SAÚDE

FAB transporta coração para salvar criança em Brasília

Publicado: 08/02/2012 20:44
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Pela terceira vez em menos de um mês a Força Aérea Brasileira (FAB) atua em conjunto com a Central Nacional de Captação de Órgãos para a viabilização de um transplante. Nesta quarta-feira, 8, uma menina do Distrito Federal de 2 anos de idade recebeu um coração de um menino também de 2 anos, vítima de um atropelamento em São Paulo. A paciente sofria de cardiomegalia, doença que aumenta o volume do coração.

A cirurgia realizada no Hospital das Forças Armadas começou no final da tarde, em Brasília, mas toda a mobilização para o transplante começou na madrugada. “Agilidade é fundamental para o sucesso da cirurgia”, afirma o chefe da equipe médica do Instituto de Cardiologia de Brasília, Fernando Atik.

O planejamento da logística que possibilitou a captação e transporte do órgão ficou sob responsabilidade do Serviço Regional de Saúde do VI Comando Aéreo Regional (SERSA 6) e do Centro de Coordenação e Salvamento de Brasília (SALVAERO).

Duas aeronaves da FAB foram acionadas para a missão. Um Learjet e um helicóptero, ambos do Grupo de Transporte Especial (GTE). O jato trouxe o coração até a Base Aérea de Brasília. Depois, o helicóptero seguiu para o Hospital das Forças Armadas, onde uma equipe de especialistas esperava para iniciar a cirurgia.

Apesar de atuarem sempre em missões de misericórdia, os pilotos revelam que não há como ficar indiferente quando se transporta algo tão precioso.“Eu tenho uma filha de 2 anos e a oportunidade de ajudar a salvar uma vida é gratificante”, revela o Major Aviador Alexandro Mendes, piloto do helicóptero. Veja abaixo, as declarações dos pilotos.