rigorosa. Todo o perímetro é cercado por grades e militares também ficam de prontidão.

PORTAL G1


Aeronáutica anuncia novo concurso para 220 vagas

Vagas são para admissão ao Curso de Formação de Sargentos para o primeiro semestre de 2021.

Por G1 | Publicada em 13/02/2020 10:19

A Aeronáutica anunciou novo concurso para 220 vagas para o Exame de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica para o Primeiro Semestre do ano de 2021 (EA CFS 1/2021).

As inscrições deverão ser feitas 17 de fevereiro a 18 de março pelo site http://ingresso.eear.aer.mil.br.

As vagas são distribuídas nas seguintes especialidades:

  • Aeronavegantes: Equipamento de Voo (BEV) - 6 vagas
  • Mecânico de Aeronaves (BMA) - 47 vagas
  • Material Bélico (BMB) - 11 vagas
  • Não-Aeronavegantes: Guarda e Segurança (SGS) - 28 vagas
  • Controle de Tráfego Aéreo (BCT) - 128 vagas

As normas, informações para as inscrições e os critérios para habilitação à matrícula estarão disponíveis na página oficial do Comando da Aeronáutica (http://www.fab.mil.br/eear) e na página da EEAR (http://ingresso.eear.aer.mil.br).

Culto inter-religioso aos repatriados atenderá católicos, evangélicos e budistas durante quarentena em Anápolis

Anvisa anunciou que apoio espiritual foi planejado para acolher brasileiros e orientais que vieram de Wuhan, cidade chinesa onde começou o surto de coronavírus.

Por Vanessa Martins, G1 Go | Publicada em 13/02/2020 15:55

O Diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra, revelou nesta quinta-feira (13) que os repatriados que vieram de Wuhan, cidade chinesa onde começou o surto do coronavírus, participarão de culto inter-religioso durante a quarentena em Anápolis. Segundo ele, a Operação Regresso planejou esse evento para atender a brasileiros e chineses que fazem parte do grupo.

"Domingo agora vai ter um culto inter-religioso. Virá o nosso arcebispo militar do Brasil, Dom Fernando. Junto a ele um pastor evangélico e um monge budista", afirmou o diretor.

Segundo Barra, a intenção é oferecer esse suporte espiritual independente da religião de cada um. Nesse caso, os líderes religiosos foram convidados especialmente para o evento programado, não são pessoas que já atuam na Base Aérea.

"Isso porque temos cônjuges chineses, temos as criancinhas, brasileiros e chineses. Isso é feito por pessoas que não fazem parte do grupo de apoio direto, mas que vem ao serem chamadas", disse.

Questionado sobre a segurança dessas pessoas que vão e vem da área de isolamento, o comandante da Ala 2 da Base Aérea, coronel-aviador Gustavo Pestana Garcez, explicou que todas as medidas preventivas são adotadas. De acordo com ele, não há perigo de contaminação porque todas usam os Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

O diretor-presidente da Anvisa tranquilizou novamente a população explicando como funciona a transmissão do vírus e como os itens protegem os usuários.

"Esse vírus não se transmite por aerosol, ou seja, pelo espirro. Aquela gotícula que a gente não vê direito. Esse vírus é transmitido por gotículas de saliva, que são mais pesadas. O raio de ação dela é de um metro. Nesse intervalo, se estiver com a máscara cirúrgica, que é o EPI recomendado, ele já não se propaga. Obviamente que, se o profissional for fazer uma coleta de sangue, por exemplo, ele usará um equipamento maior. Mas a máscara já é suficiente", detalhou.

Barra também fez questão de tranquilizar a população anapolina sobre os riscos de receber os repatriados.

"Temos o fenômeno controlado, uma preparação impecável da Força Aérea, monitorando constantemente sob orientação dos órgãos de saúde. Hoje, a cidade de Anápolis é o local mais seguro, tem o mais elevado nível de controle. Não há razão para temor", declarou.

O diretor-presidente disse ainda que não houve reação de medo ou evitação por parte dos próprios profissionais da Anvisa que estão atuando com os repatriados. Segundo ele, houve vários voluntários, na verdade.

"Bom astral, alegria, e sensação de acolhimento é o que eles estão tendo. É o foco da nossa ação. Há essa restrição ao ir e vir, mas não ficam incomunicáveis. Estão sempre dizendo o que está acontecendo lá, sem intermediários", comentou.

Mimos

Além dos cuidados médicos, psicológicos e apoio espiritual, os repatriados têm retratado vários mimos que receberam durante a quarentena.

Eles publicaram imagens de um show com músicas internacionais e até um sertanejo para matar a saudade do ritmo. Também mostraram flores e recados carinhosos que ganharam.

Há fotos também de camisetas da Força Aérea e do almoço desta quinta-feira: feijoada. "Todos comemos duas vezes", revelou o repatriado Alefy Moreira.

TV BRASIL - EBC


Coronavírus: Isso aqui é o contrário de prisão, diz repatriado

Jovem que estava em Whuan cumpre quarentena em Anápolis

Publicada em 14/02/2020 21:25

Os brasileiros repatriados - por causa da epidemia do coronavírus na China - e a tripulação que participou da Operação Regresso completam nesta quinta-feira (13) quatro dias de quarentena, em Anápolis (GO).

Um deles é Vitor Campos Siqueira, de 28 anos. Ele conta, com exclusividade à Empresa Brasil de Comunicação (BC), que cursa mestrado em linguística aplicada em chinês, em Wuhan, na China. Ele pretende voltar ao país asiático para terminar o mestrado. “Vou aproveitar esse tempo aqui [em Anápolis] para terminar de escrever minha dissertação”.

Vitor relata como é o dia a dia dos repatriados e como todos têm interagido. “Todo mundo pensa assim: quarentena é prisão. Gente, isso é o contrário de prisão. Estou impressionado com a qualidade.”

De acordo com o Ministério da Saúde, os exames realizados nesta semana, feitos pelo Laboratório Central do Estado de Goiás (Lacen), nos 58 envolvidos na Operação Regresso, deram negativo para o coronavírus (Covid-19).