DIA DOS PAIS

Pai e filho realizam juntos o sonho de servir à Pátria

Inspirado na trajetória de vida do pai, filho decide seguir o mesmo caminho e hoje os dois servem à Pátria juntos
Publicado: 11/08/2018 08:00
Imprimir
Fonte: Por, Ten Ranyer - Ala 7
Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Carlos Balbino - Revisão: Major Alle

Nem todos os heróis vestem capas ou possuem “superpoderes”: eles simplesmente usam o coração. Esse é o pensamento de quem entende como o amor de um pai pode influenciar o desenvolvimento dos filhos.

Para o Soldado Ítalo Cristian Teixeira Queiroz, da Ala 7, em Boa Vista (RR), a expressão “tal pai, tal filho” sempre fez muito sentido. A vida do militar de 19 anos é um reflexo dos ensinamentos passados pelo pai, o Sargento Gecival José Queiroz Campos, do Grupamento de Apoio de Boa Vista (GAP-BV).

O jovem diz que sempre conviveu com a vontade do pai de ingressar nas Forças Armadas. “Desde sempre ele quis seguir a vida militar. Não conseguiu entrar como soldado aos 18 anos, mas apareceu a oportunidade de ingressar como sargento temporário”, contou o soldado.

A realização do pai serviu de exemplo para o filho e foi determinante para que o rapaz também seguisse a carreira militar, já que até aquele momento não imaginava que trilharia o mesmo caminho do seu grande inspirador. “Eu nunca sonhei em ser militar, mas vi o que isso proporcionou na vida do meu pai. Comecei a me interessar pelas atividades que ele desempenhava e, quando tive a oportunidade, não tive dúvidas”, comentou.

Os valores passados pelo pai, como persistência, responsabilidade e dedicação foram essenciais para a progressão do jovem na carreira. Em 2017, o militar concluiu o Curso de Formação de Soldados (CFSD) na capital roraimense. Nesse ano, ele obteve mais uma conquista. O soldado Cristian realizou o concurso para a Escola de Especialista da Aeronáutica (EEAR) e foi aprovado no exame intelectual.

“Um dos maiores ensinamentos que ele me deu foi não desistir dos meus sonhos, não desanimar e persistir, mesmo que tudo pareça dar errado. Aprendi com ele que nada vem fácil. Tudo vem com muito esforço e muita luta. Dei o máximo de mim para concluir o CFSD e para passar no concurso da EEAR. Seus conselhos e palavras de força foram inspiradores para conseguir o que consegui até aqui. Tenho certeza que dessa forma vou atingir meu objetivo maior”, afirmou o soldado que sonha em cursar a Academia da Força Aérea (AFA) e se tornar aviador.

Orgulhoso, o pai não poupa elogios ao filho ao falar sobre a oportunidade de servir junto com ele, faltando apenas quatro anos para o fim do período de serviço ativo. “Sempre quis que ele seguisse o meu caminho. Cheguei até a falar que se ele passasse no concurso, eu pagaria 100 flexões para ele. Ainda bem que esqueceu!”, brincou o sargento.

A sintonia entre eles será celebrada pelos dois mais uma vez, neste domingo (12), quando, em todas as partes do Brasil, famílias também se reunirão para comemorar o Dia dos Pais. Mais do que uma oportunidade para trocar presentes e realizar homenagens, a data busca fortalecer os laços familiares, o respeito por aqueles que nos geraram e nos fizeram adultos, além de trazer uma reflexão sobre a família, comportamento e educação.

Fotos: Sargento Neves