ESPORTE

Atletas da FAB se destacam em competições de diversas modalidades

No Campeonato Mundial de Taekwondo, sargentos da Força Aérea ficaram com a prata e o bronze
Publicado: 29/05/2019 17:47
Imprimir
Fonte: CDA
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Adauto Fraga - Revisão: Capitão Monteiro

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) se destacaram em competições esportivas realizadas no Brasil e no mundo. Confira os resultados em diversas modalidades:

Judô

Após vencer quatro combates, o Sargento Jeferson Santos Júnior conquistou a medalha de ouro da categoria até 73 kg da Copa Pan-Americana de Judô, realizada no último fim de semana, na Cidade do Panamá.

Para conquistar a medalha, o militar passou pelos seguintes judocas: o colombiano Leider Navarro, o peruano Jesus Gavidia, e os brasileiros Lincon Neves, na semifinal, e David Lima, na final, que venceu por Ippon.

“A minha próxima meta é a preparação para o Junior European Judo Cup, que será realizado na Áustria, nos dias 1º e 2 de junho de 2019. Essa competição é muito importante para mim, por contar pontos na classificação para o Campeonato Mundial de Judô Júniors, que será no Marrocos, no mês de outubro, destacou. 

O atleta, com essa conquista, adicionou pontos para o ranking continental e, com isso, conseguiu a vaga para os Jogos Panamericanos de Lima 2019, anunciada este mês pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Handebol

Onze sargentos da FAB conquistaram o título de Campeão Sul-Centro Americano de Handebol de Clubes, defendendo a equipe do Handebol Taubaté/FAB/UNITAU, no domingo (26). A final foi disputada contra a equipe argentina do UNCLU e terminou com placar em 27 a 21 para o time brasileiro, que se tornou hexacampeão do torneio.

Na avaliação do Sargento André Martins Soares, um dos destaques das partidas, a força coletiva do grupo e o foco no treinamento foram essenciais para a conquista do primeiro lugar na competição. "Isso é resultado de muita dedicação e muito treino, e sem isso não seria possível", declarou o militar.

O título valeu a vaga no Campeonato Mundial de Clubes, que ocorrerá em outubro, na Arábia Saudita.

Bocha Paralímpica

Nos dias 25 e 26 de maio, a Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) foi palco da Seletiva Regional Leste de Bocha Paralímpica. A competição que fez uso do Centro Olímpico de Treinamento (COTA), contou com a participação de 35 atletas de 11 diferentes clubes, dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, fomentando a integração social de atletas civis e militares reformados com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas.

“O evento foi espetacular e vibrei até o último momento que pude”, destacou o Soldado da  FAB Thiago Silva.

“Foi uma participação importante para mim, minha primeira na bocha. Me senti útil, fiquei em 4° lugar, por uma bola e falta de concentração, mas eu amei e quero treinar mais para conquistar uma medalha”, explicou o Soldado da FAB Thiago Viceconti.

A bocha adaptada pode ser praticada por homens e mulheres. É um esporte paralímpico no qual o Brasil se destaca e que age como meio de integração social na vida de pessoas com deficiência. Na CDA, a bocha adaptada é desenvolvida por meio  do Projeto João do Pulo, de iniciativa do Ministério da Defesa, onde o foco são os militares que se tornaram deficientes, e para quem este esporte se tornou fonte da valorização pessoal.

Ciclismo

A Sargento Ana Polegatch, ciclista do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR) da FAB, conquistou, na quinta-feira (23), a medalha de bronze na Chabany Race, corrida da União Ciclística Internacional (UCI), realizada em Kiev, Ucrânia.

A militar, após pedalar 98 km, conseguiu fechar a prova com tempo de 2h41min e terminar com a terceira colocação.

“Sem palavras para descrever a emoção de subir nesse pódio. A prova foi dura, com uma subida bem inclinada, o que exigia muita potência. E, ao longo das oito voltas no circuito, a dificuldade era ainda maior. O grupo veio compacto para a chegada, consegui estar bem posicionada e garantir a terceira posição, e, com ela, pontuação para o ranking olímpico”, destacou a atleta.

A prova é válida para o ranking internacional da UCI, e conta pontos na classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A FAB foi representada, também, pelas Sargentos Thayná Araujo e Camila Coelho, esta conseguindo a 10ª colocação.

Taekwondo

A Sargento Caroline Gomes dos Santos e o Sargento Maicon de Andrade Siqueira conquistaram, no domingo (19), a prata e o bronze no Campeonato Mundial de Taekwondo, que foi disputado na cidade de Manchester, no Reino Unido, ajudando o Brasil a ter seu melhor desempenho na história dessa competição.

Além deles, o Sargento João Pedro Chaves participou na competição chegando até as quartas de final. Todos eles pertencem ao PAAR da Força Aérea e estarão presentes nos 7º Jogos Mundiais Militares da China, em outubro.

A Sargento Caroline, prata na categoria -62Kg, comentou que este resultado a alçou até o top 10 no ranking mundial. “Quero ressaltar a importância do apoio da FAB que me dá o suporte para que eu possa investir no esporte, viajando para competição e treinamentos, preparando-me da melhor maneira possível para representar meu país”, disse.

O Sargento Maicon, que conquistou o bronze na categoria +87Kg e que foi o primeiro brasileiro a ganhar uma medalha em olimpíadas pelo Taekwondo entre os homens, comentou que está muito feliz de ter participado da competição, um evento de grandes proporções e disse que esta é uma das “portas de entrada” para os Jogos Olímpicos.

“Consegui me sagrar medalhista mundial com a conquista da medalha de bronze para o Brasil em uma competição bem forte, com a participação dos melhores atletas do mundo. E me deixa muito feliz saber que a Força Aérea me proporcionou totais condições de chegar bem em um campeonato e me classificar para o mundial. “Hoje, sou medalhista mundial graças à Aeronáutica, que me possibilitou estar nas competições certas e, por isso, sou eternamente grato por este apoio", concluiu o Sargento Maicon.

Atletismo

Com nove medalhas no Campeonato Sul-Americano de Atletismo, os atletas da FAB ajudaram o Brasil a conquistar o 32º título da competição. A disputa foi realizada no Estádio de La Videna, em Lima, no Peru, em abril deste ano.

A FAB contou com a participação de 10 atletas em sete provas diferentes e conquistou nove medalhas, sendo quatro de ouro e cinco de prata. A equipe Brasileira conquistou, ao longo dos três dias de competição, 44 medalhas (15 de ouro, 19 de prata e 10 de bronze).

O Sargento Augusto Dutra, ouro no salto com vara com a marca de 5m61 agradeceu o apoio da FAB para sua conquista. “Sou pentacampeão sul-americano do salto com vara, agradeço a todo suporte da Força Aérea. Estou muito honrado por representar e defender o Brasil em mais uma missão”, afirmou.

A equipe brasileira somou 377 pontos na classificação geral, sendo 180 no masculino e 197 no feminino. A Colômbia ficou em segundo lugar, com 288, seguida da Venezuela, com 153 pontos, no geral.

Foi a 32ª vitória do Brasil em 51 edições, sendo a 24ª consecutiva no masculino. No feminino, foram realizadas 40 competições na história, sendo que a seleção também ganhou 32 nessa categoria.

Fotos: Wagner Carmo e Sargento Xavier/ CDA; SPORTV; Divulgação / CBJ; e Lucas Ian/Max Sports