NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL G1


Aeronáutica abre concursos para 150 vagas para oficiais de nível superior

Cargos são de Médicos, Dentistas, Farmacêuticos, Engenheiros, Oficiais de Apoio e de Instrução e Capelães.

G1 | Publicada em 11/02/2020 10:37 | Atualizado em 11/02/2020 11:37

A Aeronáutica lançou editais de concursos públicos para os Cursos de Adaptação de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos, Estágios de Adaptação de Oficiais Engenheiros, de Oficiais de Apoio e de Instrução e Adaptação de Capelães para o ano de 2021.

As inscrições devem ser feitas até 27 de fevereiro no site www.fab.mil.br/ciaar. A taxa é de R$ 130,00.

Para os cargos de médicos, dentistas, farmacêuticos e engenheiros, os candidatos não podem completar 36 anos de idade até o dia 31 de dezembro de 2021. Já os candidatos a oficiais de apoio devem possuir, no mínimo, 18 e, no máximo, 32 anos de idade até 31 de dezembro de 2021. Quem concorre a capelão não pode ter menos de 30 nem completar 41 anos de idade no ano da matrícula.

Se aprovado em todas as etapas dentro do número de vagas, o candidato fará o curso no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG), durante, aproximadamente, 17 semanas. Após a conclusão dos cursos com aproveitamento, o aluno será promovido ao posto de primeiro-tenente para todos os cargos, com exceção de capelão, que será segundo-tenente.

O processo seletivo é composto de Provas Escritas, Verificação de Dados Biográficos e Profissionais, Inspeção de Saúde, Exame de Aptidão Psicológica, Teste de Avaliação do Condicionamento Físico, Procedimento de Heteroidentificação Complementar e Validação Documental. Conforme a especialidade do candidato há, ainda, outras etapas.

As provas escritas estão previstas para o dia 17 de maio.

Repatriados postam vídeos de apresentação musical na quarentena e elogiam serviços oferecidos: Nota dez

Enquanto banda da Aeronáutica toca, crianças aparecem dançando; outra repatriada toma sol. Estudante fala de benefícios e diz que comida é muito gostosa. Grupo isolado não apresentou sintomas do coronavírus.

Sílvio Túlio | Publicada em 11/02/2020 09:24 | Atualizado em 11/02/2020 12:20

Pelas redes sociais, os 34 repatriados seguem mostrando e contando sobre suas rotinas durante a quarentena na Base Aérea de Anápolis, onde ficarão por 18 dias. Um dos vídeos publicados mostra uma apresentação musical da banda de música da Aeronáutica e crianças dançando (veja acima). Além disso, o grupo faz questão de ressaltar a qualidade do atendimento que vem recebendo no local, o qual um deles avaliou como "nota dez".

Na segunda-feira (10), segundo dia de isolamento, foi realizada uma reunião para dar orientações de rotina e boa convivência para os repatriados. Eles também seguem fazendo exames três vezes ao dia. Até agora, segundo o Ministério da Defesa, nenhum deles apresentou qualquer sintoma do coronavírus.

Nesta terça-feira (11), uma das repatriadas, Indira Santos, aproveitou para tomar sol - os primeiros dias de quarentena foram de chuva. Ela postou uma foto usando máscara cirúrgica e óculos de sol com a legenda em inglês dizendo que iria " aproveitar o sol".

Durante o período na quarentena, os repatriados mostram momentos de convivência entre eles. Um deles foi a apresentação musical. Eles interagem entre si e alguns até dançam.

O grupo estava em Wuhan, cidade chinesa em que houve o epicentro do surto de coronavírus. Eles chegaram ao Brasil no domingo (9) após mais de 35 horas de viagem e 13,8 mil km percorridos.

Elogios a estrutura

O Hotel de Trânsito da Base Aérea foi adaptado para receber os repatriados. Lá, eles têm acesso a uma série de benefícios, como internet liberada, videogame e brinquedoteca, bem como atendimento odontológico e apoio psicológico. Além dos 34 cidadãos resgatados, 24 membros da equipe técnica que foi à China também está isolada no local.

A estrutura montada é alvo de uma série de elogios dos repatriados. O estudante Vitor Campos gravou um vídeo enaltecendo a forma como foram acolhidos e comparou a quarentena realizada no Brasil com a de outros países.

