ESPORTE

Seleção brasileira de handebol convoca três militares da FAB para torneio internacional

Handebol da FAB também disputa finais do Campeonato Paulista
Publicado: 30/10/2016 08:00
Imprimir
Fonte: CDA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

Três atletas da Força Aérea Brasileira foram convocados, na quinta-feira (27/10), pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), para disputar o Torneio internacional Quatro Nações.

A equipe feminina irá disputar o torneio entre os dias 1º e 3 de dezembro, na cidade de Belém (PA), e terá a participação das equipes de Cuba, Eslováquia e Uruguai. Já os jogos da equipe masculina serão realizados na cidade de São Bernardo do Campo (SP), entre os dias 4 e 6 de novembro com a participação das seleções do Canadá, Chile e Cuba.

Na equipe masculina, dois sargentos da FAB compõem a lista divulgada pelo técnico Washington Nunes, o goleiro Pedro Henrique Hermones Silva e o ponteiro André Martins Soares.

Para o Sargento Pedro foi uma grande honra ser convocado. “Venho trabalhando focado nos meus objetivos e procurando evoluir, essa oportunidade de representar a seleção e representar meu país é mais um combustível para trabalhar cada dia mais forte e conseguir me firmar entre o grupo pensando no próximo ciclo”, afirma o atleta. O jogador ainda destacou a importância do suporte da FAB para o esporte. “A Força Aérea Brasileira foi fundamental para conseguir chegar onde estou, infelizmente o handebol não é tão reconhecido no Brasil, mas com o programa de atletas de alto rendimento da FAB, eu e outros atletas recebemos todo suporte e incentivo para que nos mantivéssemos não só no handebol como em inúmeras outras modalidades de esporte, conseguíssemos manter tudo o que um atleta necessita no seu dia a dia e por consequência treinando em alto nível”, avaliou.

Na equipe feminina, o técnico Morten Soubak, visando renovar a Seleção Brasileira, optou por deixar de fora algumas jogadoras experientes que participaram dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Entretanto, a Sargento Tamires Morena Araújo, que representou o Brasil nas Olimpíadas, permanece no grupo escolhido por Morten.

"Obviamente que nosso trabalho agora não será um começo total, mas sim um recomeço. Temos que renovar em vários aspectos, não somente porque várias atletas de alto nível não estão mais disponíveis para a Seleção. Temos que pensar no estilo que estávamos jogando e nos aprofundar nas novas regras que foram implantadas para os Jogos do Rio e que devem permanecer", explicou o treinador da seleção feminina.

A  Tenente Natália Ferreira, chefe da equipe de Handebol da FAB, destacou a importância desta competição que marca o início do ciclo Olímpico do Handebol para Tóquio 2020. “Estou muito otimista com a convocação dos nossos atletas, inclusive sobre os mais jovens, pois a Força Aérea já está trabalhando para o próximo ciclo olímpico. Assim, vimos que o nosso empenho, através do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR) caminha de acordo com o planejamento da CBHb”, explicou.

Assunto(s): , , ,