NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL UOL


FAB entrega material para combate à covid-19 no Amapá


A Redação | Publicada em 07/06/2020 12:47

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha. 

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30. 

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China. Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru. Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

AGÊNCIA BRASIL


FAB entrega material para combate à covid-19 ao Amapá

Aeronave C-130 entrega 13 toneladas de material

A Redação | Publicada em 07/06/2020 12:49

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha. 

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30. 

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China. Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru. Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

AEROFLAP


Com o KC-390, FAB transporta 3 toneladas de EPIs para São Gabriel da Cachoeira (AM)


Agência Força Aérea | Publicada em 07/06/2020 21:48

Às 9h30 deste sábado (06/06), a aeronave FAB 2854 KC-390 Millennium, operada pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, decolou da Ala 1 – Base Aérea de  Brasília com mais de 1.970 quilos de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e insumos hospitalares.

A aeronave seguiu para São Gabriel da Cachoeira (AM), onde pousou às 14h55 (horário de Brasília). A missão de Transporte Aéreo Logístico ocorre em apoio à Operação COVID-19.

A bordo estão máscaras cirúrgicas, álcool em gel, luvas, testes de COVID-19, aventais descartáveis, protetores faciais, toucas, medicamentos, além de profissionais de saúde que atuarão no município amazonense, sendo 8 militares do Hospital das Forças Armadas (HFA), 1 da Força Aérea Brasileira, 2 da Marinha do Brasil e 5 do Exército Brasileiro.

Todo esse aparato será utilizado para auxiliar no combate ao novo Coronavírus. A operação, deflagrada pelo Ministério da Defesa (MD), ocorre sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do MD, em apoio ao Ministério da Saúde. 

Um dos pilotos da aeronave, o Capitão Aviador  Phelipe Machado de Souza, explicou a relevância da ação.

“Diante de todas as dificuldades que a pandemia de COVID-19 nos traz, é gratificante poder participar de mais uma missão em que transportamos diversos itens para o extremo norte do país”, destacou.

O Loadmaster (do inglês, mestre de carga) que executou a missão, Sargento Laudson do Prado Rosa, falou sobre a responsabilidade da missão. 

“Para mim, é uma grande honra poder participar, mais uma vez, de uma missão da FAB de enfrentamento à COVID-19. Tenho certeza de que estaremos ajudando muitas pessoas na região Amazônica”, afirmou.

Os tripulantes do avião multimissão da FAB, KC-390 Millennium, estão em instrução de operação da aeronave. A missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, tendo atendido a uma das demandas da Operação COVID-19.

Neste caso, houve a participação do COMAE, no acionamento das missões de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

Operação COVID-19

Proteger os cidadãos é uma das funções precípuas das Forças Armadas. Nesse intuito, o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira enfrentam, juntos, a pandemia de COVID-19 no país. A Operação ocorre em um espaço territorial de grandes proporções, nas 27 unidades federativas, com características e necessidades diferentes e com uma população de cerca de 210 milhões de pessoas. 

As ações envolvem descontaminação de espaços públicos, doações de sangue, transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, distribuição de kits de alimentos para pessoas de baixa renda, higienização de lugares públicos, doação de refeições para caminhoneiros, dentre outras.

Na execução dessas atividades, os militares atuam organizados em dez Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, bem como no COMAE. Esses Comandos reúnem militares das três Forças (Marinha, Exército e Aeronáutica), que desenvolvem esforços no cumprimento das missões.

Ala 2 inicia formação teórica da segunda turma de pilotos e mantenedores do KC-390


Agência Força Aérea | Publicada em 07/06/2020 21:51

No dia 1º de junho, iniciou o Curso Teórico de Formação de pilotos da aeronave KC-390 Millennium nas dependências da Ala 2 – Base Aérea de Anápolis (GO).

O curso tinha previsão de execução no novo centro de treinamento da Embraer, em São José dos Campos (SP), no entanto, devido à epidemia da COVID-19, o Comando de Preparo (COMPREP), em coordenação com o Comando da Aeronáutica (COMAER) e Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), deliberaram sobre a realização da instrução na cidade de Anápolis, na Guarnição de Aeronáutica de Anápolis.

