ENCONTRO

Reestruturação da FAB é tema de palestra em Brasília (DF)

Encontro reuniu oficiais da reserva no Clube da Aeronáutica
Publicado: 04/10/2016 16:45
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea
Edição: Por Tenente Flávio Nishimori

Apresentar a execução da proposta de transformação da estrutura organizacional e operacional da Força Aérea Brasileira (FAB). Esse foi o objetivo da palestra do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, realizada nesta terça-feira (04/10) para os oficiais da reserva no Clube da Aeronáutica de Brasília (DF). O evento contou com a presença do ex-ministro da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Lélio Viana Lôbo, além de oficiais-generais da ativa e da reserva, ministros do Superior Tribunal Militar (STM) e membros do Alto-Comando da Aeronáutica.

No evento o Tenente-Brigadeiro Rossato detalhou as duas vertentes principais no processo de reestruturação da FAB. A primeira delas é a concentração das atividades administrativas, que devem gerar como vantagens o incremento da eficiência administrativa, a otimização do emprego de recursos materiais e humanos e permitir que as unidades fiquem focadas em suas atividades-fim. Já a reestruturação organizacional trará como vantagens, entre outras, segundo o Comandante, a concentração do planejamento e controle operacional e melhoria de eficácia e eficiência nos processos.

“Nós temos certeza que o futuro da Força Aérea, com os aviões modernos que vamos ter, com sistemas de comando e controle, exigirão também uma estrutura organizacional que estamos propondo”, ressalta o Tenente-Brigadeiro Rossato.

Na palestra, o Comandante da Aeronáutica pontuou a evolução histórica da FAB desde a criação do ministério da Aeronáutica, em 1941, até os dias de hoje, destacando como a FAB deve estar inserida no atual contexto. “Estamos entrando na quarta geração (2016-2041), calcada em uma Força Aérea com grande capacidade dissuasória, operacionalmente moderna e atuando de forma integrada”, afirmou.

Também foram tratados temas como a otimização dos recursos humanos, incremento de militares temporários e os projetos estratégicos da Força Aérea. Nesse particular, o Tenente-Brigadeiro Rossato ressaltou os projetos Gripen NG e KC- 390 como imprescindíveis. “Esses dois aviões são parte fundamental da Força Aérea para o nosso futuro próximo. Outro programa de nossa responsabilidade pela própria Estratégia Nacional de Defesa é a questão espacial”, afirmou.

A palestra sobre a reestruturação da FAB deve ser apresentada ainda no Rio de Janeiro, São Paulo e também novamente em Brasília. O evento faz parte da programação de comemorações do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, celebrado em 23 de outubro.

“Esse encontro proporciona rever antigos amigos e ao mesmo tempo é uma forma de se atualizar sobre a Força Aérea. É importante saber em loco, diretamente do Comandante, quais são as diretrizes dessa reestruturação”, explicou o Coronel Intendente da Reserva, José Luiz de Ascenção.

Assista aqui à matéria