ORDEM DO DIA

Dia da Aviação de Busca e Salvamento

Leia a Ordem do Dia alusiva ao Dia da Aviação de Busca e Salvamento
Publicado: 26/06/2019 12:00
Imprimir
Fonte: COMPREP
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Elias

"Escutei o barulho do helicóptero da Força Aérea e eu vi que ele vinha em nossa direção, uma alegria muito grande tomou conta de mim(...). Eu só sei que na hora que aqueles homens desceram do helicóptero e se aproximaram, eu não via homens ali, eu via anjos de resgate(...)."

Essas palavras foram proferidas por John Cleiton Venera, um dos dois tripulantes resgatados com vida, quatro dias após a queda da aeronave PT-ICN, na Serra do Mangaval, em Cáceres, no dia 5 de dezembro de 2018. Elas traduzem a importância do trabalho realizado por abnegados homens e mulheres da Aviação de Busca e Salvamento, que colocam o dever de socorrer feridos e salvar vidas acima de seus interesses pessoais e de seu próprio bem-estar, "PARA QUE OUTROS POSSAM VIVER".

A exemplo da busca ao PT-ICN, muitas outras missões foram realizadas, desde 1957, quando começou o Serviço SAR (do inglês Search And Rescue) no Brasil, inicialmente nas asas do Catalina e sob a supervisão do então recém-criado Salvaero (Centro de Coordenação de Salvamento) Amazônico. No entanto, a célebre data é comemorada em memória a uma das maiores operações de busca e salvamento do Brasil, ocorrida 10 anos depois, em socorro ao FAB 2068. Em 17 de junho de 1967, o C-47 FAB 2068 desapareceu na Amazônia com 25 pessoas a bordo. Após incansáveis buscas envolvendo 32 aeronaves, os destroços foram finalmente localizados pelo Albatroz FAB 6539 no dia 26 de junho e, no dia seguinte, os cinco sobreviventes foram resgatados pelo SH-1D FAB 8530. Foi então que o sobrevivente Tenente Velly proferiu a frase que se tornou emblemática para a Aviação de Busca e Salvamento: "Eu sabia que vocês viriam!"

Desde essa marcante operação, o Sistema de Busca e Salvamento Aeronáutico brasileiro passou por vários processos de modernização e transformação.

Hoje, o Sistema SAR, sob a coordenação do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, é composto por um centro nacional de controle de missão, que utiliza a rede internacional de satélites SAR, e quatro centros regionais de coordenação.

O Comando de Operações Aeroespaciais é o comando operacional conjunto responsável pelo comando e controle das operações de busca e salvamento, empregando militares altamente qualificados e aeronaves com capacidade de realizar a missão, como C-130, SC-105, P-95M, P-3AM, H-60, H-36 e, futuramente, o KC-390.

O Comando de Preparo, por sua vez, capacita as equipagens por intermédio de exercícios que reproduzem, do modo mais fiel possível, os cenários das missões reais. Com efeito, as técnicas, as táticas e os procedimentos de resgate em combate, de busca eletrônica, de utilização dos óculos de visão noturna e de atendimento pré-hospitalar, entre outros, estão em constante atualização, graças ao processo de preparo operacional desenvolvido no âmbito do COMPREP e das organizações subordinadas.

Sem dúvida alguma, orgulhamo-nos de dizer que a Força Aérea Brasileira possui um serviço de busca e salvamento de excelência, que confere segurança à navegação aérea e possibilita celeridade na localização e no resgate de vítimas de eventuais acidentes aeronáuticos ou marítimos em uma área de 22 milhões de quilômetros quadrados.

No dia em que se celebra a Aviação de Busca e Salvamento, exaltemos os feitos memoráveis de nossos antecessores que, com destemor e dedicação, sustentaram a bandeira do SAR. Que esse legado seja fonte inspiradora para as novas gerações que, diante das adversidades, deverão empregar os recursos e as tecnologias disponíveis no cumprimento do seu dever, realizando, assim, a nobre missão de salvar vidas, com prontidão e eficiência.

Senhoras e senhores, sigamos confiantes em nossos propósitos, com a certeza de que em todo momento que preciso for, a qualquer hora do dia, em qualquer lugar do nosso imenso Brasil, ainda que sob as mais desfavoráveis condições, poderemos dispor da bravura e da determinação dos homens e mulheres do serviço de busca e salvamento que nunca desistem de suas missões e são constantemente impulsionados pela máxima: "POR UMA VIDA A ORDEM É LUTAR!"

 

Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral

Comandante de Preparo