A decisão embasou-se nos rígidos protocolos de segurança que vêm sendo adotados na Organização Militar e sua expertise na prevenção do novo Coronavírus, de forma a garantir a proteção de instrutores e alunos durante a realização da atividade.

O curso terá a duração de 16 dias, sendo composto de aulas teóricas sobre os sistemas da aeronave, seus componentes e operação. A turma é composta por 12 pilotos, do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) e um piloto ouvinte do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI).

Durante a solenidade de abertura do curso, o Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez, destacou a importância do curso.

“O curso permitirá aos novos pilotos do  (1ºGTT), Esquadrão Zeus, obterem as ferramentas para explorar as novas capacidades do vetor aéreo, posto a gama de modernos sensores existentes e que ampliarão as potencialidades da aviação de transporte”, explica.

Formação de Mantenedores

O dia também foi marcado por uma série de atividades de formação de mantenedores na Ala 2, relativas ao projeto KC-390.

Contratualmente, a Embraer, empresa fabricante do novo vetor multimissão da FAB, tem a responsabilidade de ministrar instruções teóricas e práticas para os militares especialistas da Ala 2, capacitando-os a realizar atividades de 1º e 2º níveis de manutenção em inspeções programadas e não programadas da aeronave KC-390 Millennium.

A primeira turma de mantenedores já está em plena atividade no Grupo de Logística da Ala 2 e, ainda este ano, os novos mantenedores iniciaram sua formação.

Ao todo, são 24 novos especialistas distribuídos em 4 especialidades: airframe, sistema de motores, sistema de aviônicos e sistema elétrico, que terão instrução nas dependências da Guarnição de Aeronáutica de Anápolis e Ala 2.

Houve, também, atividades de encerramento dos cursos teóricos de formação de mantenedores das especialidades de airframe, sistema de motores e sistema de aviônicos, além do início do curso teórico de sistema elétrico.

Após esta fase, os alunos passarão pela etapa prática do curso, todos realizados na Ala 2, ministrados por instrutores da Embraer e sob rígidos protocolos de segurança e prevenção contra a contaminação e proliferação da COVID-19.

FAB transporta 13,2 toneladas de insumos e medicamentos para o Amapá (AP)


Agência Força Aérea | Publicada em 07/06/2020 21:53

Às 9h30 deste domingo (7), a aeronave C-130 Hércules FAB 2475, operada pelo Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo, decolou da Ala 11 – Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ), com 13,2 toneladas de insumos e medicamentos.

A aeronave seguiu em voo direto para Macapá, capital do Amapá (AP), onde pousou às 15h15 (horário de Brasília). A missão de Transporte Aéreo Logístico ocorre em apoio à Operação COVID-19.

Dentre os insumos estão: sabão líquido, medicamentos, álcool em gel, alimentos e materiais institucionais da Cruz Vermelha, que fez a doação para contribuir com o reabastecimento de municípios do Amapá e auxiliar no combate ao novo Coronavírus. A operação, deflagrada pelo Ministério da Defesa (MD), ocorre sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do MD. 

O Comandante da aeronave, Capitão Aviador Renan Nunes Leão, destaca a importância da missão. “Para nós, do Esquadrão Gordo, é uma satisfação imensa colaborar com a sociedade. Transportar esses materiais, sem dúvida, vai ajudar a população de Macapá a combater a pandemia da COVID-19”, salientou.

Para o loadmaster (mestre de cargas) da aeronave, Sargento Lucas Feitosa Vicentino, fazer parte da missão de combate ao novo Coronavírus é motivo de satisfação.

“É uma ação importante ajudar os brasileiros daquela região levando materiais para quem precisa nesse momento”, disse.

Operação COVID-19

Proteger os cidadãos é uma das funções precípuas das Forças Armadas. Nesse intuito, o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira enfrentam, juntos, a pandemia de COVID-19 no país.

A Operação ocorre em um espaço territorial de grandes proporções, nas 27 unidades federativas, com características e necessidades diferentes e com uma população de cerca de 210 milhões de pessoas.