"Serviço exemplar. E ainda mais comparado com outros amigos meus que estão em quarentena em outros países, eu acho que assim, nós estamos de nota dez. Para falar a verdade, existem vários serviços disponíveis, desde internet, televisão, uma comida ótima, muito gostosa mesmo, e todo tipo de serviço desde apoio, não só de saúde, mas também psicológico e religioso", afirmou.

Ele também contou que o segundo dia de isolamento foi mais "dinâmico", tendo em vista que eles usaram o dia em que desembarcaram para descansar.

"Segundo dia aqui já foi um pouco mais dinâmico e ativo, porque depois do primeiro dia de descanso, nós já acordamos, socializamos uns com os outros, e depois do almoço tivemos uma orientação sobre a base, o que fazer, quais os serviços", explica.

Rotina

Em fotos postadas pela modelo Adrielly Eger, é possível ver que o exame é realizado na parte interna do Hotel de Trânsito, onde o grupo está hospedado. Já a reunião ocorreu na área externa, que fica ao lado do prédio e foi reservada aos repatriados. Lá, sobre um grande espaço gramado, foi montada uma enorme tenda.

Pela imagem, nota-se que há um painel na parte da frente onde há algumas instruções. No cabeçalho, consta a seguinte inscrição: “Rotina - Condutas de Boa Convivência”. As pessoas que ministram a palestra e os repatriados usam máscaras cirúrgicas. Ela disse que se surpreendeu com o tratamento que vem recebendo.

“Estou mais aliviada. Eu achava que ia ser assim bem diferente, mas o pessoal está cuidando muito bem de nós, preparam tudo de uma maneira muito especial. Então, acho que está sendo ótimo”, disse a modelo.

Vários outros repatriados também fizeram questão de postar nas redes sociais um pouco da rotina, seja detalhes dos quartos ou da alimentação que estão recebendo. Um deles, inclusive, afirmou que não estava acostumado a acordar ao som dos pássaros e estava “amando” aquilo.

O que é oferecido aos repatriados na quarentena em Anápolis:

- 6 refeições diárias: café, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia (acompanhados por nutricionistas);

- Videogame, brinquedoteca, jogos, biblioteca, apresentação de bandas militares;

- Internet, TV a cabo, frigobar, geladeira sem itens alcoólicos;

- Serviço religioso;

- Emergência odontológica;

- Apoio psicológico e pedagógico.

Os repatriados

Os grupo dos 34 repatriados da China é composto da seguinte forma:

4 chineses casados com brasileiros;

7 crianças com idades entre 2 e 12 anos;

23 brasileiros adultos – casais e homens e mulheres solteiros (sendo três diplomatas).

Surto

Desde o início do surto, no início do ano, a China registrou 908 mortes por coronavírus e 40.171 casos confirmados.

No Brasil, são sete casos suspeitos do novo coronavírus e nenhuma confirmação, de acordo com o Ministério da Saúde. Os dados são do balanço divulgado na tarde de segunda-feira (10). Segundo o governo federal, já foram descartadas 32 suspeitas desde o começo do monitoramento. Apesar disso, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diz que o momento ainda é de vigilância.

"Acho que é possível esse vírus chegar ao Brasil, acho que é provável que chegue. A gente tem que estar muito vigilante para que se chegar, a gente possa organizar o tratamento dessa pessoa e minimizar a transmissão para os eventuais contatos que possam surgir", pondera.

AGÊNCIA BRASIL


Coronavírus: repatriados mantêm rotina tranquila em Anápolis

Relato é de cinegrafista que acompanhou resgate de brasileiros

Andreia Verdélio | Publicada em 11/02/2020 16:15

O cinegrafista da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) Warley Andrade afirmou hoje (11) que as pessoas repatriadas de Wuhan, na China, epicentro do surto de coronavírus, estão tranquilas e colaborando com os procedimentos da quarentena na Base Aérea de Anápolis, em Goiás.

“Eles entenderam a situação, não há qualquer tipo de discussão sobre isso. Claro que [eles] não estão na zona de conforto, mas estão bem cientes, colaborando muito e agradecendo o trabalho do governo brasileiro nesse retorno ao país”, disse Warley Andrade, que viajou em um dos aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para registrar o resgate dos brasileiros e suas famílias, e também passa pelo período de quarentena no hotel de trânsito da unidade militar.

