REESTRUTURAÇÃO

Oficiais-generais e comandantes de unidades militares debatem mudanças na FAB

Objetivo é nivelar conhecimentos, esclarecer dúvidas e debater a reestruturação
Publicado: 13/12/2016 13:00h
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Emília Maria

Mais de duzentos militares, entre oficiais-generais e comandantes de organizações da Aeronáutica, estão reunidos desde segunda-feira (12/12) para debater a reestruturação da Força Aérea Brasileira. O evento  realizado na Universidade da Força Aérea (UNIFA), no Campo dos Afonsos (RJ), se encerra nesta terça-feira (13).

O objetivo, segundo o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, é nivelar os conhecimentos sobre as mudanças que estão em andamento na Força. "Estamos aqui para arrematar os conceitos da reestruturação e esclarecer dúvidas. Ajustes poderão ser feitos conforme observações e sugestões, mas o importante é que a diretriz está traçada", explicou na abertura do evento. "Temos que chegar a uma Força melhor, mais eficiente e concentrada na atividade-fim. Concito a todos a se comprometerem nessa missão", finalizou o Comandante.

A primeira palestra, conduzida pelo presidente da Comissão de Reestruturação, Major-Brigadeiro do Ar Mauro Martins Machado, mostrou uma visão geral das mudanças, ressaltando a importância da renovação. "Todas as instituições precisam se renovar para serem mantidas. A reestruturação é um processo de melhoria que garante a perenidade e a evolução", disse.

Além de apresentar a nova estrutura organizacional dos grandes comandos como o Comando de Preparo (COMPREP), o Comando-Geral de Pessoal (COMGEP) e a Secretaria de Finanças (SEFA), o Major-Brigadeiro Martins esclareceu uma dúvida frequente, a diferença entre Bases e as recém criadas Alas. "Se tem esquadrão aéreo é Ala. Se não tem, é Base", resumiu, após discorrer sobre as mudanças nas diferentes regiões do País.

Ainda na segunda-feira, os oficiais assistiram às apresentações sobre o Departamento de Ensino da Aeronáutica (DEPENS), que passará a fazer parte do COMGEP; e os novos Serviços de Recrutamento e Preparo (SEREP), que substituirão os Serviços Regionais de Ensino (SERENS), os Serviços Regionais de Mobilização (SERMOB) e os setores de Pessoal dos Comandos Aéreos Regionais.

Também foram apresentadas a proposta de integração das Comissões de Promoção de Oficiais e de Graduados e a nova estrutura da SEFA, dos Grupamentos de Apoio e das Prefeituras de Aeronáutica.

Depois de cada palestra os militares tiveram tempo para esclarecer dúvidas e debater os temas apresentados.
Na terça-feira, as apresentações e debates aprofundarão temas relacionados ao COMPREP, Alas e Bases; Comando-Geral de Apoio (COMGAP); Diretoria de Infraestrutura (DIRINFRA); entre outros.

Assista à entrevista com o Comandante da Aeronáutica: