NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL G-1


Pilotos sequestrados em MT são libertados na fronteira com a Bolívia

Evandro e Rodrigo ficaram em poder de narcotraficantes por 40 dias. A mulher do piloto disse que ele telefonou para ela nesta madrugada.

Pollyana Araújo Do G1 Mt

Quarenta dias após o sequestro, o piloto Evandro Rodrigues de Abreu e o copiloto Rodrigo Frais Agnelli foram libertados pelos criminosos, supostamente narcotraficantes, e entraram em contato com os familiares na madrugada desta quinta-feira (30). A mulher de Evandro, Márcia Abreu, contou ao G1 que o marido entrou em contato com ela por telefone e disse que estava em Guarajará-Mirim (RO), na divisa com a Bolívia. Eles procuraram a Polícia Militar daquela cidade e devem chegar ainda hoje em Mato Grosso. O avião de pequeno porte ainda não foi localizado.

"Ele disse que os dois estavam bem e que era para eu ficar calma", contou. Eles estavam em poder de criminosos desde o dia 20 do mês passado, quando foram sequestrados no aeroporto municipal de Pontes e Lacerda, a 483 km da capital, junto com a aeronave de propriedade da então candidata ao governo de Mato Grosso, Janete Riva.

Para a mulher, Evandro contou que os sequestradores não agiram com violência durante o período em que ficaram reféns deles. "Ele disse que eles só os ameaçaram com arma no aeroporto de Pontes e Lacerda e que, depois disso, não maltrataram mais eles", contou Márcia. Depois de soltar as vítimas em uma região de mata, os sequestradores devolveram os telefones celulares que durante todo o período ficaram desligados. Ela disse estar aliviada com a libertação do marido e do companheiro dele.

A assessoria do deputado estadual José Riva (PSD), marido de Janete Riva, informou que a liberação ocorreu de forma espontânea após suposto desentendimento entre os sequestrados por conta da venda da aeronave e que, depois de entrar em contato com a polícia, os pilotos também telefonaram para a família do parlamentar. O deputado adiantou que um avião irá buscá-los em Rondônia nesta quinta-feira.

Durante o período em que foram mantidos reféns dos criminosos, os pilotos foram obrigados a fazer voos para o transporte de drogas. Após o crime, a polícia de Mato Grosso foi à Bolívia várias vezes,mas não obteve sucesso nas buscas.
 

Pilotos embarcam de RO para MT após 40 dias de sequestro na Bolívia

Eles foram liberados pelos sequestradores e chegaram a Guajará-Mirim. Evandro e Rodrigo foram levados de Mato Grosso para a Bolívia em setembro.

Camilo Estevam E Dayanne Saldanha Do G1 Ro

O piloto Evandro Rodrigues de Abreu e o copiloto Rodrigo Frais Agnelli embarcaram na manhã desta quinta-feira (30) em Guajará-Mirim (RO), município distante cerca de 330 quilômetros de Porto Velho, e seguiram para Várzea Grande (MT). Eles foram sequestrados por criminosos, supostamente narcotraficantes, no aeroporto de Pontes e Lacerdas no dia 20 de setembro.

Segundo a Polícia Federal, piloto e copiloto chegaram a Guajará durante a madrugada, com ajuda de cidadãos bolivianos, e procuraram a Polícia Militar, em seguida foram levados para a Delegacia de Polícia Civil onde registraram um boletim de ocorrência.

Evandro e Rodrigo contaram à Polícia Civil que no aeroporto em Pontes e Lacerda, dois homens brasileiros chegaram encapuzados, anunciaram o assalto e os forçaram levantar voo. O avião teve radar e rádio de comunicação desligados. Com um GPS, os assaltantes passaram as coordenadas até uma pista de pouso clandestina em meio à mata, já em território boliviano.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência registrado, eles foram obrigados a conduzir a aeronave por mais duas pistas de pouso. Em cada aeroporto clandestino os sequestradores negociavam a aeronave com supostos narcotraficantes bolivianos e passavam dias no local. Evandro e Rodrigo alegaram terem sido alimentados normalmente, disseram ainda não ter sofrido violência física, mas ameaças de morte.

Na terceira e última pista em que pararam foram liberados e disseram ter andado por cerca de 12 horas até conseguirem uma carona até o município de Santa Rosa. Com ajuda de moradores, chegaram a Guayaramerín e atravessaram o rio Mamoré até Guajará-Mirim.