As ações envolvem descontaminação de espaços públicos, doações de sangue, transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, distribuição de kits de alimentos para pessoas de baixa renda, higienização de lugares públicos, doação de refeições para caminhoneiros, dentre outras.

Na execução dessas atividades, os militares atuam organizados em dez Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, bem como no COMAE. Esses Comandos reúnem militares das três, que desenvolvem esforços no cumprimento das missões.

PORTAL R3 (SP)


FAB entrega material para combate à covid-19 no Amapá


A Redação | Publicada em 07/06/2020

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha.

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30. A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19.

Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China. Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru. Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

DEFESA AÉREA & NAVAL


FAB interceptou avião com mais de 450 kg de droga

Ação faz parte da Operação Ostium para coibir ilícitos transfronteiriços

Luiz Padilha | Publicada em 07/06/2020 14:56

A Força Aérea Brasileira (FAB), em operação conjunta com a Polícia Federal, interceptou, na tarde desta sexta-feira (05), um avião de pequeno porte, modelo Piper Navajo, em voo irregular sobre o estado de Goiás. A ação envolveu duas aeronaves A-29 Super Tucano da FAB, além de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA).

A aeronave suspeita foi classificada como tráfego aéreo desconhecido e passou pelos procedimentos de interrogação e acompanhamento até o pouso na região de Fernandópolis (SP), tudo sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE). Após o pouso, a Polícia Federal e a Polícia Militar local assumiram as ações. Na aeronave foram encontrados mais de 450 quilos de cocaína.

PORTAL METROPOLES (DF)


Polícia prende avião carregado com 490 quilos de cocaína vinda da Bolívia


Caroline Rodrigues | Publicada em 07/06/2020 18:20

Uma aeronave carregada com 490 quilos de cocaína foi apreendida pela polícia em São Paulo após ser identificada em espaço aéreo mato-grossense. A droga vinha da Bolívia, conforme a Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

O avião entrou no país por Mato Grosso. Por não ter plano de voo, foi escoltado por um caça da Força Aérea Brasileira (FAB), modelo Tucano (A-29), a partir de Primavera do Leste (MT), a 243 km de Cuiabá.

Mesmo sendo advertido para parar, o piloto seguiu até a cidade de Fernandópolis (SP), onde foi preso e irá responder por tráfico internacional de drogas. O flagrante foi registrado na Polícia Civil de Jales (SP).

PORTAL DIÁRIO DO PODER


FAB entrega 13 toneladas de material para combate à covid-19 no Amapá

São medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha

A Redação | Publicada em 07/06/2020 13:29

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha. O C-130 Hércules decolou do Rio de Janeiro às 9h30.

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China.

Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru.

Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19. (ABr)

OUTRAS MÍDIAS


MIDIAMAX - FAB entrega material para combate à covid-19 no Amapá

Aeronave C-130 entrega 13 toneladas de material

A Redação | Publicada em 07/06/2020 13:10

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha.

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30.

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China. Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru. Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

MONEY TIMES - FAB entrega material para combate à covid-19 no Amapá


A Redação | Publicada em 07/06/2020 14:10

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha.

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30.

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China.

Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru.

Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

DEFESA TV - Força Aérea Brasileira realiza transporte de mais de 1,9 tonelada de insumos hospitalares para o Amazonas


Agência Força Aérea | Publicada em 07/06/2020 10:00

A Força Aérea Brasileira (FAB) em apoio as missões de ajuda ao combate ao Covid-19, tem feito uso de toda sua gama de aeronaves de transporte, até mesmo os recém incorporados KC-390 Millennium do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, estão trabalhando intensamente nas missões.

Neste sábado (06), o KC 390 – FAB 2854 – decolou às 9h30, da Ala 1 (Brasília) com mais de 1.970 quilos de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e insumos hospitalares. A aeronave seguiu para São Gabriel da Cachoeira (AM), onde pousou às 14h55 (horário de Brasília). A missão de Transporte Aéreo Logístico ocorre em apoio à Operação COVID-19.

