COVID-19

Ministério da Defesa realiza treinamento para profissionais de saúde em Canoas (RS)

Hospital de Aeronáutica de Canoas foi designado para ser o Centro de Treinamento da região Sul do país
Publicado: 07/05/2020 11:22
Imprimir
Fonte: HACO
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Flávia Rocha - Revisão: Major Monteiro

A Força Aérea Brasileira (FAB) iniciou, nessa terça-feira (05/05), no Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO), no Rio Grande do Sul, o treinamento de profissionais de saúde para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus. A Unidade foi designada pelo Ministério da Defesa (MD) para ser o Centro de Treinamento da região Sul do país.

O curso de 16 horas/aula ocorre durante o mês de maio, com o objetivo de aprimorar profissionais da saúde para assistência de pacientes com suspeita ou com diagnóstico de COVID-19, realizando procedimentos seguros, com conhecimento técnico-científico sobre a patologia, suas manifestações clínicas e as normas de proteção individual adequadas para si e para os demais membros das equipes de saúde.

Ao todo, 40 militares das três Forças (Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e FAB) participam do curso nesta semana. Em um primeiro momento, o treinamento é voltado para militares, mas a intenção do Ministério da Defesa é abrir espaço também para profissionais civis, conforme a demanda e a disponibilidade de vagas nas turmas a serem constituídas.As atividades fazem parte de uma ação da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desportos (SEPESD) do Ministério da Defesa. Durante a transmissão de conhecimentos, são ministradas aulas teóricas e simulações práticas para médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem. Para tanto, foram disponibilizadas quatro estações com manequins básicos e avançados, monitores/desfibriladores e ventiladores mecânicos, o que permite aos alunos poderem realizar um treinamento de imersão no atendimento ao paciente com COVID-19.

As equipes de instrução envolvidas nos treinamentos práticos são compostas por profissionais multidisciplinares da área da saúde do HACO. “O objetivo do treinamento é simular a realidade do paciente no ambiente hospitalar”, explicou o Chefe da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HACO e instrutor do curso, Tenente Médico Vinícius Ayres.

Segundo o Chefe Adjunto da Divisão de Medicina do Hospital Militar de Área de Porto Alegre, Tenente Coronel Médico do Exército Brasileiro Frederico Fuhrmeister, aluno do curso, o programa é de alto nível técnico. “Superou as minhas expectativas. Tenho certeza de que agregou muito valor aos profissionais que atuam na linha de frente contra o novo Coronavírus”, enfatizou.

Outras unidades

As atividades tiveram início, concomitantemente, em outras duas Organizações Militares: no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília (DF) e na Escola de Saúde do Exército (EsSEx), na capital do Rio de Janeiro.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

Texto: Coronel Médico Mauro Amim, Major Dentista Flávio e Capitão Dentista Millane Lira/HACO

Fotos: Soldado Lucas Dorneles