O caso

O avião da candidata ao governo de Mato Grosso Janete Riva (PSD) desapareceu do aeroporto municipal de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, no início da tarde do dia 20 de setembro. O piloto Evandro e copiloto Rodrigo foram sequestrados. O avião, um king air C90GTI, fabricado em 2006, é da família de Riva e trabalhava na campanha eleitoral. A aeronave não foi localizada.
 

FAB confirma ter encontrado avião Cessna desaparecido em Roraima

Militares acharam bilhete informando "intenção de deslocamento", diz FAB. Buscas a ocupantes continuam; avião havia desaparecido no domingo (26).

érico Veríssimo Do G1 Rr

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou uma nota à imprensa, por volta das 18h (horário local), confirmando que o avião Cessna PP-FFR, do governo de Roraima, desaparecido com cinco pessoas a bordo desde o domingo (26) foi encontrado na tarde desta quinta-feira (30), a cerca de 200 quilômetros de Boa Vista, "aparentemente sem grandes avarias". Um bilhete deixado na aeronave foi encontrado pelos militares que faziam as buscas.

Na tarde desta quinta-feira, a Secretaria de Comunicação do governo informou, antes da confirmação da Aeronáutica, que a aeronave tinha sido "encontrada em perfeito estado" em uma região de lavrado, sentido Sul do estado, mas os ocupantes ainda não haviam sido localizados.

Ainda de acordo com a FAB, não há informações sobre sobreviventes. O manuscrito, encontrado dentro do avião por dois paraquedistas de busca e salvamento, informava a "intenção de deslocamento dos ocupantes", segundo a Força Aérea.

A nota termina informando que os militares permanecem na região e seguem por terra em busca de sobreviventes. Por telefone, um capitão da FAB destacou que, a princípio, as informações são apenas as que estão no comunicado oficial enviado à imprensa.

"O bilhete informa que eles estavam apenas abandonando o local do acidente e se deslocando em uma determinada direção", destacou, sem dizer se havia informações de qual direção foi tomada pelos ocupantes e sobre o estado de saúde deles.

Apesar da nota oficial do governo divulgada mais cedo, a Força Aérea e a Base Aérea de Boa Vista disseram, naquele momento, não poder confirmar a informação. "A qualquer instante, a gente pode ter a confirmação, mas não temos como confirmar antes do retorno dessa aeronave [de resgate]", informaram as assessorias.

Boatos

Durante toda a tarde desta quinta-feira, informações não confirmadas oficialmente de que os ocupantes da aeronave também haviam sido encontrados levaram familiares e amigos ao Aeroporto Internacional de Boa Vista. No começo da noite, nota oficial da Força Área Brasileira confirmou que apenas a aeronave foi localizada, mas nenhum tripulante ou passageiro estava no local do acidente.

Na aeronave, estavam o piloto, identificado como Nonato, um enfermeiro chamado Teixeira e duas pacientes, uma delas grávida de nove meses e outra com problemas na placenta.

De acordo com o chefe da Casa Militar, coronel Amaro Júnior, as equipes de busca continuam os trabalhos com apoio do Exército e do Corpo de Bombeiros. "Retomaremos as atividades na manhã desta sexta-feira (31)", afirmou.

Entenda o caso

Uma aeronave de pequeno porte, que seguia de Santa Maria do Boiaçu, região Sul de Roraima, para Boa Vista, desapareceu no último domingo (26). Conforme informações da assessoria de comunicação da FAB, o avião decolou às 11h50 e estava com o pouso previsto em Boa Vista para às 14h do mesmo dia. No trajeto, a aeronave perdeu a comunicação com o radar de controle aéreo e desapareceu.

A assessoria da FAB informou ainda que estavam a bordo cinco pessoas e que no início da manhã de segunda-feira (27), um helicóptero Black Hawk e uma aeronave C-105 Amazonas foram empregados nas buscas pelo Cessna.

 

PORTAL EXAME.COM


Embraer certifica empresa colombiana para modernizar Tucanos


A Embraer certificou a Corporação da Indústria Aeronáutica Colombiana (CIAC) como centro de serviço mundial para modernizar os aviões Tucano T-27, informou nesta quinta-feira o Ministério da Defesa da Colômbia.