As duas aeronaves partiram de Brasília no dia 5 deste mês e pousaram na cidade goiana no último domingo (9) com 58 pessoas a bordo – 34 que estavam em Wuhan e 24 que participaram da operação de resgate.

Segundo Andrade, por causa do tempo de viagem e da diferença de fuso horário, ontem (10), a maioria passou o dia descansando nos quartos. Os repatriados também receberam orientação sobre a rotina, as áreas permitidas e os principais cuidados a serem adotados durante os próximos dias.

“A única coisa realmente militar são os horários pontuais da alimentação. Temos total liberdade de circular na área delimitada por eles. Pode sair, dar uma corrida, a internet está liberada. As pessoas já estão interagindo, fazendo amizades, as crianças estão brincando”, disse Warley sobre a rotina na base aérea.

De acordo com o cinegrafista, uma das orientações é evitar a aglomeração. Os repatriados também foram alertados quanto ao uso das máscaras nos espaços comuns e sobre a higienização recorrente das mãos. As refeições são servidas no restaurante, mas consumidas nos quartos para evitar qualquer tipo de contaminação, por saliva, por exemplo.

Todos estão em apartamentos individuais ou, no caso dos que são pais ou mães de crianças menores, ficam no mesmo quarto. O grupo inclui crianças de 2 e 3 anos e de 7 a 12 anos. As visitas estão proibidas.

As equipes de saúde e da vigilância sanitária também fazem o monitoramento clínico diário dos resgatados. Caso haja suspeita de infecção, eles serão isolados e levados para outro setor da base aérea. Se o quadro de saúde se agravar, eles serão transportados, em aeronave preparada, para o Hospital da Forças Armadas, em Brasília.

No dia 30 de janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de coronavírus como emergência em saúde pública de importância internacional. Mais de mil pessoas já morreramna China e 42 mil foram infectadas pelo novo vírus. No Brasil, sete pacientes são monitorados por suspeita de terem sido infectados. Até agora, nenhum caso foi confirmado.

RÁDIO CBN


Repatriados seguem sem sintomas de coronavírus e compartilham rotina nas redes sociais


Publicada em 11/02/2020 08:36

Os 34 brasileiros que foram resgatados de Wuhan, na China, cumprem quarentena na Base Aérea de Anápolis (GO). Nenhum deles apresentou qualquer sintoma da doença. O resultado de outros exames dos repatriados deve ser divulgado amanhã. Apesar do isolamento, o grupo utiliza as redes sociais para se comunicar com parentes e amigos.

 

MINISTÉRIO DA DEFESA


Nota de Esclarecimento


Publicada em 11/02/2020 15:57

Brasília (DF) 11/02/2020 - Ao contrário do que foi publicado na reportagem “Governo omite dados de pensão a filhas de militares”, publicada no Jornal O Estado de S. Paulo desta terça-feira (11/02), o Ministério da Defesa não omite qualquer tipo de informação e, muito menos, se recusa a fornecer dados públicos. Ressalta-se que, inclusive, consultas individualizadas sobre pensionistas vem sendo feitas e atendidas por este órgão.

Cumprindo o que determina o Acórdão 2154/2019 do Tribunal de Contas da União (TCU), cabe à CGU publicar os dados no Portal da Transparência do Poder Executivo. Por isso, desde outubro de 2019, os dois ministérios promovem reuniões a fim de estabelecer padrões de transmissão de dados e orientar o processo que será implementado ainda no primeiro semestre deste ano.

Atualmente, no Portal da Transparência, já é publicada a remuneração dos militares ativos das Forças Armadas e, da mesma forma, serão publicados os proventos dos militares inativos e as pensões militares percebidas pelos pensionistas das Forças Armadas.

 

Escola Superior de Guerra promove palestra com Ministro da Defesa de Portugal


Lane Barreto | Publicada em 11/02/2020 16:40

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, recebeu seu homólogo português, João Gomes Cravinho, e comitiva, na manhã desta segunda-feira (10) na Escola Superior de Guerra (ESG), situada na capital fluminense.

No auditório da instituição, com as presenças do Ministro da Defesa e de demais autoridades militares e civis, João Gomes Cravinho ministrou palestra intitulada “Uma visão portuguesa do mundo a partir do Atlântico”.

