NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


AEROFLAP


Militares da FAB são reconhecidos por desempenho em cursos no exterior


André Magalhães | Publicada em 11/06/2020 12:00

Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) foram reconhecidos por seus desempenhos em cursos militares realizados no exterior. O Major Intendente Lucas Buarque dos Santos se destacou entre os alunos de Mestrado da Naval Postgraduate School, pertencente à Marinha dos Estados Unidos. Já o Major de Infantaria Ailton Tobias de Andrade Junior recebeu, da Diretoria do Curso de Comando e Estado-Maior Internacional (LGAI), na Alemanha, uma referência elogiosa pelos resultados durante o curso.

Estados Unidos

O Major Buarque recebeu o prêmio Air Force Association Award for Advancement of Aerospace Studies, que é destinado a apenas um aluno dentre todos os cursos e programas oferecidos na Naval Postgraduate School, localizada em Monterey, na Califórnia. A distinção reconhece aquele que apresenta máxima excelência acadêmica no campo dos estudos aeroespaciais durante o curso.

A Escola enviou ao Comando da Aeronáutica uma carta informando a premiação do Oficial brasileiro, após a conclusão do Mestrado em Gestão de Aquisições e Contratos. A Instituição parabenizou o Major Buarque por sua pesquisa, intitulada Applicability of Performance-Based Logistics to Brazilian Armed Forces Contracting Processes (Aplicabilidade da Logística Baseada em Performance aos Processos de Contratação das Forças Armadas Brasileiras), que identificou nessa área as melhores práticas desenvolvidas pelo Departamento de Defesa dos EUA (DoD) nos últimos 20 anos.

O principal objetivo foi descobrir como as Forças Armadas Brasileiras podem se beneficiar dessa prática em seus processos de contratação, visando promover a redução de custos de ciclo de vida e aumentando o desempenho dos sistemas de defesa. “Parabéns pelo desenvolvimento educacional de seus talentos e pelo fomento à educação e ao crescimento do Brasil”, citava o documento direcionado à FAB.

A premiação, segundo o Oficial, representa o reconhecimento pelo esforço despendido durante o curso. “É um sentimento de dever cumprido. Fiquei muito feliz de representar bem a Força Aérea Brasileira”, diz o Major, que concorreu entre todos os alunos dos 41 cursos oferecidos pela da Naval Postgraduate School.

Alemanha

O Major Tobias é o único oficial-aluno, desde a criação do LGAI, em 1962, a desenvolver e finalizar com êxito um Trabalho de Conclusão de Curso no idioma alemão e nos padrões da Força Aérea Alemã (Luftwaffe). A Diretoria do Curso destacou a sua capacidade profissional e o empenho na busca de conhecimento, demonstrados ao desenvolver uma dissertação com o tema Defesa Aérea Integrada. O militar recebeu, ainda, uma segunda referência elogiosa da tutoria da Luftwaffe no LGAI pelo seu desempenho nas matérias específicas de Força Aérea: “Com presteza e compreensão às ordens superiores, o Major brasileiro demonstrou excelente capacidade de análise crítica e incansável empenho na solução de questões complexas.”

O atual curso (LGAI 2019), realizado na cidade Hamburgo, é composto por 79 Oficiais Superiores de 35 nações, oriundos dos cinco continentes, com foco nas doutrinas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e nas diversas perspectivas, principalmente a alemã, sobre os distintos seminários previstos na grade curricular. Com a previsão de conclusão do curso para o mês de julho, o Major Tobias deverá se apresentar na Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) no segundo semestre.

O Oficial acredita que produzir conhecimento científico militar em um ambiente com diversas culturas e sob a liderança alemã é uma oportunidade ímpar. Segundo ele, desde o início do curso, buscou uma maneira de produzir algo que pudesse ser de interesse para a FAB. “Durante a realização do estágio de Defesa Aérea, tive a oportunidade de participar de um exercício das Forças Armadas Alemãs nas instalações da OTAN, onde houve dezenas de disparos reais de mísseis do sistema PATRIOT (médio alcance). Naquele momento, eu tive certeza de que precisava produzir um trabalho científico sobre esse assunto”, completa. “Ser reconhecido é motivo de orgulho e a constatação de que a dedicação não foi em vão”, finaliza o Major Tobias.

