SOLENIDADE

Medalha Mérito Desportivo Militar foi entregue a militares e civis no Rio de Janeiro

Ao todo, 156 militares e civis foram agraciados com a medalha
Publicado: 03/03/2018 09:15
Imprimir
Fonte: Comar 3, por Ten Myriam
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Cynthia Fernandes

Foi realizada nesta sexta-feira (02/03), a cerimônia de imposição da Medalha Mérito Desportivo Militar (MMDM), no Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, no Rio de Janeiro (RJ). Ao todo, foram homenageadas 156 personalidades militares e civis que prestaram relevantes serviços ao desporto militar do Brasil ou que se destacaram em competições nacionais e internacionais. A solenidade foi presidida pelo Ministro interino da Defesa, General de Exército Joaquim Silva e Luna.

Estiveram presentes na solenidade o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira; o Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, representando o Comandante da Aeronáutica; o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Mauro Cesar Lourena Cid, representando o Comandante do Exército, e demais autoridades.

O Ministro da Defesa citou o Programa Forças no Esporte (PROFESP), que atende mais de 24 mil beneficiários, entre crianças e jovens, por todo o País; e o Programa de Atletas de Alto Rendimento que alcançou 13 das 19 medalhas conquistadas pelo Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016. “O PROFESP consolidou nos últimos anos uma legião de colaboradores, muitos dedicados ao auxílio de crianças, jovens em situação de vulnerabilidade, por meio do esporte. Sobre os atletas de Alto Rendimento, precisamos estar atentos e totalmente focados na preparação do Brasil para a sétima edição dos Jogos Mundiais Militares, em 2019, onde nossa posição de potência desportiva militar mundial certamente será desafiada por outras nações”, avalia.

General Silva e Luna destacou a comenda como um símbolo de transformação. “Essa condecoração desportiva é um símbolo que nos faz refletir sobre as nossas conquistas atléticas, tão gratificantes para a profissão militar. Mostra como o desporto pode transformar vidas, elevando pessoas de condições humildes a verdadeiros exemplos, inspirando jovens de todo o país”, expressou o Ministro.

Entre os homenageados da FAB, o Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos que, em 2017, foi Presidente da Comissão Desportiva da Aeronáutica (CDA). “Quando a gente vê um menino, de uma comunidade carente podendo representar o Brasil como atleta de alto rendimento, justifica qualquer coisa que a gente faça”, expressou.

Um dos condecorados foi o atleta de alto rendimento da Força Aérea Brasileira (FAB) 1º Sargento Antônio Augusto Batista dos Santos, envolvido com o esporte desde que era soldado na Aeronáutica. O militar faz parte da equipe de salto livre e, desde 2013, representa a FAB e o Brasil em competições mundiais. “Receber essa medalha é ter o reconhecimento de que representar a FAB e o Brasil com excelência foi alcançado. Isso é muito gratificante para um atleta. Eu me sinto honrado por receber essa Comenda, com a satisfação do dever cumprido”, disse.

Além de militares e civis, uma instituição também foi agraciada: a Academia de Futebol Pérolas Negras. O presidente Rubens César Fernandes contou que a iniciativa surgiu no Haiti em 2004, com jogos de rua, e com a participação de militares das Forças Armadas que estavam atuando lá. Depois evoluiu pra um Centro de Formação de Excelência chamado Pérolas Negras. Hoje, no Brasil, o time conta com a maioria dos jogadores haitianos, mas também é composto por venezuelanos, refugiados sírios, palestinos e iraquianos que estão sendo trazidos ao país para compor o time, que já é profissional. “Essa medalha vem reconhecer essa proximidade, esse esforço comum que nasceu no Haiti há 13 anos e agora continua aqui no Brasil.”, declarou.

O Ministro Silva e Luna ainda relembrou que as conquistas dos medalhistas presentes na cerimônia e de seus antecessores são marcantes, motivo de orgulho e de trabalho incansável dos representantes das escolas militares, que vem formando líderes do amanhã. “Concito a todos que continuem esse brilhante trabalho para alcançarmos novas conquistas e para que o lema do Desporto Militar que é amizade através do esporte, cultuado em todo o mundo, ecoe cada dia mais forte no nosso amado Brasil”, finalizou.

Fotos: S2 Zott/ Ala 11