NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL G1


Governo federal destina ao Amapá 300 mil itens de proteção para profissionais da saúde

Itens como luvas, máscaras e álcool são destinados às ações de combate ao coronavírus.

Por G1 Ap | Publicada em 31/03/2020 07:26

O Amapá deve receber até a quinta-feira (2) a última parte dos mais de 301 mil itens de proteção individual destinados pelo governo federal a trabalhadores da saúde. Entre os equipamentos estão luvas, máscaras, toucas, álcool, entre outros, destinados às equipes que atuam com pacientes infectados ou suspeitos do novo coronavírus.

O anúncio do envio foi confirmado pelo Ministério da Saúde e faz parte da terceira remessa de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) destinada ao estado.

A entrega será feita com apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) e faz parte dos 40 milhões de equipamentos destinados a todo o país.

A exigência por itens de proteção é uma cobrança dos trabalhadores da área, que nas últimas semanas realizaram atos cobrando os materiais e alertando para o risco da contaminação.

Confira os itens destinados ao Amapá:

    - Luvas para procedimentos não cirúrgicos – 239 mil unidades
    - Máscaras cirúrgicas – 55 mil unidades
    - Aventais – 3,5 mil unidades
    - Sapatilhas – 1,6 mil unidades
    - Toucas hospitalares – 1,2 mil unidades
    - Álcool etílico (500 ml) – 408 unidades
    - Álcool etílico (100 ml) – 288 unidades
    - Óculos de proteção – 280 unidades

Em entrevista ao JAP1 na segunda-feira (30), o governador Waldez Góes comentou sobre a demanda por EPIs na rede pública e destacou a grande procura em meio à pandemia.

“Esta é uma carência do sistema mundial de saúde. Ou por EPIs ou por leitos. Por outro lado, aqui no Amapá temos atuado fortemente. Temos muitos EPIs, macacões, máscaras, luvas e isso tudo estão sendo adotadas medidas de dialogar com o sistema”, destacou.

O chefe do Executivo completou ainda que o repasse aos profissionais de saúde atende às demandas enviadas pelos diretores dos hospitais e unidades de atendimento.

“Os governo apresentou a todos os diretores das unidades os equipamentos de proteção individual e discutir com eles ouvindo a base, os sindicatos, conselhos, para utilização e distribuição devida”, completou.

Ministério da Saúde enviará novos equipamentos de proteção para profissionais de saúde na Bahia

Materiais estão previstos para chegar ao estado até quinta-feira (2). Equipamentos são máscaras, aventais, toucas hospitalares, sapatilhas, luvas para procedimentos não cirúrgicos, além de álcool.

Por G1 Ba | Publicada em 31/03/2020 19:50

O Ministério da Saúde distribuiu 40 milhões de equipamentos de proteção para profissionais de saúde em todo o país. Os que são destinados à Bahia devem chegar até quinta-feira (2).

O setor de saúde vai receber equipamentos como máscaras, aventais, toucas hospitalares, sapatilhas, luvas para procedimentos não cirúrgicos, além de álcool.

A distribuição dos itens será realizada com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), que transportará 18 toneladas em equipamentos. Estes materiais foram adquiridos por meio de cinco editais de compra emergencial publicados entre os meses de fevereiro e março no Diário Oficial da União (DOU).

O Ministério da Saúde pediu que todos que tiverem máscaras novas e não utilizadas, do modelo N95, entreguem aos hospitais e às secretarias estaduais ou municipais de saúde.

De acordo com o órgão de saúde, em todo o país, foram 68,9 mil frascos de álcool 500 ml, 100 mil frascos de álcool 100 ml, 60 mil óculos de proteção, 24 de milhões de luvas para procedimentos não cirúrgicos, 100 mil sapatilhas, 14,2 milhões de máscaras cirúrgicas, 742 mil aventais e 209 mil toucas hospitalares.

PORTAL R7


Laboratórios das Forças Armadas no RJ se juntam para aumentar a produção de cloroquina


Jr Na Tv | Publicada em 31/03/2020 23:15

Os laboratórios químicos farmacêuticos do Exército, da Marinha e da Aeronáutica devem produzir 1,3 milhão de comprimidos por semana. O Exército já tinha o registro da Anvisa, que permite a produção da cloroquina para o combate à malária. O estoque será distribuído para o Ministério da Saúde e entre os hospitais das Forças Armadas.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.

