AJUDA HUMANITÁRIA

Veja um balanço das atividades da FAB no Peru

Aeronave da Força Aérea atua no traslado de pessoas, mantimentos e material de construção
Publicado: 27/03/2017 14:26
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Flávio Nishimori

A aeronave C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), do Esquadrão Gordo (1º/1º GT), continua o apoio às vítimas das enchentes no Peru. O avião está sendo empregado para o transporte de pessoas, água, alimentos e material de construção. A previsão é que o efetivo da FAB regresse ao Brasil ainda nesta semana da missão humanitária no país andino. Nesta segunda (27/03), o C-130 já havia transportado nove toneladas de materiais diversos, além de 50 passageiros.

A Força Aérea está atuando desde a terça-feira passada (21/03) no Peru. A rotina dos 16 militares da FAB tem sido intensa, com vários voos diários para as cidades mais atingidas pelas enchentes. Na quinta-feira (23/03), por exemplo, foram transportadas 12 toneladas de víveres de Tumbes (cidade a noroeste do Peru) para Lima (capital do país), além de nove toneladas de carga, entre água, purificadores de água e camas, enviadas para Chiclayo (situada ao norte do Peru).

Já na sexta-feira (24/03) foram trasladadas de Chiclayo para Lima 70 pessoas. O avião também transportou de Lima para Trujillo (norte peruano) três toneladas de barracas e nove toneladas de massa pronta de concreto, além de 12 toneladas de sulfato de alumínio. No retorno a Lima, o C-130 trouxe a bordo cerca de 100 pessoas.

No final de semana o trabalho também foi intenso. No sábado (25/03), o avião da FAB decolou para Tumbes com 10 toneladas de água e hipoclorito de sódio; e para Trujillo com uma carga de 11 toneladas de barracas e 1,5 tonelada de mantimentos. Na volta a Lima foram trasladados 86 passageiros.

No domingo (26/03), foram enviadas para Chiclayo oito toneladas de sulfato de alumínio, cerca de três toneladas de água e materiais diversos. No retorno, houve o traslado de 70 pessoas. No mesmo dia, foram transportados 89 passageiros e seis toneladas de água e víveres para Trujillo.