PALESTRA

Secretário do Tesouro Nacional realiza palestra sobre cenário econômico na FAB

Evento faz parte do Projeto Ampliando Horizontes, que visa a ampliar o diálogo entre a FAB e a sociedade
Publicado: 27/04/2018 17:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Gabrielli - Revisão: Cap Oliveira

Mansueto Facundo, palestrante do Ampliando HorizontesEm mais uma edição do Projeto Ampliando Horizontes, a Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu, nesta sexta (27), em Brasília (DF), o Secretário do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, Mansueto Facundo de Almeida Junior. O economista palestrou para oficiais-generais do Alto-Comando e oficiais sobre o cenário econômico, oportunidades e tendências para os próximos anos. O Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, representou o Comandante da Força Aérea no evento.

O palestrante, especialista em contas públicas, apresentou um panorama analítico dos principais indicadores da conjuntura econômica no Brasil, a partir da análise das origens de alguns dos problemas econômicos enfrentados pelo país nos últimos anos. “Nós estamos saindo de uma crise muito forte. No ano passado, o Brasil cresceu 1%; no próximo ano, o mercado espera um crescimento em torno de 3%. Para um país que acabou de sair de uma recessão tão forte, esse não é um crescimento baixo”, disse.

Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida Ele também falou sobre como a crise atingiu as organizações pela falta de planejamento. “O orçamento das Forças Armadas nos últimos cinco, seis anos não aumentou muito e mesmo assim se adequaram com um orçamento muito apertado, mas este planejamento não aconteceu em varias outras instituições públicas. É preciso ter um planejamento estratégico, um projeto. Muitas vezes são colocados propostas no papel que não são passiveis de realização”, alertou.

Prevendo um futuro mais promissor, o palestrante falou que os maiores desafios estão no aumento do incentivo à ciência e tecnologia, à inovação e à educação. No entanto, ele alerta. “Não se enganem, pois, se fizermos escolhas erradas nos próximos oito anos, vamos comprometer o nosso crescimento nos próximos 30 anos. É uma situação muito séria e todos nós temos responsabilidade sobre isto”, disse.

Oficiais-Generais realizaram perguntas ao final da apresentaçãoEm termos de potencialidade, o economista disse que, em comparação a outros países emergentes, o Brasil tem apenas motivos para otimismo. “O Brasil hoje é credor em dólar. Todas as vezes que o dólar dispara, o setor público do Brasil fica mais rico. Temos reserva de quase 400 bilhões de dólares. Temos todas as condições de fazer as reformas necessárias e colocar este país na rota de crescimento sustentável”, afirmou.

Ao final da palestra, o economista respondeu os questionamentos dos oficiais-generais. O Tenente-Brigadeiro Bermudez agradeceu pela apresentação e presenteou Mansueto Facundo com uma maquete da aeronave 14-Bis.

Palestrante recebeu maquete da aeronave 14-BisO Projeto Ampliando Horizontes é uma iniciativa do Comando da FAB. O objetivo é promover a interação e o diálogo dos oficiais de mais alto nível de decisão da Força Aérea com profissionais liberais e do meio acadêmico, executivos e personalidades dos diversos setores da sociedade brasileira. A programação prevê a realização de encontros periódicos com a finalidade de proporcionar a exposição e o debate de temas atuais. Já palestraram no Projeto Ampliando Horizontes o Secretário Especial de Assuntos Estratégicos da Secretaria Geral da Presidência da República, Hussein Kalout, e o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, dentre outros.

Fotos: Sargento Johnson Barros/CECOMSAER