ESPORTE

Sargentos da FAB representam o Brasil no 49º Campeonato Mundial de Orientação

Competição reúne mais de 200 atletas de 26 países no Rio de Janeiro a partir desta sexta-feira (18/11)
Publicado: 18/11/2016 09:00h
Imprimir
Fonte: CDA, por Ten Mateus Santos

Três sargentos da Força Aérea Brasileira (FAB) integram a equipe que representa o Brasil no 49º Campeonato Mundial de Orientação. A competição se inicia nesta sexta-feira (18/11) na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (BAeNSPA), localizada na região dos lagos no Rio de Janeiro, e reunirá aproximadamente 206 atletas militares de 26 diferentes países.

A equipe brasileira é composta por 11 desportistas militares, incluindo a atual campeã sul-americana e bicampeã brasileira, Sargento da Aeronáutica Franciely de Siqueira Chiles; o vice-campeão sul-americano Sargento da Aeronáutica Everton Markus; e a terceira colocada no campeonato sul-americano, Sargento da Aeronáutica Camila Luiza Daronco.

“A emoção é muito forte e o peso de representar o País também, pois sei que muitos atletas gostariam de estar nos nossos lugares”, afirma a Sargento Franciely sobre a responsabilidade de defender o Brasil. Ela também representou o Brasil nos Jogos Mundiais Militares na Coreia do Sul.

“Desde criança sentia orgulho dos atletas representando nosso país, agora posso sentir essa mesma emoção. Estar representando a FAB é a resposta do trabalho que vem sendo feito por toda equipe em busca de melhores resultados”, explicou o Sargento Markus sobre sua estreia em um mundial.

O treinamento da equipe Brasileira iniciou em maio, após uma competição que selecionou os atletas para participar da equipe. “A partir da seletiva realizamos vários períodos de treinamento na floresta, além dos treinamentos físicos diários. Os treinos na floresta reuniram a equipe nas cidades de Brasília, Santa Maria e agora no Rio de Janeiro”, revelou a Sargento Camila.

Esta é a quinta vez que o Brasil sedia o Campeonato Mundial Militar de Orientação. Em 1983 e 2006, foi realizado no Paraná com a participação de nove e 27 países, respectivamente. A terceira foi em Brasília em 1992, quando 12 nações se inscreveram. A última realização em solo brasileiro foi no Rio de Janeiro, em 2011, quando participaram 28 países. O campeonato acontecerá na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. No município de Rio das Ostras será realizada a prova de percurso médio (5km), no dia 19 de novembro, e a prova de percurso longo (14 km), no dia 20. A prova de revezamento urbano acontecerá no dia 22, em Búzios.

Como funciona - Tendo a natureza como campo de esporte, a orientação requer, entre as habilidades necessárias, a interpretação precisa do mapa, a avaliação e a escolha da rota, o uso da bússola, a concentração sob tensão, a tomada rápida de decisões, a corrida em terreno natural e o controle da distância percorrida.

O objetivo da competição é passar por todos os pontos de controle marcados no terreno no menor tempo possível, com o auxílio do mapa e da bússola. Quanto mais acidentado o terreno, maior o desafio.

No Mundial, cada país inscreverá, no masculino, até sete atletas, sendo que os quatro melhores tempos em cada prova são os que pontuam para a equipe. Já na prova feminina, podem ser inscritas até quatro atletas e os três melhores tempos pontuam.

Mais informações: www.wmoc2016.com.br