ESPAÇO

Centro de Operações Espaciais é inaugurado no Rio de Janeiro

O COPE-S garante o funcionamento, a operação e todos os serviços prestados pelo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação Estratégica
Publicado: 20/11/2018 18:45
Imprimir
Fonte: DIRAP, por Tenente Paola
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Capitão Landenberger

O Centro de Operações Espaciais Secundário (COPE-S) foi inaugurado, nessa segunda-feira (19), na Estação Rádio da Marinha do Rio de Janeiro (ERMRJ), como parte da infraestrutura que permitirá a operacionalização do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação Estratégica (SGDC). Em órbita desde maio de 2017, o SGDC vai permitir a transmissão de internet banda larga para todo o Brasil, bem como o monitoramento das fronteiras brasileiras.

Participaram da inauguração o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab; o governador do estado, Luiz Fernando Pezão; o presidente da Telebras, Jarbas Valente; o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas; o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Paulo Cézar de Quadros Küster; entre outros representantes da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira (FAB).

A Telebras é a entidade responsável pelo desenvolvimento, implantação e participação, em conjunto com o Ministério da Defesa, na operação do sistema de satélite. "Esse é um dia importantíssimo para o Estado Brasileiro, quando vemos o resultado do esforço de várias frentes", declarou Jarbas Valente.

O ministro Gilberto Kassab destacou a importância do projeto para soberania e defesa, além da oferta de internet a todo o país. “Esse projeto nos possibilita monitorar todas as fronteiras do país coibindo o tráfico e o contrabando. Todo equipamento público, seja ele municipal, estadual ou federal, contará com internet banda larga de alta capacidade para oferecer aos seus usuários, melhorando os serviços de saúde e educação, em qualquer lugar do Brasil”, citou o ministro em referência ao Programa Internet para Todos.

O COPE-S, no Rio de Janeiro, garante o funcionamento, a operação e todos os serviços prestados pelo SGDC em caso de impedimento do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P), que irá funcionar em Brasília (DF).

Fotos: Marinha do Brasil