Integrou ainda o público da conferência membros e alunos da ESG, da Escola de Guerra Naval (EGN), da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), da Universidade da Força Aérea (UNIFA), entre outros. A palestra antecede o início das atividades da ESG, que começam na segunda quinzena deste mês.

O Ministro português iniciou o discurso elogiando a ESG, instituição de estudos de nível superior das Forças Armadas, com mais de 70 anos de tradição. Cravinho lembrou os laços históricos entre as duas nações e discorreu acerca de temas como missões de paz internacionais, parcerias estratégicas e novas tecnologias. “Uma das razões da minha vinda ao Brasil foi visitar a Embraer em Gavião Peixoto”, disse o Ministro.

Na sexta-feira (07), Cravinho conheceu as instalações da Embraer e o avião de transporte de militares KC -390. Em 2019, Portugal assinou contrato para aquisição de cinco dessas aeronaves. Para o Ministro Fernando Azevedo, o cargueiro militar “é um meio aéreo que tem mercado”. Ele ressaltou ao homólogo a capacidade operativa do KC-390 e informou que o primeiro avião recebido já está em fase de testes no Brasil.

O evento contou ainda com as presenças do Comandante da ESG, Almirante de Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva, do Chefe de Assuntos Estratégicos do MD, General de Exército César Augusto Nardi de Souza; do Chefe de Operações Conjuntas, Almirante de Esquadra Claudio Portugal de Viveiros; do Secretário de Produtos de Defesa, Marcos Rosas Degaut; do Embaixador de Portugal, Jorge Cabral; do Cônsul-Geral de Portugal, Jaime Leitão; do Adido de Defesa de Portugal, Capitão de Mar e Guerra Manuel Francisco Canané; entre outras autoridades.

Navio- escola português

Desde o dia 5 de janeiro deste ano, o NRP Sagres realiza viagem ao redor do mundo em comemoração aos 500 anos da jornada histórica de Fernão de Magalhães, em dezembro de 1519. A viagem terá 371 dias de duração e passará por 22 portos.
Além disso a missão visa realizar o treinamento de mar dos cadetes do 1º e 2º ano da Escola Naval, bem como promover a realização de visitas de porto voltadas à consecução dos objetivos da política externa de Portugal.

Além do Rio de Janeiro, integra o cronograma da viagem do NRP Sagres a presença do navio, em Tóquio, durante o período inicial dos Jogos Olímpicos, em julho.
Antes de ser adquirido pela Marinha portuguesa, o NRP Sagres pertenceu a esquadra de navios da Marinha do Brasil. O navio-escola Sagres encontra-se no Cais Armazém 7 (próximo do AquaRio), Baía de Guanabara (RJ), e está aberto a visitas, em 11/02: das 10h às 12h; 12/02: das 10h às 12h e das 14h às 16h; e 14/02: das 10h às 12h e das 14h às 18h.

OUTRAS MÍDIAS


FOLHA DE BARBACENA - Em Barbacena, Epcar tem novo comandante


Idinando Borges | Publicada em 11/02/2020

Ontem (10/02) aconteceu no pátio da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) a cerimônia de passagem de comando. O brigadeiro do ar Mauro Bellintani, que comandou a instituição nos anos de 2018/2019, passou o comando para o coronel aviador Paulo Ricardo da Silva Mendes.

A cerimônia foi presidida pelo major brigadeiro Mesquita e contou com o número expressivo de convidados, autoridades civis e militares, além de membros do Rotary Clube Barbacena – instituição em que Mauro Bellintani integrava.

Na oportunidade, após a passagem de comando, foi entregue o impresso da Folha de Barbacena (FB), elaborado pelo colunista Idinando Borges (Coluna Borges), com mensagens expressivas da sociedade de Barbacena, para Mauro Bellintani e sua esposa – Adriana Bellintani.

“O casal Bellintani, no tempo que passou em Barbacena, nutriu amizades duradouras e, hoje, desejamos felicidades nesta nova etapa de suas vidas. Vale ressaltar que deixarão saudades”, afirmou Idinando.

O brigadeiro do ar Mauro Bellintani, agora, assume o comando da Ala 3, Base Aérea de Canoas, Rio Grande do Sul.