O gerente da CIAC, sociedade de economia mista sob o regime de empresa industrial e comercial do Estado, o general Flavio Ulloa, disse que essa certidão é uma conquista para o desenvolvimento da indústria aeroespacial da Colômbia.

"É nosso primeiro degrau para gerar uma indústria aeroespacial séria, para o que vamos caminhar com segurança", assegurou Ulloa em comunicado do Ministério da Defesa.

A Força Aérea Colombiana tem em sua frota mais de uma dezena de aviões Tucano modernizados pela CIAC e 24 unidades da versão moderna, os aviões de ataque ligeiro Super Tucano.

O militar acrescentou que a certidão permitirá gerar emprego, desenvolver a indústria e a engenharia, pois os que se capacitam nesta área terão novos e maiores campos de ação.

O general Ulloa assinalou, além disso, que, como a Embraer é a terceira maior empresa aeronáutica do mundo, com a certidão se abre um mercado para os Tucanos que precisam ser melhorados.

O diretor de vendas internacionais da Embraer, Nilton Medina, assegurou que o processo de certidão de um centro de serviço em nível mundial para aeronaves Tucano "é de muita importância não só para Embraer, mas para a indústria aeronáutica colombiana" porque não é uma tarefa fácil transformar-se em "um centro autorizado de caráter mundial".

Medina comentou ainda que para a Embraer é um "orgulho" poder participar do processo de desenvolvimento da indústria aeronáutica colombiana.

 

PORTAL BRASIL


Ministério indica criação do Comando e da Escola de Defesa Cibernética

Forças Armadas Estruturas, que devem ser instituídas em 2015, vão ser usadas pela Marinha, Exército e Aeronáutica

Ministério Da Defesa

A partir do próximo ano, o Exército Brasileiro começa a dispor de duas novas estruturas para fortalecer a política de segurança cibernética do País: o Comando de Defesa Cibernética e a Escola Nacional de Defesa Cibernética.

Por meio da Portaria Normativa nº 2777, de 27 de outubro de 2014, publicada ontem (28) no Diário Oficial da União (DOU), o ministro da Defesa, Celso Amorim, estabelece a diretriz “para implantação de medidas visando à potencialização da Defesa Cibernética Nacional."

No documento, o Ministério da Defesa define as atribuições do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), da Secretaria-Geral da pasta e do Exército para dar formato às propostas do Comando e da Escola de Defesa Cibernética.

Segundo o texto, cabe ao EMCFA supervisionar a implantação das medidas necessárias para criar o Comando e a Escola de Defesa Cibernética na Estrutura Regimental do Comando do Exército.

O documento informa também que as duas estruturas são para o exercício dos militares das três Forças (Marinha, Exército e Aeronáutica), cabendo ao Estado-Maior Conjunto “as atividades de coordenação nos casos de operações” que envolvam as Forças Armadas juntas, “especificando-se, em atos próprios, os aspectos inerentes ao controle operacional.”

A portaria determina à Secretaria-Geral que adote “providências relativas à disponibilização de recursos orçamentários e de pessoal para a viabilização das medidas e para evitar a descontinuidade de projetos”, além de elaborar proposta de criação de infraestruturas de apoio ao pessoal que irá compor os quadros de trabalho do setor cibernético e enquadrar as tecnologias do setor cibernético dentre as prioritárias no âmbito da pasta.

O documento, por fim, estabelece que cabe ao Exército “tomar providências necessárias para ativação” dos Núcleos do Comando de Defesa Cibernética e da Escola Nacional de Defesa Cibernética, além de coordenar e propor a estrutura organizacional e demais providências com o objetivo de implantar as duas entidades.

A expectativa do Ministério da Defesa é de que as estruturas comecem a se consolidar em 2015.

 

Defesa aprova convocação de profissionais da área de desporto

Serviço Militar Iniciativa acontecerá em 2015 e tem objetivo aprimorar estudos, técnicas e métodos no treinamento físico esportivo

O Ministério da Defesa aprovou o aviso de convocação visando selecionar profissionais na área do desporto de alto rendimento voluntários para a prestação de serviço militar temporário em 2015. A medida, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (30), está em conformidade com o regulamento da reserva da Aeronáutica e já está em vigor.