PORTAL IG -ÚLTIMO SEGUNDO


Exército deve produzir 1 milhão de comprimidos de cloroquina, diz Bolsonaro

Em pronunciamento, presidente também assegurou que as Forças Armadas produzirão álcool gel

Por Ig último Segundo | Publicada em 31/03/2020 21:11

Durante o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro , na noite desta terça-feira (31), foi anunciado que laboratórios militares irão produzir 1 milhão de comprimidos de Cloroquina em 12 dias para o combate a covid-19.

O medicamento foi utilizado em alguns pacientes infectados pelo novo coronavírus (Sars-coV-2) na França e no Brasil e apresentou resultados, porém a utilização de Cloroquina em larga escala ainda não é recomendado pela OMS .

A produção do medicamento ficará a cargo do Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (LQFEx) apoiado pelo Laboratório Farmacêutico da Marinha (LFM) e pelo Laboratório Químico Farmacêutico da Aeronáutica (LAQFA).

Segundo informe do Ministério da Defesa, a produção da Cloroquina 150 mg está em alta demanda desde o dia 23 de março. A Cloroquina é usada no Brasil para o tratamento da Artrite, do Lúpus e da Malária e está em falta nas farmácias em virtude da divulgação do seu uso contra o coronavírus. Segundo o Exército , o esforço para a produção do remédio é necessário "ainda que permaneçam em fase de estudos para a comprovação de sua segurança e sua eficácia".

MINISTÉRIO DA DEFESA


Nota Conjunta do MD e do MS: Defesa apoia Saúde na distribuição de produtos de combate à Covid-19


Ascom | Publicada em 31/03/2020 16:01

Uma aeronave C-130 (Hércules), da Força Aérea Brasileira, decola, nesta quarta-feira (1/4), às 12h, do Aeroporto de Guarulhos-SP, com destino a três capitais brasileiras. O voo faz escala em Recife, São Luis e Belém, a fim de transportar cerca de 14 toneladas de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), álcool em gel e medicamentos.

Essa ação da FAB faz parte da Operação Covid-19, que ativou 10 Comandos Conjuntos, além de um Comando Aeroespacial permanente, sob coordenação do Ministério da Defesa. 

Os EPIs serão utilizados por profissionais de saúde que realizarem atendimentos dos pacientes infectados pelo Coronavírus, bem como também serão distribuídos álcool em gel para essas três localidades. Os produtos foram adquiridos pelo Ministério da Saúde.

O apoio aéreo é uma das muitas ações realizadas pela  Operação Convid-19, assim como as campanhas de conscientização, em diversos estados e municípios, com a entrega de panfletos educativos. Há fiscalização da entrada e saída de passageiros nas fronteiras, nos aeroportos e nos portos. Foram confeccionadas e distribuídas máscaras, realizada a capacitação de militares para atuar na Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR), além de inspeções navais em todo o território nacional.

Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)
Ministério da Defesa (MD)
(61) 3312-4071

Forças Armadas empregaram mais de 18 mil militares na Operação Covid-19


Tenente Edwaldo Costa, Tenente Raquel Alves E Mari | Publicada em 31/03/2020 17:08

Até o momento, mais de 18 mil militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) foram empregados na Operação Covid-19. No enfrentamento à pandemia, os 10 Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, e o Comando Aeroespacial (COMAE) utilizam cerca de 700 viaturas e 40 embarcações. As ações envolvem descontaminação de trens e metrôs, reconhecimento para emprego de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (BQRN), apoio a equipes de saúde e laboratórios militares, entre outros.  

Na Região Sul, militares auxiliam a Secretaria de Lages, em Santa Catarina, no atendimento a pessoas infectadas com a Covid-19, com o empréstimo de gerador de energia para emergências, instalado junto a um hospital temporário da prefeitura. 

No extremo oeste catarinense, militares fazem campanha de conscientização sobre medidas de proteção ao contágio, com a entrega de panfletos para a população e na aduana de cargas de Dionísio Cerqueira, município que faz fronteira com a Argentina.

Na Região Sudeste, em Campinas, São Paulo, os militares iniciaram campanha de doação de sangue para aumentar os estoques do Hemocentro da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em Guarulhos, é realizado apoio ao Centro de Combate, local onde é feita  a triagem de pessoas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Lá, os militares contribuem por meio da cooperação com o controle do trânsito local, bem como informando a população sobre as formas de prevenir o contágio. 

