FORÇAS NO ESPORTE

Unidades da FAB reiniciam atividades do PROFESP em 2019

Aluna do PROFESP da Base Aérea de Salvador vai representar Brasil em campeonato mundial de orientação
Publicado: 11/04/2019 16:40
Imprimir
Fonte: Alas 8 e 10, BASV, BAFL, EPCAR
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria - Revisão: Major Alle

Defender o Brasil no Campeonato Mundial Escolar de Orientação 2019, que acontecerá na Estônia, entre 29 de abril e 5 de maio, é o novo desafio de Alana Santos de Souza, aluna do Programa Forças no Esporte (PROFESP) da Base Aérea de Salvador (BASV).

Alana foi classificada para compor a equipe brasileira no Campeonato Mundial Escolar de Orientação devido ao seu excelente desempenho na seletiva nacional, que aconteceu em Luziânia (GO), coordenada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar e pela Confederação Brasileira de Orientação (CBO).

Ela competiu com cerca de 80 estudantes de nove federações filiadas à CBO, inclusive alunos de Colégios Militares, e se classificou entre os três primeiros lugares da categoria D2. Foi a primeira vez que a aluna participou de um campeonato nacional.

Alana é baiana, tem 13 anos, estuda em uma escola municipal no município de Lauro de Freitas, participa do PROFESP desde 2013 e começou a treinar o esporte em 2015. Com mais de 35 medalhas conquistadas em campeonatos de Corrida de Orientação, ela é considerada uma grande atleta.

Sua primeira competição foi a Copa Nordeste de Orientação, realizada na Bahia, com integrantes de todos os PROFESP do Brasil. Alana conquistou o primeiro lugar em sua categoria, mesmo sem utilizar a bússola. Ela realizou a prova se guiando pela posição do sol, utilizando os conhecimentos adquiridos em duas semanas de treinamento, ministrado pelo Sargento Cássio Fernandes Silva dos Santos. “A partir deste momento, nunca mais esta menina parou”, conta a Tenente-Coronel Yara Nascimento de Souza, coordenadora do Projeto há quatro anos.

“Apesar da pouca experiência em competições nacionais, ela pode roubar a cena. Independentemente do que aconteça na Estônia, ela já é uma vencedora por alcançar tão brioso feito”, acredita o Sargento Cássio.

A preparação para o mundial será intensificada e Alana está otimista. “No treinamento do PROFESP irei praticar, principalmente, no ambiente onde tem dunas, para ganhar mais aptidão física. Sei que a Estônia têm muitas árvores grandes, e dependendo da estação poderei até me orientar pelo sol”, revelou.

Para a Tenente Assistente Social Julianna Pereira Nejaim, que atua no Projeto desde 2014, é extremamente gratificante ver que uma aluna, moradora de uma comunidade em situação de vulnerabilidade social, pode mostrar para as crianças do PROFESP que nada é impossível.  “Sua vontade, amor e garra ainda a levarão muito longe. Quem sabe se tornar uma Sargento, atleta de alto rendimento da FAB, seu maior sonho hoje!”, disse.

Barbacena (MG)

A manhã de segunda-feira (08/04) foi marcada pelo início das atividades do Programa Forças no Esporte (PROFESP), na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), em Barbacena (MG). Desde o ano de 2014 o projeto é desenvolvido na Escola e, este ano, serão atendidas 175 crianças, de ambos os sexos, com idades entre 7 e 15 anos. Os beneficiados são alunos regularmente matriculados em duas escolas municipais.

O Comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Mauro Bellintani, destacou alguns dos benefícios do PROFESP. “O programa tem trazido bons frutos para nós, da Organização Militar, para as escolas participantes e, consequentemente, para a comunidade de Barbacena. Tenho certeza que todas as crianças participantes gostarão da convivência aqui na Escola”, disse o Comandante.

“Esperamos chegar ao final do ano com estas crianças mais motivadas e que progridam nos valores que são desenvolvidos no PROFESP, como cidadania, amizade, amor ao próximo, trabalho em equipe, dentre outros”, ressaltou o Coordenador do Programa, Coronel Fernando Monteiro de Oliveira Júnior. Ele também informou que, além das atividades que já eram desenvolvidas nos campos esportivos e complementar, serão inseridas novas modalidades de atuação junto aos beneficiados.

Uma parceria com o Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais – Campus Barbacena (IF), vai permitir que acadêmicos atuem com as crianças nos campos da agronomia, agricultura familiar, conscientização ambiental, higiene corporal, laboratório de línguas e informática. O projeto de musicalização, que é desenvolvido por militares da Banda de Música da EPCAR também continuará fazendo parte da grade do PROFESP.