A bordo estavam máscaras cirúrgicas, álcool em gel, luvas, testes de COVID-19, aventais descartáveis, protetores faciais, toucas, medicamentos, além de profissionais de saúde que atuarão no município amazonense, sendo 9 militares do Hospital das Forças Armadas (HFA), 2 da Força Aérea Brasileira, 2 da Marinha do Brasil e 5 do Exército Brasileiro.

Todo esse aparato será utilizado para auxiliar no combate ao novo Coronavírus. A operação, deflagrada pelo Ministério da Defesa (MD), ocorre sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do MD, em apoio ao Ministério da Saúde.

O Capitão Aviador Phelipe Machado de Souza, um dos pilotos da aeronave, explica a relevância da ação. “Diante de todas as dificuldades que a pandemia de COVID-19 nos traz, é gratificante poder participar de mais uma missão em que transportamos diversos itens para o extremo norte do país”, destacou.

O Loadmaster (mestre de carga) que executou a missão, Sargento Laudson do Prado Rosa, falou sobre a responsabilidade da missão. “Para mim, é uma grande honra poder participar, mais uma vez, de uma missão da FAB de enfrentamento à COVID-19. Tenho certeza de que estaremos ajudando muitas pessoas na região Amazônica”, afirmou.

Os tripulantes do KC-390 Millennium, estão aproveitando para se qualificarem na operação da aeronave. A missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, tendo atendido a uma das demandas da Operação COVID-19.

Neste caso, houve a participação do COMAE, no acionamento das missões de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

PORTAL CM7 - FAB entrega material para combate à covid-19 no Amapá


A Redação | Publicada em 07/06/2020

Uma aeronave C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) realiza hoje (07), o transporte para Macapá de cerca de 13 toneladas de medicamentos, álcool em gel, sabão líquido, suplemento alimentar vitamínico e material institucional da Cruz Vermelha. 

O C-130 Hérculos decolou do Rio de Janeiro às 9h30. 

A Força Aérea Brasileira tem atuado ativamente nas ações de enfrentamento à pandemia da covid-19. Na Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, a FAB repatriou brasileiros e familiares que estavam na China. Em outra missão, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (MD), duas aeronaves C-130 Hércules foram empregadas na repatriação de um grupo de 66 brasileiros que estavam no Peru. Nos últimos meses, as aeronaves da FAB têm atuado no transporte de medicamentos e equipamentos entre diversas regiões do país no enfrentamento à covid-19.

DEFESA TV - Militares de saúde do Exército Brasileiro integram missão de apoio emergencial ao Amapá


A Redação | Publicada em 07/06/2020 09:15

O Ministério da Defesa (MD), o Exército Brasileiro, o Comando Militar do Norte (CMN) e a 22ª Brigada de Infantaria de Selva (22º Bda Inf Sl) – Brigada Foz do Amazonas coordenaram, com o governo do estado do Amapá, o apoio de profissionais militares de saúde, sob a ótica de sua missão constitucional de proteger a sociedade brasileira.

O objetivo é apoiar o esforço nacional de combate à COVID-19, tendo em vista o agravamento da crise de saúde no Amapá.

No dia 5 de junho, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem das Forças Armadas, provenientes de Brasília, do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, foram transportados, pela Força Aérea Brasileira (FAB), para reforçar o Hospital Universitário (HU) do Amapá, que está sendo ativado para atuar na linha de frente no tratamento de pacientes com o coronavírus.

O reforço de pessoal militar é uma excepcionalidade e é temporário. Acontecerá de 6 a 20 de junho, sendo fundamental para que o estado do Amapá possa ampliar o atendimento dos casos positivos da COVID-19.

Essa ajuda é importante até que o HU possua mais recursos humanos, a fim de desenvolver suas atividades e contratar profissionais civis de saúde capazes de mobiliar os 33 leitos de UTI e os 57 leitos de enfermaria existentes, voltados exclusivamente para o combate à COVID-19.

O Hospital Universitário está em fase de conclusão de suas obras, e uma parte de suas dependências foi preparada e considerada como hospital de campanha, recebendo equipamentos de proteção individual, materiais hospitalares e outros equipamentos para sua ativação.

