CARREIRA

Comandante da Aeronáutica profere aula inaugural na Universidade da Força Aérea

Comandante destacou suas diretrizes e concepções à frente da Força Aérea Brasileira
Publicado: 08/03/2019 12:30
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Gabrielli
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, proferiu a aula inaugural da Universidade da Força Aérea (UNIFA) no Rio de Janeiro (RJ), na manhã desta sexta-feira (08/03). Assistiram à apresentação os militares que estão realizando cursos na Escola de Comando e Estado-Maior (ECEMAR) e na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (EAOAR), além de integrantes da Escola Superior de Guerra (ESG), totalizando mais de 250 oficiais-alunos, além de instrutores e oficiais-generais. Antes da aula, aconteceu uma homenagem às mulheres, com a leitura da mensagem do Comandante da Aeronáutica em alusão ao dia Internacional da Mulher. 

O Tenente-Brigadeiro Bermudez destacou que um dos pontos focais de seu comando será a continuidade do  processo de aprimoramento operacional e gerencial da instituição, a fim de garantir os meios para que a Força Aérea Brasileira (FAB) cumpra sua missão com base na eficiência e em máxima otimização dos recursos. O oficial-general afirmou que, para isso, entre outros aspectos, é importante que se trabalhe tendo em vista uma instituição moderna e em estreita cooperação com outras estruturas governamentais e com as Forças Armadas de nações amigas.

Internamente, segundo ele, é preciso investir na valorização e capacitação dos recursos humanos, otimizando, também, as necessidades de pessoal, por meio, inclusive, da atualização dos quantitativos. O Tenente-Brigadeiro Bermudez destaca que a missão atribuída à FAB, de manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da pátria, deve nortear as ações de todos os homens e mulheres que compõem a instituição. "Todos somos responsáveis pelo futuro da Força, lembrando que as transformações acontecem através das pessoas - real força-motriz das mudanças", disse.   

O Comandante da Aeronáutica destacou, ainda, que a Governança ganhou destaque na Administração Pública, e a FAB, por sua vez, deve continuar aperfeiçoando seus processos operacionais, logísticos e administrativos, empregando sistemas de Tecnologia da Informação (TI), corrigindo rumos e resultados. Assim, faz-se necessário, mapear e rever processos, de modo a otimizar as atividades já realizadas, além de avaliar criteriosamente a necessidade de criação de novos projetos.

Os projetos estratégicos do Comando da Aeronáutica foram outro ponto importante da apresentação do Tenente-Brigadeiro Bermudez, que reforçou a relevância dos investimentos em ciência e tecnologia. Segundo ressaltou o Comandante, o projeto de aquisição de 36 aeronaves Gripen NG está em pleno andamento, sendo que em 2021 já devem ser entregues as primeiras unidades. Antes da chegada dos caças, deve acontecer a entrega das primeiras três unidades da aeronave multimissão KC-390, ainda neste ano. Outro projeto destacado pelo Tenente-Brigadeiro Bermudez foi o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), que articula diversos órgãos governamentais onde há demanda de serviços satelitais ou espaciais, desenvolvendo um caráter civil e militar ao projeto e fomentando a indústria nacional.

"Nossa Força Aérea passa por um momento especial. A chegada dos caças Gripen NG e dos cargueiros KC-390 e a implementação da estrutura necessária ao funcionamento do PESE marcam um novo período e, aos poucos, isso começa a fazer parte da nossa realidade. Esta é a Força do nosso futuro", afirmou o Tenente-Brigadeiro Bermudez. 

Fotos: Sgt Batista/CECOMSAER