TRANSPORTE

Esquadrão Cobra completa 34 anos de voos em prol do País

Entre as atividades da Organização Militar está o transporte de órgãos e de pacientes
Publicado: 14/07/2017 15:30h
Imprimir
Fonte: Ala 8, po Ten Lorena Molter
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Elias

Uma das missões do esquadrão é a evacuação aeromédicaO Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo (7° ETA), conhecido como Esquadrão Cobra, completou 34 anos de atividades na Região Amazônica. A cerimônia militar foi realizada no hangar do esquadrão, sediado em Manaus (AM), na última terça-feira (11/07) e reuniu militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea.

Durante o discurso, o Comandante da Unidade, Tenente-Coronel Aviador Kazuhiko Toda, falou das missões desempenhadas pelo 7° ETA. “Temos que ter orgulho também porque a nossa missão continua e poderemos nos dedicar com todas as energias nas missões de transporte aéreo logístico, levando o apoio para as localidades mais isoladas; nas missões de evacuação aeromédica, para que os enfermos possam dispor de melhores recursos dos grandes centros; e, principalmente, nas missões de luta e de esperança pela vida, por meio do transporte de órgãos vitais. Tudo isso faz com que a cada dia estejamos mais alinhados com a missão da FAB de integrar o território nacional e continuarmos sendo os Anjos da Amazônia”, disse.

Esquadrão Cobra completou 34 anosO Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo opera as aeronaves C-97 Brasília e C-98A Caravan. Ao longo de sua história, o esquadrão tem desempenhado importantes ações voltadas para a integração nacional e, também, é reconhecido por missões de cunho humanitário e, por isso, os militares do 7° ETA ficaram conhecidos na região como “Anjos da Amazônia”.

“Somente com o árduo trabalho e o espírito vibrante de cada um de vocês, estamos podendo comemorar mais um ano repleto de missões que nos orgulham e nos enchem de emoção, por estarmos salvando e apoiando aqueles que mais precisam da nossa presença aqui na Amazônia”, concluiu o comandante.