PORTAL DEFESANET


KC-390 Millennium realiza primeiro transporte de radar móvel

Missão foi feita por meio do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT) – Esquadrão Zeus

Agência Força Aérea, Por Tenente Letícia Faria | Publicada em 11/06/2020 20:00

O Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT) – Esquadrão Zeus, sediado na Ala 2, em Anápolis (GO), realizou nesta quarta-feira (10), o transporte de um radar móvel de defesa aérea TPS-B34 do Quarto Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicação e Controle (4º/1º GCC) – Esquadrão Mangrulho, sediado em Santa Maria (RS). A missão foi realizada com a mais nova aeronave multimissão da Força Aérea Brasileira: o KC-390 Millennium.

O objetivo da missão foi desdobrar o equipamento, cujo transporte é realizado em módulos, permitindo operá-lo em outra localidade. A mobilização do TPS-34B explora o princípio da surpresa como consequência da velocidade, característica de Força Aérea, demonstrada pelo desempenho da aeronave KC-390. Assim, é possível aumentar a vigilância do espaço aéreo com maior rapidez e eficiência por meio do desdobramento rápido e maciço desse radar em áreas de interesse.

O Comandante do 1° GTT, Tenente-Coronel Aviador Luiz Fernando Rezende Ferraz realiza a primeira missão do KC-390 Millennium no transporte do radar e explica que passa a ser atingido um novo nível de mobilidade, já que a velocidade e as capacidades do vetor permitem diminuir o tempo de resposta, oferecendo maior prontidão.

Conforme o Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez, a Força Aérea Brasileira (FAB) está engajada na integração do território nacional e enaltece a capacidade do KC-390 Millennium. “A aeronave tem mostrado uma capacidade destacada em todas as missões a ela destinada”, completa.  

Os tripulantes do avião multimissão da FAB, KC-390 Millennium, estão em instrução de operação da aeronave. A missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, havendo a participação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) no acionamento da missão de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

Missões conjuntas

O Quarto Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (4°/1° GCC), Esquadrão subordinado ao 1° GCC e responsável pela missão, realizou também o transporte terrestre de outros equipamentos, cumprindo a sua função primordial de instalar e operar um Centro Diretor Aerotático (CDAT) deslocado. Além desta capacidade, esta será a primeira vez em que um esquadrão do 1° GCC utilizará a nova torre do sistema TPS-B34 em terreno não preparado, proporcionando ainda maior capacidade de emprego de seus meios.

“A utilização do sistema radar TPS-B34 é de extrema importância para garantir a segurança e defesa do espaço aéreo brasileiro. Evidenciamos também a eficiência e dinâmica dos esquadrões subordinados ao 1° GCC, nas missões de deslocamento. Com certeza essa é uma data histórica para a Força Aérea, comprovando sua capacidade de pronta-resposta e mobilidade de seus meios.”, afirmou o Comandante do 1° GCC, Tenente-Coronel Aviador Oscar Vinícius Pisco Rocha da Silva.

KC-390 Millennium integra Aviação de Transporte

A Força Aérea comemora, nessa sexta-feira (12), o Dia do Correio Aéreo Nacional (CAN) e da Aviação de Transporte. E é durante este mês que a Instituição receberá o terceiro KC-390, além de preparar mais uma turma de pilotos e mantenedores da aeronave multimissão. “No dia primeiro de junho iniciamos a formação da segunda turma de pilotos e mantenedores de KC-390 Millennium. Desta forma, até o ano que vem esses militares estarão preparados para cumprirem as missões em prol do nosso país”, finaliza o Comandante da Ala 2.