OPERAÇÃO REGRESSO

Ministério da Saúde também participa de acompanhamento em Anápolis

Pasta acompanha surto de novo coronavírus desde o início de 2020 e participa da Operação Regresso à Pátria Amada Brasil
Publicado: 13/02/2020 18:55
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Oliveira Lima

Além do Ministério da Defesa e da Força Aérea Brasileira (FAB), o Ministério da Saúde também participa ativamente da Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, que transferiu em segurança 34 cidadãos brasileiros e familiares que estavam localizados na cidade de Wuhan, na província de Hubei, China, epicentro do surto do novo coronavírus (2019-nCoV), para o Hotel de Trânsito da Ala 2 - Base Aérea de Anápolis (GO). O sanitarista Marcus Quito, do Ministério da Saúde, falou sobre os trabalhos da pasta voltados para o enfrentamento ao novo coronavírus.

"O Ministério da Saúde vem acompanhando a dinâmica da epidemia do novo coronavírus desde o início de janeiro. A partir da detecção da ocorrência de casos na China, o Ministério da Saúde deflagrou um conjunto de medidas estratégicas que foram implementadas ao longo desse período e que culminaram em diversas iniciativas, protegendo, ampliando e promovendo um melhor entendimento a respeito de como essa doença estava acontecendo no planeta e quais os riscos dessa doença para o sistema público de saúde, para a população brasileira e de que maneira o Brasil poderia enfrentar essa epidemia de forma segura, organizada e qualificada", afirmou.

Nas 97 horas voadas pelos VC-2 que trouxeram os brasileiros e familiares de Wuhan até Anápolis, cada aeronave contava com um integrante do Ministério da Saúde, atuando em coordenação com a equipe médica do Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE), capacitada para realizar missões de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN).

"É a terceira fase do processo da Operação Regresso, na qual o Ministério da Saúde participa. Nós apoiamos e organizamos as ações no âmbito do planejamento da operação, da sua execução e também, agora, no processo de quarentena. Nós estamos com uma equipe aqui dedicada, monitorando a condição, trabalhando junto com as equipes de saúde das Forças Armadas e promovendo uma análise e um monitoramento epidemiológico da condição de saúde dessas pessoas que aqui estão", concluiu.

Diariamente, os participantes da quarentena têm seus sinais vitais checados e temperatura aferida duas vezes.

Programação
Na noite da quarta-feira (12), os cidadãos brasileiros e familiares hospedados no Hotel de Trânsito puderam acompanhar o espetáculo teatral Caixa de Areia. Já na manhã da quinta-feira (13), eles acompanharam a uma apresentação musical.

Boletim
O Ministério da Defesa divulgou, nesta quinta-feira, o Boletim n° 4 da Operação Regresso à Pátria Amada Brasil. Segundo a publicação, todos os hóspedes que se encontram em quarentena na Ala 2 - Base Aérea de Anápolis permanecem com o quadro assintomático e continuam passando por avaliações clínicas diárias. Confira aqui o Boletim na íntegra.

Para mais informações, acesse a página especial da Operação Regresso à Pátria Amada Brasil.

Veja, ainda, o álbum de imagens da Operação no Flickr da FAB.

Fotos: Tenente Felipe Bueno e Soldado Wilhan Campos /CECOMSAER