ANIVERSÁRIO

2°/5° GAV comemora 66 anos de criação

Durante a cerimônia, foram realizadas diversas homenagens à Unidade que executa a especialização dos pilotos de caça da FAB
Publicado: 23/09/2019 21:00
Imprimir
Fonte: Ala 10, por Tenente Juliana Lopes
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Elias - Revisão: Tenente-Coronel Santana

O Esquadrão Joker (2º/5° GAV), Unidade responsável pelo Curso de Especialização dos Pilotos de Caça da Força Aérea Brasileira (FAB) e de Nações Amigas, completou 66 anos de história na terça-feira (17/09). A data foi comemorada com a realização de uma solenidade militar na área operacional da Ala 10, em Parnamirim (RN).

Na cerimônia, presidida pelo Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Marcelo Fornasiari Rivero, foram homenageados o Graduado e o Praça Padrão, Sargento José Anchieta Silva e Soldado José Otávio da Silva Dantas, respectivamente, eleitos pelo efetivo do Esquadrão, relativos ao ano de 2019. Já o Sargento João Gutemberg de Sousa foi homenageado por ter completado 15 anos de serviço em Esqudrão de Caça.

A Menção Joker Honorário foi entregue ao Tenente Especialista em Aviões Jonatas Barros Xavier, do Grupo Logístico da Ala 10, e ao Suboficial Especialista em Controle de Tráfego Aéreo André Cavalcanti Moura, do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Natal. O título tem como objetivo reconhecer os militares que se destacam no cumprimento de suas atribuições e que, com isso, contribuem para a missão do 2º/5º GAV.

Em seu discurso, o Comandante do Esquadrão, Tenente-Coronel Aviador Leandro Barbosa Ferreira Pinto, ressaltou a importância da missão da Unidade, que nasceu em solo potiguar, herdeira da vocação aeronáutica do Campo de Parnamirim, o Trampolim da Vitória na Segunda Guerra Mundial. "Rendemos homenagens ao Esquadrão Joker, que busca na força de suas tradições e na riqueza de seu passado, a inspiração que alimenta o entusiasmo do presente e impulsiona o seu efetivo no cumprimento da nobre missão de forjar o futuro da Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira", destacou o Tenente-Coronel Barbosa.

História

A história do Esquadrão Joker tem origem no 3º/1º Grupo de Aviação de Caça, com as aeronaves F-47, o qual foi transferido da Base Aérea de Santa Cruz (RJ) para Parnamirim (RN). Sua bolacha também tem origem no 3º/1º GAvCa. Neste emblema, o avestruz representa o instrutor transmitindo ao estagiário, representado pelo pinguim, a ordem, a disciplina, a perseverança e as tradições de um passado escrito com ferro, sangue e fogo nos céus da Itália, pelo 1° Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA).

 

Fotos: Cabo Simplício