Com a decisão de selecionar os profissionais, o ministério busca, dentre outras coisas, recrutar atletas de alto rendimento, que possam participar de estudos e pesquisas, visando ao desenvolvimento e ao aprimoramento de técnicas e métodos para o treinamento físico e para a prática desportiva.

Os escolhidos terão ainda a oportunidade de representar os militares em torneios desportivos nacionais e internacionais, durante o período de incorporação, com base no Sistema Normativo do Serviço Militar, não se configurando, portanto, hipótese de preenchimento de cargo ou função pública.

 

Encontro discute ações integradas de defesa no universo eletromagnético

Informações privilegiadas Objetivo é fortalecer Forças Armadas para proteção do País, utilizando tecnologias de comunicação

Com o objetivo de promover a integração entre as Forças Armadas para proteção do País por meio do domínio de tecnologia de comunicação eletromagnética, começou na terça-feira (28) o V Encontro de Guerra Eletrônica de Defesa.

Entende-se por "Guerra Eletrônica" qualquer tipo de ação que se utilize de ondas eletromagnéticas – base da comunicação feita por rádios, radares e satélites – para obter informações privilegiadas em relação a um eventual adversário.

Na abertura do encontro, que segue sexta-feira (30), o chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, almirante Ademir Sobrinho, destacou a importância de as Forças Armadas estarem juntas no debate desse tema.

“Militares das três Forças se reúnem para seguir implementando ações estratégicas, ampliando o conhecimento, estreitando laços e fortalecendo a interoperabilidade no âmbito da Defesa nesse esforço de qualificação permanente e continuada”, disse.

Atualmente, com o crescimento cada vez mais acelerado de inovações tecnológicas no campo das comunicações, estima-se que nenhum tipo de conflito seria iniciado sem que houvesse troca ou captação de informações por meio do espectro eletromagnético.

Daí a importância de se investir em pesquisas científico-tecnológicas que tornem o país capaz de reagir diante de qualquer ameaça estrangeira.

“Trata-se de uma atividade contínua e sistemática, feita de forma que você levante informações sobre quais são os sistemas de comunicação que outros países utilizam”, explicou o comandante do Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (CCOMGEX), general Carlos Roberto Pinto de Souza.

Diante dessa realidade, o general destaca que é primordial que Marinha, Exército e Força Aérea atuem de forma integrada, tanto na edificação de estruturas físicas e aquisição de equipamentos, quanto na capacitação de pessoal para fortalecer a defesa do Brasil no setor.

“Pela grande diversidade de plataformas que são empregadas no campo de batalha de Guerra Eletrônica e pela grande diferença de eficácia de cada Força, a interoperabilidade é quesito fundamental”, afirmou.

Além disso, o oficial acrescentou que não é fácil formar o profissional capacitado para atuar no setor. “Por ser uma área de alta especialização, atuamos no sentido de agrupar para formar uma equipe conjunta, com a qual se tem muito mais capacidade de desenvolver projetos complexos”, ressaltou.

O coronel Francisco Medved, da Subchefia de Inteligência de Defesa do Ministério da Defesa, destacou ainda os esforços para que a Base Industrial de Defesa (BID) desenvolva equipamentos modernos e seguros nesse universo.

“Existem indústrias que estão trabalhando para desenvolver projetos de equipamentos que possuam tecnologia de Guerra Eletrônica. Isso é fundamental porque o país precisa estar apto a produzir equipamentos com tecnologia avançada para proteger as nossas estruturas”, afirmou.

Contribuição de Guerra Eletrônica no Sisfron

Um bom exemplo do emprego do conhecimento de Guerra Eletrônica em prol do País poderá ser observado na implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), projeto estratégico do Exército Brasileiro.

Nesse sistema, os profissionais do setor, chamados de “guerreiros eletrônicos”, poderão contribuir com as ações das polícias estaduais e Rodoviária Federal.

“Dentro do Sisfron, a Guerra Eletrônica ajuda a verificar as comunicações que estão sendo usadas por organizações criminosas.

Ao mapear todo o tipo de comunicação, você produz conhecimento que servirá de apoio para as operações das polícias em termos de Inteligência”, explicou o general Carlos Roberto.

O Sisfron tem como objetivo fortalecer a capacidade de ação do Exército na faixa de fronteira do País, uma área de 16.886 quilômetros de extensão.

