INTERCÂMBIO

Guarnição de Aeronáutica de Manaus recebe estrangeiros de 17 países

Comitiva do Colégio Interamericano de Defesa fez visita de estudos para Mestrado em Segurança e Defesa Hemisférica
Publicado: 05/05/2017 15:42
Imprimir
Fonte: Ala 8, por Tenente Lorena Molter
Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Aline Fuzisaki

Guarnição de Aeronáutica de Manaus recebe estrangeiros de 17 paísesA Guarnição de Aeronáutica de Manaus (AM) recebeu uma comitiva de alunos e integrantes do Colégio Interamericano de Defesa (CID), sediado em Washington, nos Estados Unidos. O grupo veio ao País para uma viagem de estudos, que faz parte do programa de Mestrado em Segurança e Defesa Hemisférica.

Durante a visita, realizada entre os dias 27 e 30 de abril, a comitiva conheceu as instalações e o trabalho do Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV). Os visitantes também assistiram a palestras do Exército Brasileiro, da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Além disso, conheceram um navio hospital da Marinha do Brasil.

A diretora do CID, Contra-Almirante Martha Herb, acompanhou a visitaTodos os anos, três países são objeto de estudo e as visitas constituem uma das etapas finais do Mestrado. O Oficial-General Arturo Javier Gonzáles Jiménez, Diretor de Estudos do CID, explicou o porquê de o nosso País ter sido escolhido para a visita. “O Brasil, este ano, foi um dos escolhidos por conta da situação política, econômica, social e militar que vive atualmente”.

Uma das alunas do CID, a haitiana Derire Ghiselene, da Polícia Nacional do Haiti, falou sobre a experiência de visitar o Brasil. “Foi uma grande satisfação para mim, para os outros estudantes e para a escola estar aqui hoje. Os brasileiros, realmente, trabalham duro para elevar seu País. O tipo de trabalho que fazem aqui é muito cuidadoso. Um bom exemplo que vou levar daqui é a determinação dos brasileiros. Eles têm grandes projetos e ideias”, pontuou.

Antes de participar de atividades na capital amazonense, a comitiva esteve também no Rio de Janeiro e em Brasília. Após a estada no Brasil, o grupo seguiu para o Panamá, para participar de outras atividades educacionais. No grupo do CID, liderado pela Contra-Almirante Martha Herb, Diretora do Colégio, havia cerca de 130 pessoas, de 17 nacionalidades diferentes.