APERFEIÇOAMENTO

Oficiais do DECEA participam de cursos de capacitação na sede da OACI

Os cursos são de capacitação no Sistema Regional de Cooperação para a Supervisão da Segurança Operacional
Publicado: 23/08/2018 16:30
Imprimir
Fonte: DECEA, por Gisele Bastos
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Tenente Cristiane dos Santos

Com o objetivo de elevar o potencial técnico-operacional dos profissionais da área de Aeródromos e Auxílios Terrestres, uma equipe do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) concluiu mais dois cursos de capacitação no Sistema Regional de Cooperação para a Supervisão da Segurança Operacional (do acrônimo, Sistema Regional de Cooperación para la Vigilancia de la Seguridad Operacional - SRVSOP). Os cursos foram realizados na sede da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) em Lima, no Peru, durante o mês de julho. Representaram o DECEA os Tenentes Especialistas em Controle de Tráfego Aéreo Eduardo Araújo da Silva, Chefe da Seção de Coordenação e Controle de Aeródromos do DECEA, e Tiago Luís Oliveira Marques, Analista de Controle de Obstáculos de Aeródromos do Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III).

O primeiro módulo foi o de "Formação de Auditores Internos e Interpretação da Norma ISO 9001", com foco nas melhores práticas das técnicas de auditorias para formação de equipes multinacionais. O conteúdo programático versou sobre os objetivos da auditoria, o ponto de vista e o perfil do auditor, os programas e planos, a elaboração de listas de verificação (checklist) e, por fim, estudos de casos referentes à aviação.

O segundo módulo do treinamento, “Técnicas Aceleradas de Aprendizagem”, destacou a prática de novas metodologias a serem aplicadas na formação de instituições signatárias do SRVSOP. O programa foi baseado nos processos de aprendizagem e nas melhores formas para criação de um ambiente ideal para cada um deles. A preparação de apresentações com o uso de técnicas não informatizadas foi outro tema abordado.

“Conquanto haja diversas vertentes instrucionais sendo utilizadas no escopo da capacitação, tivemos a oportunidade de conhecer novas metodologias de ensino, as quais servirão como ferramentas para a formação inicial e continuada em nossa área de atuação. Planejar uma instrução aos moldes de um organismo internacional foi, sobretudo, nossa busca”, ressaltou o Tenente Eduardo Silva.

SRVSOP

O SRVSOP, que é fruto de um acordo entre a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) e a Comissão Latino-Americana de Aviação Civil (CLAC), presta assessoria aos Estados no cumprimento de suas responsabilidades enquanto membros signatários. Na região, além do Brasil, são Estados-Membros da OACI: Argentina, Bolívia, Chile, Venezuela, Colômbia, Cuba, Equador, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Ainda no escopo da SRVSOP está a harmonização e atualização dos regulamentos e procedimentos de segurança no contexto da aviação civil.

Para o Tenente Marques, o envolvimento do DECEA junto às atividades globais é imprescindível. “O SRVSOP possui uma tradição de excelência na formação de inspetores/auditores e instrutores e, pela notória representatividade do Brasil na região, é essencial que o DECEA esteja inserido permanentemente nesse processo. É a capacitação que nos permitirá replicar os conteúdos na rotina de nossas organizações”, concluiu.