No Nordeste, será realizada descontaminação da Rodoviária de Natal, no Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (31), como prevenção e enfrentamento ao coronavírus.
Na mesma região, na capital sergipana, equipes do Exército auxiliaram a Prefeitura de Aracaju com a distribuição de alimentos em escolas municipais. Os militares cooperaram com a organização e com a segurança dos locais de entrega de kits de merenda escolar. A intenção é que os alunos recebam o alimento durante o período em que as aulas estão suspensas
.

Ministério da Defesa lança nesta terça-feira hotsite sobre a Operação Covid-19


Ascom | Publicada em 31/03/2020 17:34

O Ministério da Defesa lançou, nesta terça-feira (31), o hotsite da Operação Covid-19. Para ter acesso a esse conteúdo, basta acessar o link: https://operacaocovid19.defesa.gov.br/index.php

Por meio dessa ferramenta, é possível saber quais são os 10 Comandos Conjuntos ativados, qual a área de abrangência de cada um deles e como eles foram distribuídos pelo território nacional.

O hotsite traz um histórico da Operação Covid-19, disponibiliza a legislação da missão para consulta e concentra todas as reportagens produzidas pela Assessoria de Comunicação Social do MD.

Quem acessá-lo saberá quais são os avisos de pauta das Forças Armadas e quais são os últimos números da missão sob coordenação do Ministério da Defesa.

Vamos destacar as ações da Marinha, do Exército e da Aeronáutica com fotos, vídeos e postagens nas mídias sociais do MD. Tudo para você ficar cada vez mais bem informado sobre o emprego das Forças Armadas no enfrentamento ao Coronavírus do Norte ao Sul do país.

OUTRAS MÍDIAS


AEROFLAP - Escola de Especialistas de Aeronáutica tem novo Comandante


André Magalhães | Publicada em 31/03/2020 09:56

A Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR) realizou, no dia 25 de março, a Solenidade Militar alusiva à Passagem de Comando da Unidade. A cerimônia e o ato de transmissão do cargo foram presididos pelo Diretor de Ensino da Aeronáutica (DIRENS), Major-Brigadeiro do Ar Marcos Vinicius Rezende Mrad. O Brigadeiro do Ar Valdir Eduardo Tuckumantel Codinhoto passou o Comando do Berço dos Especialistas ao Coronel Aviador Antonio Luiz Godoy Soares Mioni Rodrigues.

Em suas palavras, o Brigadeiro Codinhoto comentou a importância da formação e do papel do militar em momentos de crise, como a atual situação mundial. “Neste momento, muitas nações e o nosso Brasil enfrentam uma guerra. Não há artefatos bélicos ou estratégias militares de ataque e defesa. Mas é verdadeiramente uma guerra. Somos uma força de emprego, somos profissionais do caos. Quando nada der certo, é a nós que a sociedade vai recorrer”, disse.

O Comandante substituto é natural de Piquete (SP) e praça de 04 de fevereiro de 1985. Antes de iniciar sua carreira como oficial aviador da Força Aérea Brasileira (FAB), formou-se na EEAR no curso básico de Controle de Tráfego Aéreo, graduando-se Terceiro-Sargento como primeiro colocado de sua turma. O Coronel Soares possui mais de 3.800 horas de voo e recebeu diversas condecorações, entre elas: Ordem do Mérito Aeronáutico, Ordem do Mérito da Defesa, Ordem do Mérito Naval, Medalha Mérito Santos-Dumont, Medalha do Pacificador, Medalha Eduardo Gomes – Aplicação e Estudo, Medalha Força Aérea da Itália e Medalha Military and Police Advisors’ Community (ONU). Será promovido ao posto de Brigadeiro do Ar em 31 de março de 2020.

MINISTÉRIO DA SAÚDE - Aplicativo Coronavírus SUS agora envia mensagens de alertas aos usuários


Silvia Pacheco | Publicada em 31/03/2020 14:52

Nova versão do aplicativo aumenta oferta de serviços no combate ao novo coronavírus. App está disponível nas plataformas digitais. Já o Disque Saúde 136 registrou entre 15 e 25 de março mais de 250 mil ligações sobre COVID-19

O aplicativo Coronavírus SUS (https://www.gov.br/pt-br/apps/coronavirus-sus) foi atualizado e agora pode interagir com o usuário por meio dos dispositivos móveis. A recente atualização permite que o Ministério da Saúde possa enviar mensagens e alertas aos celulares e tablets, mesmo com app fechado ou não sendo utilizado naquele momento. A ferramenta permite que a Secretaria de Vigilância em Saúde, responsável pela vigilância epidemiológica da pandemia do coronavírus no Brasil, disponibilize comunicados para usuários em geral ou segmentos públicos específicos. O app está disponibilizado nas lojas virtuais do Governo do Brasil nas principais plataformas digitais.

