SOCIAL

Esquadrão transporta pacientes com problemas de saúde na fronteira noroeste do Brasil

Duas mulheres foram encaminhadas para hospitais de Manaus
Publicado: 05/04/2017 14:05
Imprimir
Fonte: Ala 8, por Ten Lorena Molter
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Flávio Nishimori

7� ETA transportou duas pacientes de Tabatinga para ManausO Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo (7º ETA), Esquadrão Cobra, da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou, no domingo (02/04), duas missões de evacuação aeromédica. Duas mulheres foram transportadas de Tabatinga para Manaus (AM) para receberem atendimento médico especializado na capital amazonense.

Uma das passageiras transportadas era uma senhora de 67 anos, diagnosticada com insuficiência renal aguda de causa indeterminada. O Capitão Médico Waldyr Moyses de Oliveira Junior, do efetivo do Hospital de Aeronáutica de Manaus, que estava a bordo da aeronave acompanhando toda a missão, falou sobre a situação da paciente.

“Ela veio para Manaus para investigar e tratar o problema, porque o município de Tabatinga não tem hemodiálise. Nesses casos, se o paciente não for removido rápido para uma localidade que tenha suporte vai perder a vida, porque o rim para de funcionar”, explicou.

7� ETA transportou duas pacientes de Tabatinga para ManausDurante toda viagem, a equipe de saúde da Força Aérea precisou fazer o controle da pressão arterial da paciente. Na mesma missão, a Aeronáutica fez o transporte de uma jovem de 26 anos. Ela apresentava um sangramento em função de uma lesão no útero.

“A paciente necessitava de uma intervenção cirúrgica grande que o município não tem condições de fazer”, disse o Capitão Waldyr.

As duas pacientes foram encaminhadas para hospitais de Manaus para receberem o tratamento adequado.