TRÁFEGO AÉREO

Confira como é o trabalho do Controlador de Tráfego Aéreo

O Dia Mundial do Controlador de Tráfego Aéreo é celebrado neste sábado (20)
Publicado: 20/10/2018 00:01
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, Tenente Antonio Gonçalves
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

Quando se está em um avião para fazer uma viagem, poucos se lembram do Controlador de Tráfego Aéreo. Mas o silêncio na cabine de passageiros não é o mesmo no cockpit dos pilotos. Lá eles são constantemente instruídos por capacitados profissionais, distribuídos em todo o território nacional, para garantir a segurança de toda viagem.

Em 20 de outubro comemora-se o Dia Mundial dos Controladores de Tráfego Aéreo. A data é celebrada desde 1960, quando ocorreu o primeiro encontro internacional desses profissionais, na Grécia.

O controlador de tráfego aéreo estipula procedimentos de subida e descida, presta serviço de informação de voo e fornece importantes informações meteorológicas.

O serviço diário de um controlador é dinâmico, seja por alterações meteorológicas ou impraticabilidade de algum auxílio à navegação. Ainda, há casos de aeronave com prioridade para pouso: transportando órgãos vitais ou atendendo a emergências médicas, por exemplo.

A primeira turma de controladores de tráfego aéreo no país foi formada em 1944, na antiga Escola Técnica de Aviação (ETAv). O primeiro colocado foi o Suboficial da Reserva Francisco Drezza, que está atualmente com 94 anos. Em 1951 a ETAv, localizada em São Paulo (SP), e a Escola de Especialistas de Aeronáutica, no Rio de Janeiro (RJ), foram unificadas e transferidas para Guaratinguetá (SP), tendo como resultado a atual EEAR.

Experiência

Formada na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em 2010, a Sargento Lorena Correa faz parte do efetivo do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), em Brasília (DF). Ela destaca que para ser um bom profissional é necessário aperfeiçoamento constante, raciocínio rápido, visão espacial e capacidade de concentração.

Para ela, o controle de tráfego aéreo é uma profissão apaixonante. “Cada dia que chego para trabalhar eu sempre penso na responsabilidade que temos com tantas vidas. Isso me faz querer ser uma profissional cada vez melhor, para alcançar a máxima segurança para os usuários do espaço aéreo, de forma ordenada e fluida”, afirma a sargento Lorena.

Workshop

Na próxima semana (dias 24, 25 e 26) será realizado o Workshop Internacional do ATCO (Controlador de Tráfego Aéreo, do inglês, Air Traffic Controller), no Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III), em Recife (PE).

Confira esta e outras reportagens no Notaer de Outubro.

 Fotos: Sargento Bruno Batista / CECOMSAER