SOLIDARIEDADE

Unidade da FAB coordena apoio à arrecadação de alimentos no Rio de Janeiro

A campanha contou com a participação de várias Organizações Militares da Força Aérea Brasileira e visa ajudar famílias vulneráveis da Zona Portuária do Rio de Janeiro (RJ)
Publicado: 29/05/2020 11:48
Imprimir
Fonte: PAME-RJ
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Flávia Rocha - Revisão: Capitão Oliveira Lima

Na luta contra a pandemia do novo Coronavírus, o Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) arrecadou duas toneladas de alimentos não perecíveis para montagem de cestas básicas. A iniciativa contou com a participação de várias Organizações Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) e visa ajudar famílias vulneráveis da Zona Portuária do Rio de Janeiro (RJ).

A campanha foi realizada em apoio à Fundação Gol de Letra, Organização sem fins lucrativos da sociedade civil, instituída pelos tetra-campeões mundiais de futebol Raí de Oliveira e Leonardo Nascimento de Araújo. A instituição é reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como modelo mundial no apoio às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Para essa campanha, o PAME-RJ contou com a colaboração do Parque de Material Aeronáutico do Galeão (PAMA-GL), da Odontoclínica de Aeronáutica Santos-Dumont (OASD), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC), do Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA), dos Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo do Galeão, dos Afonsos e de Telemática do Rio de Janeiro, da Junta de Julgamento da Aeronáutica (JJAER) e da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA).

As cestas básicas serão entregues a famílias atingidas pela crise gerada pela pandemia, moradoras do bairro do Caju e do complexo de comunidades da localidade, que possui aproximadamente 20 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Estamos fazendo uma articulação da Fundação em conjunto com a Rede Intersetorial do Caju. Então, além do PAME-RJ, temos outras instituições participando. Hoje, em nosso cadastro, há mais de 2.200 famílias para o recebimento de cestas básicas. Como a situação da pandemia está se alongando, o número de cadastrados não para de crescer”, explicou Crislaine Marcelo de Lima, Coordenadora de Projetos da Fundação Gol de Letra.

O Diretor do Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro, Coronel Engenheiro André Eduardo Jansen, falou da importância da iniciativa. "O PAMA-RJ coordenou as arrecadações e interagiu com várias Organizações Militares subordinadas ao DECEA na área do Rio de Janeiro e com o PAMA-GL. Houve também uma cooperação muito grande dos Comandantes e Diretores das diversas Unidades, que ficaram sensibilizados e motivaram seus efetivos a participarem. Solidariedade é isso, é reconhecer a dor do outro e procurar fazer o que estiver ao seu alcance para amenizá-la”, finalizou o Diretor.

Fotos: Soldado Cleanderson