Foram deslocados 12 profissionais de saúde das Forças Armadas. O EB disponibilizou duas médicas, três enfermeiras e uma técnica de enfermagem; a Marinha do Brasil (MB), dois médicos e dois enfermeiros; e a Força Aérea Brasileira, uma médica e uma enfermeira.

A enfermeira do EB oriunda do Hospital Geral de Santa Maria (RS), Tenente Thais Fioravante Silveira, representa esse esforço e destaca a importância da missão: “Somos uma instituição de presença nacional. Neste momento, prestamos apoio aos brasileiros que mais necessitam. Estou motivada para a missão de combate à COVID-19”, pontuou.

MANAUS ALERTA - Na Amazônia Legal, militares atuam contra a Covid-19 e na repressão a delitos ambientais


Manaus Alerta | Publicada em 07/06/2020

Militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica agem em todo o território nacional contra a pandemia causada pelo novo coronavírus por meio das ações da Operação COVID-19. Nos Estados inseridos na Amazônia Legal, a luta também é para prevenir e reprimir delitos ambientais na Operação Verde Brasil 2. Nas últimas horas, as Forças Armadas desenvolveram atividades variadas em continuidade a ambas as Operações.

No extremo Norte do Brasil, no município de São Gabriel da Cachoeira (AM), a aeronave KC-390 pousou pela primeira vez na região desde sua incorporação à frota da Força Aérea Brasileira (FAB) transportando mais de duas mil toneladas de equipamentos de proteção individual, medicamentos e testes para detectar as doenças COVID-19 e malária. O material será distribuído para as comunidades próximas aos Pelotões Especiais de Fronteira do Exército, fortalecendo o atendimento de saúde e a atenção à população indígena da fronteira no enfrentamento à pandemia.

As atividades aéreas das Operações COVID-19 e Verde Brasil 2 são coordenadas pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), permanentemente ativado em Brasília, Distrito Federal. Pela Verde Brasil 2, as aeronaves militares já cumpriram mais de 260 horas de voo em missões de mobilização, reconhecimento aéreo, patrulha aeromóvel, entre outras. Contra a COVID-19, desde 20 de março, já são mais de 770 horas de voo cumpridas, transportando 271 toneladas de carga. O número é o equivalente a uma volta ao mundo a cada 10 dias de Operação.

Em Rondônia, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva apoiou o Governo do Estado na testagem rápida da COVID-19, nos municípios de Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, Vilhena e Guajará-Mirim. A Organização também é sede do Comando Conjunto Príncipe da Beira, da Operação Verde Brasil 2, que desenvolve ações como inspeção naval, fiscalização de madeireiras e patrulha motorizada, terrestre, fluvial e aeromóvel nos Estados de Rondônia, Amazonas e Acre.

No Pará, os militares do Comando Conjunto Barão de Melgaço agiram em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança Pública em Altamira, durante fiscalização contra a extração ilegal de madeira de Anapu.

NOTICIAS POR EL MUNDO - Interceptan en Brasil un avión con casi media tonelada de droga que había salido de Bolivia – Noticias Bolvia


Radio Star Bolívia | Publicada em 07/06/2020

Un avión con casi media tonelada de cocaína, fue interceptado por agentes de la Policía de Mato Grosso y la Fuerza Aérea Brasileña (FAB) en San Pablo. Al interior de la nave se encontró 490 kilos de droga, de acuerdo al reporte de ‘Globo’.

La acción de los uniformados, tuvo lugar el viernes por la tarde, cuando se detectó la aeronave que habría salido de territorio boliviano. Se instruyó al piloto descender, desobedeció y tuvo que intervenir un avión Tucano A-29, que lo obligó a aterrizar.

El avión, con matrícula brasileña, ingresó a territorio de Mato Grosso y al cruzar por el municipio de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, se constató que no tenía un plan de vuelo autorizado.

Los sospechosos y los bienes incautados fueron llevados a la estación de policía federal en Jales, San Pablo. Los presos deben enfrentar cargos por tráfico internacional y las investigaciones determinarán el destino de la droga, agrega el reporte de medios del país vecino.