PROFESP

Programa Forças no Esporte no Recife atende 350 crianças

Projetos desenvolvidos nas organizações militares da FAB promovem inclusão social para crianças e jovens
Publicado: 16/07/2019 17:06
Imprimir
Fonte: DECEA, por Denise Fontes
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Elias - Revisão: Capitão Landenberger

Alunos do PROFESP no CINDACTA III cantam o Hino NacionalO Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III), localizado em Recife (PE), atende a 350 crianças e adolescentes, na faixa etária de 11 a 17 anos, de sete escolas da rede estadual de ensino no Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte (PROFESP). Já no Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Fernando de Noronha (DTCEA-FN), unidade subordinada ao CINDACTA III, 50 estudantes participam do projeto.

O PROFESP é uma iniciativa do Ministério da Defesa (MD), em parceria com o Ministério da Cidadania, Ministério da Educação e Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, desenvolvido por organizações militares de norte a sul do país, e conta com o apoio de militares e civis do efetivo da Forças Armadas e de professores de educação física da rede pública de ensino, que desenvolvem atividades esportivas e complementares durante o contraturno escolar. São oferecidas também aulas de reforço escolar, atividades socioeducativas, duas refeições balanceadas e transporte.

Banda de Música do CINDACTA III e equipe e alunos do Esquadrão Asa BrancaSegundo o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, o objetivo é democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte, como fator de formação da cidadania. “Temos percebido mudanças de valores e melhoria da autoestima desses jovens. Essas ações têm contribuído também para mudar a realidade de crianças e adolescentes de áreas de vulnerabilidade social, utilizando o esporte e a educação como instrumentos de transformação”, afirmou o oficial-general.

Várias unidades oferecem ainda projetos profissionalizantes, como o “Esquadrão Asa Branca”, coordenado pelo Grupamento de Apoio de Recife (GAP-RF). No CINDACTA III, os alunos participam de oficinas de auxiliar de escritório, telefonia e musicalização.

Kauã Michel participa da oficina de musicalização no CINDACTA III“Conseguimos transmitir às crianças e aos adolescentes que estão dentro do ambiente militar questões de valores de patriotismo e de honestidade, além de dar oportunidade para que esses jovens tenham um futuro promissor”, pontuou o Vice-Diretor do DECEA, Major-Brigadeiro do Ar Walcyr Josué de Castilho Araujo.

O jovem Kauã Michel Ferreira dos Santos, de 16 anos, é aluno da oficina de musicalização, que é desenvolvida por militares da Banda de Música do CINDACTA III. “Estou muito feliz em aprender as partituras e tocar flauta. Estou adorando o estágio”, comentou.

Mudança de Comportamento

Crianças e jovens participam de diversas atividades esportivasUm dos resultados observados é a mudança de comportamento entre os adolescentes atendidos pelo projeto. Para o professor de Educação Física José Victor Correa de Carvalho, da Secretaria de Educação e Esporte do Estado de Pernambuco, os benefícios se estendem além do esporte. “Agrega disciplina, cooperação e respeito ao próximo, transformando o caráter do indivíduo”, destacou.

A melhora não se restringe apenas ao comportamento. Reflete-se também no desempenho escolar. Daniel Rocha Fernandes foi um dos beneficiados do PROFESP. Em 2014, ele participou do Projeto Cajuzinho no Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) e hoje é aluno do Colégio Pedro II. “Tive a oportunidade de me preparar com professores altamente qualificados, sendo fundamentais para a minha aprovação no curso”, revelou o estudante.

PROFESP do CINDACTA III leva esporte para 350 alunosO Comandante do CINDACTA III, Brigadeiro do Ar Cesar Faria Guimarães, destacou a importância das parcerias firmadas entre as unidades militares, instituições governamentais e setores da sociedade civil. “A integração entre o CINDACTA III e a Secretaria de Educação e Esporte do Estado de Pernambuco é um exemplo de união de forças diversificadas em busca de agregar valor à sociedade pernambucana. Com essa parceria torna-se possível um amplo desenvolvimento de ações sustentáveis na formação de jovens em situação de vulnerabilidade social, bem como na difusão dos serviços prestados pela Unidade”, concluiu.

Fotos: Fábio Maciel / DECEA