RIO 2016

Aumento de posições na Torre de Controle do Galeão permite duplicação de capacidade

Duplicação da equipe permite que sejam gerenciados até 900 movimentos aéreos
Publicado: 09/08/2016 05:00
Imprimir
Fonte: SRPV-SP, por Ten Simone Dantas

Controladores de Tráfego Aéreo na TWR-GLDuas torres em uma. Durante as Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio, a Torre de Controle do Aeroporto do Galeão terá posições duplicadas para aumentar a capacidade de controle. Normalmente, a Torre de Controle desempenha suas atividades através de três posições operacionais: Controle TWR, Controle de Solo e Autorização de Tráfego, com um controlador em cada posição. Para os Jogos do Rio, entretanto, essas posições estão sendo duplicadas, com o aumento do número de controladores, o que dobra a capacidade de gerenciamento de movimentos.

De acordo com o 1° Ten Especialista em Controle do Tráfego Aéreo Adriano Melo dos Santos, Chefe da Torre de Controle do Galeão (TWR-GL), a média de operações diárias no Aeroporto é de 350 pousos e decolagens mas a duplicação da equipe permite que sejam gerenciados até 900 movimentos. “Na prática, é como se tivéssemos duas torres ao invés de uma", exemplifica o Tenente Melo, citando que cada equipe gerencia os movimentos de uma pista do aeroporto. "Nossos controladores foram treinados para essa configuração de prestação de serviços em ambientes simulados para lidar com situações de excesso de demanda de tráfego", afirma o Chefe da TWR-GL.

Supervisão de Equipe na TWR-GLNo planejamento das ações para garantir a fluidez e segurança dos pousos e decolagens no Aeroporto do Galeão, foram consideradas, por exemplo, as demandas da Copa do Mundo 2014. Segundo o Tenente-Coronel Aviador Dan Marshal de Freitas, Comandante do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Galeão (DTCEA-GL), na final da Copa do Mundo a TWR-GL chegou a registrar 857 movimentos, um recorde de operações. "Nos preparamos para atender uma demanda ainda maior nas Olimpíadas, não só com a duplicação de posições na Torre, mas também a instalação de novas frequências-radio e a configuração do sistema TATIC, responsável pela evolução das fichas de voo” explica o Ten Cel Marshal.

No hotsite do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) sobre os Jogos do Rio (disponível em www.decea.gov/rio2016) é possível acompanhar boletins com quantitativos de movimentos no Aeroporto de Galeão e em aeródromos de localidades onde há previsão de jogos.