As escolas participantes deste ano são estreantes e a diretora da Escola Municipal Tony Marcos de Andrade, Eliana da Trindade Elias, externou sua expectativa. “Nós temos um público muito carente, em todos os sentidos. O acesso a este projeto por parte de nossos alunos é uma mudança total de vida. Espero que com esta inclusão, eles tenham o anseio em conhecer novos caminhos, de conseguir novas coisas e de estudar mais, pois, na nossa comunidade, a maioria dos alunos abandonam as escolas no ensino fundamental”, contou.

Parnamirim (RN)

A cerimônia de abertura do ano letivo 2019 do Programa Forças no Esporte (PROFESP), realizado na Ala 10, aconteceu na terça-feira (02). A solenidade foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Ala 10, Coronel Aviador Jorge Luís de Oliveira Sampaio, coordenador-geral do Programa na Ala.

Andressa Ritchelly, que participou da primeira edição do PROFESP na localidade, em 2009, foi convidada para falar aos alunos 10 anos depois. Hoje acadêmica do curso de graduação em  enfermagem, ela enfatizou as oportunidades que o Programa lhe trouxe e como os exemplos e ensinamentos adquiridos no convívio com a equipe a ajudaram a trilhar um caminho de sucesso.

De acordo com o coordenador-geral, a Ala 10 tem se empenhado em otimizar a infraestrutura disponibilizada ao projeto, com o intuito de aumentar a capacidade de atendimento para 400 crianças ainda em 2019. "Estamos empenhados em melhorar as instalações do Programa e eu tenho certeza que o PROFESP 2019 será ainda melhor que nos anos anteriores", afirmou o Coronel Sampaio.

Manaus (AM)

A Ala 8 realizou a cerimônia militar de abertura das atividades do Programa Forças no Esporte (PROFESP) 2019 na manhã de segunda-feira (01). O evento reuniu as 100 crianças que vão participar da iniciativa, seus familiares e militares da Guarnição de Aeronáutica de Manaus. Esta é a segunda edição do Programa que a Força Aérea coordena na capital amazonense.

A aluna Ana Beatriz Rodrigues Oliveira faz parte do PROFESP desde 2018. “É muito bom porque a gente pode conhecer atividades novas, participamos de muitos esportes e fazemos muita ordem unida. Foi muito bom participar ano passado e é muito bom participar este ano também. Eu aprendi a jogar basquete aqui”, contou.

O PROFESP coordenado pela Aeronáutica na capital amazonense reúne jovens de duas instituições públicas de ensino na faixa etária de 11 a 14 anos. O filho da dona de casa Kelly Fonseca Saraiva, Thiago Saraiva Barbosa, participou do programa também no ano passado. A mãe conta sobre os benefícios da atividade para a criança. “É o desenvolvimento, o conhecimento. Para mim é muito gratificante. Achei que ele ficou mais animado, mais esperto para os trabalhos de aula. Para ele, foi tão emocionante e uma alegria estar aqui”, disse.

Florianópolis (SC)

Também no dia 1° de abril, os alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP) iniciaram as atividades de 2019 na Base Aérea de Florianópolis (BAFL). O evento contou com a presença do Comandante da BAFL, Coronel Aviador Luiz dos Santos Alves, assim como militares e voluntários envolvidos com o projeto.

Cerca de 134 crianças e adolescentes de duas escolas são beneficiadas pelas aulas de rugby, judô, jiu-jítsu, vôlei, basquete, inicialização de teoria e prática musical, cidadania e educação. As atividades contam com a participação de profissionais civis, como professores e estagiários de Educação Física, além de militares que tem experiência nessas áreas.

PROFESP

O Programa Forças no Esporte é uma atividade social desenvolvida pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. O programa tem como objetivo contribuir para inclusão social de crianças e adolescentes residentes em áreas de vulnerabilidade social, por meio da prática esportiva orientada e de atividades complementares, que contribuam para a melhoria da qualidade de vida dos participantes.

*Com a colaboração de Tenente Juliana Lopes (Ala 10), Tenente Lorena Molter (Ala 8), Tenente Pérsia (BASV), Sargento Júlio Fonseca (EPCAR), Sargento Rosana (BAFL)

Fotos: Tenente Juliana Lopes (Ala 10), Soldado Arce (Ala 8), Sargento Domingos (EPCAR), BASV, BAFL