MISSÃO HUMANITÁRIA

Esquadrão Tracajá realiza Evacuação Aeromédica na Região Norte

Para a missão foi montada, adaptada e energizada uma incubadora na aeronave C-98 Caravan
Publicado: 17/09/2018 13:31
Imprimir
Fonte: 1° ETA, por Tenente Xavier
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Major Alle

O Esquadrão Tracajá (1° ETA), localizado em Belém (PA), foi acionado, no último sábado (15), para cumprir uma missão de Evacuação Aeromédica (EVAM) juntamente com o Hospital de Aeronáutica de Belém (HABE). Para isso, foi montada, adaptada e energizada uma incubadora na aeronave C-98 Caravan, que decolou às 06h55 no domingo, de Conceição do Araguaia (PA) para a capital Belém (PA), com a missão de resgatar um bebê recém-nascido prematuro com 32 semanas, que havia completado 13 dias de vida.

A EVAM se fez necessário porque o bebê estava com suspeita de infecção enterocolite necrotizante, quando porções do intestino sofrem necrose (morte das células), problema que geralmente ocorre em recém-nascidos prematuros. O paciente necessitava de apoio de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal com antibióticos e nutrição parenteral.

A missão foi realizada pela tripulação composta pelo Tenente Aviador Diego Carvalho Almeida, Tenente Aviador Pablo de Campos Cerbine, Sargento João Luis de Moraes Lopes, Capitão Médica Thaís Cristina de Lima Matos Negrão e pela  Tenente Enfermeira Dine Vitorina Pereira Barbosa de Pádua.

“Cumprir uma missão de EVAM, em que ajudamos um enfermo, é sempre gratificante. Mas cumprir uma EVAM para ajudar uma vida que acabou de chegar a este mundo tem um sentimento especial. Estamos muito felizes de poder auxiliar esta família”, ressaltou o Tenente Carvalho.

Após a aterrissagem, o bebê foi transferido para o Hospital Pró-Infantil de Belém.

 

Fotos: Sargento Luís