INDÚSTRIA AEROESPACIAL

Comandante da Aeronáutica participa da celebração dos 50 anos da Embraer

Evento, ocorrido nesta segunda (19), relembrou a criação da empresa
Publicado: 19/08/2019 19:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Tenente-Coronel Santana

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e Oficiais-Generais do Alto Comando da Aeronáutica, participaram nesta segunda-feira (19), em São José dos Campos (SP), de evento comemorativo aos 50 anos de fundação da empresa Embraer. A solenidade também contou com a presença do Ex-Ministro da Infraestrutura e das Comunicações, Tenente-Coronel reformado da Força Aérea Brasileira e um dos fundadores da Embraer, Ozires Silva, e do Prefeito da Cidade, Felício Ramuth, dentre outros convidados. Como parte da celebração, houve demonstrações aéreas de modelos aeronáuticos produzidos pela empresa e, ainda, uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

O Tenente-Brigadeiro Bermudez relembrou os feitos da Embraer, citando o desenvolvimento dos primeiros vetores, desde a década de 1960 até os dias atuais. “Em poucos dias, o mundo assistirá à entrega do primeiro KC-390, aeronave multifunção da Força Aérea Brasileira (FAB) que contribuirá para o cumprimento da nossa missão constitucional de controlar, defender e integrar o espaço aéreo brasileiro”, discursou.

O Presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, destacou que a FAB é uma das grandes parceiras no desenvolvimento de novos projetos. “A entrega do KC-390 marca uma nova fase para a instituição. Nesse momento, a cooperação com a Força Aérea torna-se ainda mais relevante para a empresa”, afirmou.

Ozires Silva se emocionou ao relembrar os desafios enfrentados por aqueles que sonhavam ser possível fabricar aviões no país. “Ninguém poderia imaginar onde chegaríamos”, disse.

História

Criada em 1969, a Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A teve em seu propósito inicial ser uma companhia capaz de transformar conhecimento em engenharia e capacidade industrial.

Começou a escrever sua história com o Bandeirante, um avião turbopropulsor, de uso dual, civil e militar, com capacidade para transportar de 15 a 21 passageiros. O desenvolvimento de diversas plataformas fez com que os colaboradores obtivessem a experiência necessária para alçar um novo voo: a fabricação da aeronave multimissão KC-390.

Fotos: Sargento Bianca Viol / CECOMSAER

Vídeo: Sargento Keila dos Santos/CECOMSAER

Assista ao vídeo.