COOPERAÇÃO

Brasil e Portugal debatem possíveis parcerias entre os dois países

O Chefe do Estado-Maior da Força Aérea de Portugal conheceu, também, a estrutura operacional e organizacional da FAB
Publicado: 07/11/2017 16:05
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias

Brasil e Portugal debatem possíveis parceriasO Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, recebeu, nesta terça-feira (07/11), em Brasília (DF), o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa, General Manuel Teixeira Rolo, e comitiva. O objetivo foi estabelecer contatos para realizar possíveis parcerias entre os dois países.

Durante a reunião, o Tenente-Brigadeiro Rossato apresentou as características da Força Aérea Brasileira (FAB) e sua estrutura organizacional e operacional, com as mudanças que estão sendo implantadas na reestruturação. "Nós fazemos todas essas mudanças, pensando em ter uma Força Aérea mais operacional para que possa atuar na área de sua responsabilidade que é de 22 milhões de quilômetros quadrados", explicou o Comandante.

O General vai visitar algumas das estruturas da FAB, como o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília, e, também, a Ala 5, localizada em Campo Grande (MS). "Toda instituição precisa de um plano estratégico para se manter atual e cumprir sua missão. Vamos olhar para essa estrututra e tentar perceber o que se adequa à nossa instituição", disse .

O Brasil e Portugal já possuem algumas parcerias, como a realização de cursos de pós-formação de militares da FAB em universidades O General de Portugal falou sobre a ligação entre os dois paísesdo país e, também, as operações conjuntas. No próximo mês, inclusive, a aeronave P-3 vai participar de um exercício no país europeu. "Um dos projetos principais realizados, atualmente, entre os dois países é a negociação para a aquisição da aeronave KC-390, mas temos um potencial imenso para aumentar essa cooperação", destacou o General.

O Comandante da Aeronáutica falou, ainda, que existe a possibilidade de mudar a sede da Comissão Aeronáutica Brasileira na Europa da Inglaterra para Portugal. "Vemos com bons olhos essa proximidade e estamos totalmente disponíveis para receber as instalações brasileiras", ressaltou o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea de Portugal.