TRAFEGO AÉREO

Centro de Controle inaugura novo sistema de vigilância e controle

Sistema marca a evolução do controle aéreo no Brasil com emissão de alertas e relatórios
Publicado: 09/06/2017 15:40
Imprimir
Fonte: CISCEA, por Tenente Camille Barroso
Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Nara Lima

Major-Brigadeiro Almeida, Tenente-Brigadeiro Aquino e GurgelA Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) inaugurou, no Centro de Controle de Aproximação de Vitória (ES) nessa quarta-feira (07/06), o novo sistema de controle de radar, o Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional (SAGITARIO),

As novas funcionalidades do SAGITARIO possibilitam emissão de alertas e relatórios. O sistema também será responsável por receber e tratar as informações obtidas pelo radar. Desenvolvido pela empresa Atech em parceria com a CISCEA, o SAGITARIO marca a evolução do sistema de controle aéreo no Brasil, por empregar uma solução inovadora para a comunicação, navegação e vigilância na gestão do espaço aéreo brasileiro. Além disso, disponibiliza um conjunto de ferramentas operacionais de apoio à tomada de decisão mais objetiva e ágil, seguindo as melhores práticas e recomendações existentes no mercado internacional, entre elas os sistemas especificados pela Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol).

Equipe DECEA, CISCEA, Cindacta III, Infraero e AtechA implantação de um Sistema de Vigilância Radar torna mais fácil a tarefa de manter um fluxo de tráfego aéreo seguro e ordenado. Desta forma, será possível aplicar menor distância de separação entre as aeronaves e, consequentemente, alcançar menos tempo de voo. Contribui, também, para decréscimo de consumo de combustível e para acompanhamento contínuo da trajetória dos voos.

O sistema foi implantado devido à crescente demanda por serviços de controle de tráfego aéreo, somada ao incremento das operações de helicópteros na Bacia Petrolífera do Espírito Santo. Considerada um dos principais pontos turísticos do país, Vitória recebeu, somente em 2016, o total de 1.592.450 visitantes, segundo dados da Secretaria de Estado de Turismo (SETUR).

Em seu discurso de abertura, o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, lembrou que um empreendimento desta natureza não é feito da noite para o dia. “São muitos anos de planejamento, de contratações, de implantações, e, finalmente, de operacionalização de toda essa estrutura. São vários os atores que participaram desse trabalho, e eu gostaria de agradecer o empenho de cada um deles. Estamos tendo o prazer de entregar um sistema de última geração no que diz respeito à capacidade de controle do espaço aéreo, feito, principalmente, através da gestão do Cindacta III e da CISCEA, que foi a grande responsável técnica para transformar o sonho em uma realidade”, destacou.

Controladores do APP operando o SAGITARIOO Presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida, explicou que, desde o ano passado, controladores da Infraero receberam instruções teóricas e práticas no simulador do SAGITARIO, passando por toda a operação até terem condições de controlarem sozinhos. O Comandante do Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III), Coronel Aviador Eduardo Miguel Soares, comentou a motivação dos controladores. “Eles estão bastante entusiasmados em utilizar essa nova tecnologia, que aumentou, e muito, a consciência situacional deles”, afirmou o Coronel.

Para o Superintendente de Gestão da Navegação Aérea da Infraero, Marcus Vinícius do Amaral Gurgel, esta inauguração reflete a sinergia de esforços que fizeram uma demanda se tornar realidade. “A vontade de pessoas, das organizações em transformar uma necessidade premente de melhoria das condições do controle do espaço aéreo de Vitória, em realidade. Hoje nós vemos a conclusão desses esforços. Gostaria de agradecer aos envolvidos: DECEA, CISCEA, Cindacta III, Infraero, Atech e todos aqueles que de alguma forma convergiram para que estivéssemos aqui hoje”, declarou.  

Fotos por Luiz Eduardo Perez (DECEA)