NOTAER

Serviço de Saúde da FAB: dedicação e tecnologia no atendimento ao paciente

A cada ano novos equipamentos e novas tecnologias contribuem para os tratamentos disponibilizados
Publicado: 03/01/2017 08:00h
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten João Elias

A Tenente Kelly Campos da Silva Tavares descobriu o câncer de mama em 2015. Fez parte do tratamento no Hospital de Força Aérea de Brasília (HFAB). Hoje, já está curada e de volta ao trabalho. “O tratamento no HFAB é humanizado e as pessoas têm um compromisso técnico-profissional muito grande”, ressaltou.

A assistência ao militar e seus dependentes é um dos objetivos do Serviço de Saúde da Aeronáutica que completou 75 anos em dezembro passado. Atualmente, cerca de 300 mil pessoas estão cadastradas no sistema.

O serviço é responsável, também, por atividades periciais e de controle dos profissionais da Força Aérea Brasileira (FAB), além de atendimentos à população por meio das Ações Cívico-Sociais (ACISOS), realizadas pelo Hospital de Campanha que, em 2016, totalizaram mais de seis mil atendimentos.

Tratamentos Especializados

A cada ano que passa novos equipamentos e novas tecnologias contribuem para o tratamento dos pacientes. Em abril de 2016, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Hospital Albert Einstein formalizaram uma parceria para desenvolver, em conjunto, soluções tecnológicas na área de bioengenharia, que preveem, inclusive, a criação de produtos inovadores voltados à saúde humana.

Já o Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG) foi o primeiro das Forças Armadas a fazer parte da rede de telemedicina, que visa integrar os hospitais universitários do Brasil às unidades brasileiras de referência em saúde.

A FAB também possui oito unidades remotas para atendimento em catástrofes e acidentes. A mais recente foi inaugurada em setembro no Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO), no Rio Grande do Sul, e é composta por três módulos de atendimento voltados para a área de emergência/trauma, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e observação.

“Nestes 75 anos de Criação do Serviço de Saúde da Aeronáutica, celebramos os avanços conquistados pela Diretoria de Saúde, tanto na frente gerencial e regulatória como, principalmente, no atendimento à família aeronáutica”, ressalta o Major-Brigadeiro Médico Armando Celente Soares, Diretor da Diretoria de Saúde da Aeronáutica (DIRSA).