Panorama Histórico

O conceito de Guerra Eletrônica teve seu início na Batalha Naval de Tsushima, durante a Guerra Russo-Japonesa, em 1905*, quando já era comum a comunicação via radiotelegrafia.

Foi nessa batalha que, após seguir uma embarcação russa, um navio japonês começou a enviar mensagens de radio a seus superiores na tentativa de informá-los sobre a localização inimiga. Muitos navios russos conseguiram interceptar os sinais dessas mensagens, o que já caracterizou uma Medida de Apoio de Guerra Eletrônica (Mage).

 

JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


FAB encontra bilhete em avião desaparecido há cinco dias em RR


A FAB (Força Aérea Brasileira) localizou na tarde desta quinta-feira (30) uma aeronave de propriedade do governo de Roraima que estava desaparecida havia cinco dias. Um bilhete foi encontrado no avião, mas ainda não há informações sobre sobreviventes, afirmou a corporação.

Em nota, a FAB informou que a aeronave Cessna PP-FFR foi encontrado a cerca de 200 km da capital Boa Vista (RR), "aparentemente, sem grandes avarias". Dois paraquedistas de busca e salvamento tiveram acesso à aeronave e afirmaram apenas que o bilhete "informava a intenção de deslocamento dos ocupantes do avião".

Ao todo, havia cinco pessoas na aeronave quando ela desapareceu. Os militares permaneceram no local e fizeram buscas por terra em busca dos sobreviventes, mas eles ainda não foram localizados.

 

AGÊNCIA SENADO


Odacir Soares destaca 30 anos da base aérea de Porto Velho


Da Redação E Da Rádio Senado

O senador Odacir Soares (PR-RO) saudou os integrantes da Força Aérea Brasileira pelos trinta anos da inauguração da Base Aérea de Porto Velho (BAPV), que serão completados nesta sexta-feira (31). Essa unidade militar está vinculada ao 7º Comando Aéreo Regional (Comar) e, segundo o parlamentar, faz parte do contingente responsável pela defesa da Amazônia Ocidental.

Odacir Soares ressaltou que o papel da Base Aérea de Porto Velho ganha importância maior por causa da situação precária das estradas na região e pela dificuldade de transporte, o que torna o uso dos aviões uma necessidade que vai além das ações de defesa nacional.

— Além disso, exerce também o suporte operacional das missões e atividades realizadas pelo Comar junto às populações carentes, como atendimentos médicos e odontológicos em comunidades ribeirinhas ou tribos indígenas de toda a região norte — afirmou.

O senador disse, ainda, que, em 2015, será instalado, na Base Aérea de Porto Velho, um Grupo de Comunicações e Controle, para dar apoio nas regiões onde a cobertura dos radares não for suficiente, iniciativa que faz parte da estratégia nacional de defesa.

Ele ainda lembrou que nesta quarta-feira (30) é comemorado o trigésimo aniversário da Base Aérea de Boa Vista, em Roraima.

 

OUTRAS MÍDIAS


PORTAL BV NEWS (RR)


Vítimas de acidente aéreo deixam bilhete informando deslocamento

Dois paraquedistas de busca e salvamento da FAB tiveram acesso à aeronave, encontraram um bilhete que informava a intenção de deslocamento dos ocupantes

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou agora à noite que uma aeronave SC-105 confirmou a localização, na tarde desta quinta-feira (30), do Cessna PP-FFR, desaparecido com cinco pessoas a bordo desde a tarde de domingo (26).

O avião, de propriedade do governo de Roraima, foi encontrado a cerca de 200 km da capital Boa Vista (RR), aparentemente, sem grandes avarias.

Ainda não há informações sobre sobreviventes. No entanto, os dois paraquedistas de busca e salvamento da FAB que tiveram acesso à aeronave, encontraram um bilhete que informava a intenção de deslocamento dos ocupantes.

Os militares permanecem na região e seguem por terra em busca de sobreviventes.

A nota é assinada pelo chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, sediado em Brasília, o brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic.

CASA MILITAR

O chefe da Casa Militar, coronel Amaro Júnior, informou que a aeronave foi localizada por volta das 14 horas desta quinta-feira.

"Os ocupantes não foram encontrados, seguiram a pé e amanhã vamos enviar equipes para ajudar na localização", declarou.