NOTA DE FALECIMENTO

Falecimento do Tenente-Brigadeiro Marcos Antonio de Oliveira

Oficial-General ingressou na FAB em 1956 e exerceu importantes cargos e funções
Publicado: 30/01/2019 12:11
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

A Força Aérea Brasileira (FAB) lamenta informar o falecimento do Tenente-Brigadeiro do Ar Marcos Antonio de Oliveira, ocorrido nesta terça-feira (29/01), às 21 horas, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília (DF). 

O Tenente-Brigadeiro Oliveira ingressou na FAB no dia 1º de março de 1956 e foi declarado Aspirante a Oficial em 14 de janeiro de 1961. Com mais de 5.500 horas de voo, foi promovido ao último posto da carreira em 25 de novembro de 1998.

Ocupou cargos importantes como Comandante do Grupo Especial de Inspeção em Voo, Chefe do Curso de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica, Vice-Chefe do Gabinete do Ministro da Aeronáutica, Diretor do Departamento de Programas Espaciais da Secretaria de Assuntos Estratégicos. O oficial-general ocupou, ainda, a Diretoria-Geral do Departamento de Aviação Civil, a Presidência da Comissão de Desenvolvimento do Projeto e da Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (CISCEA), a Presidência da Comissão para Coordenação do Projeto do Sistema de Vigilância da Amazônia (CCSIVAM) e a Chefia do Estado-Maior da Aeronáutica.

O Oficial-General será velado na Paróquia Sagrada Família, em Araxá (MG) e o sepultamento acontecerá nesta quinta-feira (31) no Parque das Paineiras.