OPERAÇÃO ACOLHIDA

Mostra fotográfica retrata a realidade de venezuelanos imigrantes em Roraima

Atuação de militares e desafios da missão são temas da exibição
Publicado: 30/05/2018 17:20
Imprimir
Fonte: Ten Ranyer - Ala 7
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme - Revisão: Cap Oliveira

Exposição mostrou ao público o trabalho das Forças Armadas na missãoA trajetória de um imigrante venezuelano, desde a travessia da fronteira até Boa Vista (RR), a interiorização para outras regiões do país e o recomeço de vida. O tema foi retratado, entre os dias 18 e 25 de maio, pela exposição fotográfica "40 momentos da Operação Acolhida", missão da Força-Tarefa Logística Humanitária para o Estado de Roraima, iniciada em março deste ano. Uma apresentação da Banda de Música da Ala 7 marcou o encerramento da mostra em um shopping da capital.

De acordo com o Chefe da Célula de Comunicação Social da Acolhida, Tenente-Coronel Luciano Freitas e Sousa Filho, do Exército Brasileiro, o objetivo da exposição foi apresentar, em 40 fotos, os principais momentos e todos os aspectos da missão para a população de Boa Vista. Ele ainda informa que a atividade exibiu os desafios enfrentados pelos venezuelanos no processo de migração, as mudanças promovidas pelos órgãos envolvidos na infraestrutura da cidade, além de melhorias em outros aspectos, como saúde e segurança pública, resultantes da interiorização.

Militar da Força Aérea Brasileira (FAB) e integrante da Operação Acolhida desde o primeiro pouso de uma aeronave levando suprimento para a missão, o Sargento Luiz Henrique Neves de Andrade avalia que o trabalho de ação humanitária é uma chance única e gratificante. Segundo ele, a exposição é uma oportunidade de mostrar ao público o trabalho das Forças Armadas na missão, as dificuldades enfrentadas pelos imigrantes e também a qualidade do trabalho dos militares fotógrafos engajados.

O Sargento diz se sentir realizado com a sensibilidade das pessoas que visitaram a exposição com o trabalho. "Muita gente se emocionou com a foto que tirei de uma militar conversando com uma menininha interagindo como se fosse sua filha. Foi muito espontâneo e especial aquele momento. Nos envolvemos muito com a causa", conclui.

A operação

Banda de Música da Ala 7 participou do encerramento da mostra Desde o dia 12 de março de 2018, uma Força-Tarefa foi mobilizada para reduzir os impactos da migração venezuelana no estado de Roraima. Segundo dados da Prefeitura de Boa Vista, mais de 40 mil venezuelanos vivem na cidade. A Operação se desenvolve num ambiente de apoio mútuo interagências e num contexto de ajuda humanitária, envolvendo vários órgãos da esfera federal, estadual e municipal, além do apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Agências Internacionais e Organizações não Governamentais.

A FAB participa diretamente da Operação Acolhida, seja no suporte logístico, efetuando o transporte de pessoal, material e suprimentos, ou no processo de interiorização dos imigrantes, já tendo transportado mais de 500 deles para as cidades de São Paulo, Cuiabá e Manaus. Além disso, trabalha na produção de 4,5 mil refeições diárias para serem distribuídas nos abrigos que acolhem os venezuelanos desassistidos.

Fotos: Tenente Déric