PROFESP

Crianças participam dos 55 anos da emancipação política da cidade de Lauro de Freitas

A Banda de Música da Ala 14 também participou do desfile
Publicado: 10/08/2017 09:21h
Imprimir
Fonte: Ala 14, por Tenente Pérsia
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias

As crianças do Programa Forças no Esporte (PROFESP) e a Banda da Ala 14, localizada em Salvador (BA), participaram, no dia 29 de julho, do Cortejo Cívico Cultural em homenagem aos 55 anos da emancipação política do município de Lauro de Freitas, localizado na região metropolitana.

Cerca de 140 meninos e meninas, todos residentes no município, desfilaram com vibração e sintonia. “Acredito que a nossa presença no Palanque de Autoridades valoriza e incentiva as crianças”, relatou o Chefe da Seção Administrativa do Esquadrão de Comando, Major Nei, que participou do evento representando a Ala.

Maria Eduarda Sales Barreto, de 13 anos, disse que se emocionou durante o desfile. “Foi muita emoção, todos aplaudindo a gente, quase que eu choro!”, declarou. Já Suzane Brito, de 12 anos, que participa do PROFESP desde 2014, ressaltou que aprende muito no Programa e adorou ter participado do desfile. “Gostei muito dos aplausos!”, revelou. E Carina Santana Chagas, de 14 anos, contou que até a chuva deixou o desfile mais emocionante. “Este ano, mesmo chovendo, o público esperou a gente passar”, disse.

Lauro de Freitas

Lauro de Freitas é um município da Região Metropolitana de Salvador, no Litoral Norte do estado da Bahia. A cidade emprestou o cenário paradisíaco da Praia de Buraquinho, nos anos 60, ao filme Barravento do cineasta baiano Glauber Rocha. Além disso, Lauro de Freitas esteve na rota de passagens dos hippies nos anos 70. Na década de 90, com a implantação da Estrada do Coco, a cidade ganhou mais visibilidade e importância turística.

A programação de aniversário durou três dias (29, 30 e 31) com presença de personalidades tradicionais da cidade, representantes dos capoeiristas e samba de roda, desfiles de fanfarras, coreografias e arte cênica. Foi encerrada com uma Missa Comemorativa celebrada na Igreja da Matriz, onde além dos ritos religiosos, a história da cidade foi lembrada.