ESPORTE

A competição é considerada a maior em águas lacustres do País

Cerca de cem velejadores participaram do torneio
Publicado: 30/07/2016 23:31
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Raquel Alves

A premiação da 28ª Edição da Regata 24h-Santos Dumont foi realizada na noite deste sábado (30/07), no Clube de Aeronáutica de Brasília. O Diretor de Náutica do Clube, Major Ricardo Da Cas, avalia o evento como uma oportunidade de reunir entusiastas pelo esporte. “Integrar a comunidade náutica de Brasília nesse evento tão tradicional em que homenageamos Santos Dumont é muito gratificante”, afirma.

A premiação foi dividida em cinco categorias (Regata A, Regata B, Flotilha Delta 26, Flotilha Ranger 22 e Cruzeiro) para abarcar as especificidades e os tamanhos das embarcações competidoras, além do Fita Azul. O veleiro Obatalá foi o vencedor do prêmio na classe RGS-DF, comandado por Aloísio da Silva Ferreira que levou a bordo mais três pessoas. “Participo da Regata desde 2008 com o Obatalá e os bons ventos do Paranoá nos proporcionaram a vitória. O resultado não poderia ser outro quando se faz o que gosta. Velejar é a minha paixão”, conta Aloísio. A sigla significa Regra Geral Simplificada e trata-se de um método usado para calcular o desempenho dos velejadores a partir de um fator ou, no inglês, rating. Os equipamentos da embarcação também entram na composição da fórmula, como bonificação ou penalidade: os itens considerados para a bonificação são aqueles que a regra interpreta que prejudicam o desempenho do veleiro; já os itens que sofrem penalidade são aqueles que aumentam o desempenho. Obatalá também foi um dos premiados na categoria Regata A.

Este ano, o torneio no Lago Paranoá, em Brasília, contou com 29 embarcações inscritas e mais de 100 velejadores que participam da competição. A prova começou no dia 23/07 ás 12h e terminou no dia 24/07, também ao meio-dia, totalizando 24 horas de navegação. O percurso incluiu as margens do Palácio da Alvorada, Iate Clube, Pontão do Lago Sul e clubes da raia sul do Lago Paranoá. Uma novidade nesta edição foi a utilização nas embarcações de um aplicativo de celular específico para monitoramento.

Árbitra desde a primeira edição da regata, em 1988, e apaixonada pelo esporte, a juíza Eliane Caetano conta que esta edição da competição foi muito bem disputada. “Não tivemos nenhum problema. Todas as equipes cumpriram as regras e tudo saiu conforme o previsto. Acompanhei todos os movimentos dos veleiros e não tenho dúvidas que avaliarei muitas outras Regatas”, conclui.

Tradição
A Regata Santos Dumont já é tradicional em Brasília. A primeira edição da competição ocorreu em 1988 e ao longo dos anos se firmou como um dos grandes eventos esperados pela comunidade náutica da cidade. O evento tem como objetivo homenagear o Patrono da Aviação Brasileira, Alberto Santos Dumont, e os profissionais da aviação, bem como promover o esporte náutico no Distrito Federal (DF).