A avaliação de possível infecção também foi atualizada. Foram incluídos novos dados que qualificam o usuário dentro dos grupos de risco, conforme idade, sexo e comorbidades (associação de duas ou mais doenças). As recomendações para o usuário, de acordo com o resultado do que foi respondido, estão classificadas em: caso provável, não provável, grave e indicação de isolamento. Vale ressaltar que o teste é apenas um indicativo, precisando ser referendado por uma autoridade médica.

Os detalhes sobre as unidades básicas de saúde mais próximas também foram atualizados e agora informam, por exemplo, os horários de atendimento ao público e se, no momento da consulta, estão abertas ou fechadas.

O conteúdo do aplicativo está disponível, além de língua portuguesa, em espanhol e inglês, ampliando o acesso à informação a estrangeiros. Ainda, a plataforma ganhou recursos de acessibilidade, garantindo informações às pessoas com deficiência.

Desenvolvido pelo Departamento de Informática do SUS (DATASUS), o aplicativo Coronavírus SUS está disponível de forma gratuita desde de 28 de fevereiro e já foi baixado por mais de 3,5 milhões de usuários. O app reforça as ações do Governo Federal no combate à proliferação do novo coronavírus no país.

DISQUE SAÚDE 136

Para saber mais ou tirar dúvidas sobre a COVID-19, a população também pode contar com o serviço de informações do Disque Saúde 136, sob a responsabilidade da Ouvidoria-Geral do SUS. Nesse canal é concentrado um grande volume de informações, onde a população tem acesso por meio de atendimento humano e eletrônico. É mais canal gratuito para ajudar com informações sobre o coronavírus e seu enfrentamento. De acordo com o primeiro balanço do canal, no período de 27 de janeiro e 25 de março de 2020, foram recebidas 903.157 ligações, uma média de 15.307 atendimentos por dia. O período de aumento de atendimentos foi nos dias 27 e 28 de fevereiro, após a confirmação do primeiro caso de COVID-19 no Brasil.

Já em a partir do dia 15 de março, o Disque Saúde teve uma procura exponencial decorrente das notícias de aumento do número de casos confirmados no Brasil. Até o dia 25 de março foram recebidas 251.961 ligações a respeito do COVID-19. No atendimento humano foram consideradas as manifestações cadastradas e as informações disseminadas sobre o COVID-19. Entre 21 de janeiro e 25 março de 2020 as Ouvidorias do SUS realizaram 29.339 atendimentos.

Criado desde 2011 para substituir um antigo 0800, o telefone de contato 136 é gratuito de qualquer lugar do Brasil, independente de ser chamada de telefone fixo ou celular. De fácil memorização, o Disque Saúde, como é conhecido, é um serviço de utilidade pública para os cidadãos brasileiros. O serviço conta ainda com atendimento por internet, presencial, carta e, agora, por chat.

A Ouvidoria do SUS funciona como um canal direto entre usuários do Sistema Único de Saúde e a gestão do Sistema e sem a participação popular é impossível que estes canais de utilidade pública possam cumprir o objetivo de melhorar os serviços de saúde para a população brasileira.

AC24HORAS - Mais de 153 mil EPIs chegam ao Acre nesta 1ª semana de abril contra coronavírus


Da Redação Ac24horas | Publicada em 31/03/2020 16:05

O Acre está recebendo mais de 153 mil unidades de equipamentos de proteção aos profissionais que atuam diretamente no enfrentamento ao coronavírus no Estado. A lista com os EPIs foi divulgada nesta terça-feira (31) pelo Ministério da Saúde.

Entre os itens repassados ao Acre estão 250 óculos de proteção, 55.000 máscaras cirúrgicas e 2.600 sapatilhas. Há também álcool etílico, luvas máscaras, aventais e toucas.

Trata-se da terceira e última remessa de EPIs usados por profissionais de saúde que realizam atendimento dos pacientes infectados pelo coronavírus, em todo o país. O material chega nesta primeira semana de abril.

Até esta quinta-feira (2), a região Norte e alguns Estados do Nordeste receberão os kits. Conforme o MS, a distribuição dos itens para os Estados nortistas e nordestinos será realizada com apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), que transportará 18 toneladas em equipamentos.

Os materiais foram adquiridos pelo Ministério da Saúde por meio de cinco editais de compra emergencial publicados entre os meses de fevereiro e março no Diário Oficial da União (DOU).