ORDEM DO DIA

DIA DA AVIAÇÃO DE RECONHECIMENTO

Publicado: 24/06/2016 07:00
Imprimir
Fonte: COMGAR

ENTENDE-SE COMO FUNDAMENTAL À SOBERANIA DE UMA NAÇÃO, A CAPACIDADE DE DEFENDER-SE, SEJA NO SENTIDO DE PRESERVAR A VIDA DO SEU POVO, OU A DE SUSTENTAR SEUS INTERESSES EM DETRIMENTO DO INTERESSE DE OUTROS. VIVER EM UM PAÍS PACÍFICO TRAZ GRANDES DESAFIOS AOS PROFISSIONAIS DA GUERRA.

ESSA LIÇÃO FOI VIVIDA FORTEMENTE PELO BRASIL, AINDA NA FASE IMPERIAL. NAQUELE MOMENTO, A NAÇÃO PRECISOU REAGIR AOS PLANOS EXPANSIONISTAS DO ENTÃO DITADOR PARAGUAIO SOLANO LOPEZ, QUE, AO INVADIR O TERRITÓRIO DO MATO GROSSO, ALMEJAVA ABRIR CAMINHO RUMO À SAÍDA PARA O ATLÂNTICO, ATRAVÉS DA CONQUISTA DO RIO GRANDE DO SUL. NESSE CONTEXTO, REGISTROU-SE O MAIOR CONFLITO DA AMÉRICA DO SUL NO SÉCULO XIX, A GUERRA DO PARAGUAI, OU GUERRA DA TRÍPLICE ALIANÇA.

APÓS ALGUNS FRACASSOS, O EXÉRCITO BRASILEIRO, LIDERADO POR DUQUE DE CAXIAS, VIU-SE DEFASADO EM MEIOS MATERIAIS, HUMANOS E EM DOUTRINA DE COMBATE. O SANGUE DERRAMADO FOI O PREÇO PARA QUE, ATRAVÉS DA OBSERVAÇÃO DE TÁTICAS ESTRANGEIRAS E UM POUCO DE CRIATIVIDADE, O PAÍS INICIASSE UMA ATIVIDADE HOJE IMPRESCINDÍVEL A QUALQUER FORÇA MILITAR, A ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA.

ASSIM, POR INTERMÉDIO DO USO DE BALÕES IMPORTADOS DOS EUA, EM 24 DE JUNHO DE 1867, FOI REALIZADA A PRIMEIRA MISSÃO AÉREA PARA VERIFICAR A SITUAÇÃO TÁTICA DO INIMIGO. ISSO PERMITIU O PLANEJAMENTO ADEQUADO PARA QUE, ENTÃO, O SUCESSO ALMEJADO SE TORNASSE REALIDADE.

POR ESSA RAZÃO, HOJE, CELEBRAMOS O DIA DA AVIAÇÃO DE RECONHECIMENTO. A PRIMEIRA A ENTRAR NO CAMPO DE BATALHA, PARA SE ELEGER AS AÇÕES A SEREM TOMADAS, E A ÚLTIMA A SAIR DELE, DE MODO QUE SE POSSA FAZER UMA CRITERIOSA ANÁLISE DOS OBJETIVOS ALCANÇADOS.

NUM CONTEXTO MODERNO, NÃO SE FALA MAIS EM BALÕES DE OBSERVAÇÃO, MAS DE SENSORES EMBARCADOS EM AERONAVES DE ALTA PERFORMANCE, ADEQUADAS ÀS NECESSIDADES OPERACIONAIS E CAPAZES DE ANALISAR O TEATRO DE OPERAÇÕES À DISTÂNCIA, POSSIBILITANDO AOS ALTOS ESCALÕES DAS FORÇAS ARMADAS TOMAR DECISÕES MAIS ACERTADAS E OPORTUNAS.

NESSE SENTIDO, A FORÇA AÉREA BRASILEIRA DIMENSIONOU SUA CAPACIDADE EM QUATRO UNIDADES AÉREAS DEDICADAS A CUMPRIR A AÇÕES INTRÍNSECAS DA AVIAÇÃO DE RECONHECIMENTO. A MAIS ANTIGA, CRIADA AINDA EM 1947, O ESQUADRÃO POKER, EQUIPADO COM AERONAVES RA-1 E ESPECIALIZADO EM RECONHECIMENTO TÁTICO, TEM SOB SUA RESPONSABILIDADE O IMAGEAMENTO A BAIXA ALTURA E EM ALTA VELOCIDADE, POR INTERMÉDIO DO USO DE SENSORES RECCELITE DE ÚLTIMA GERAÇÃO.

O ESQUADRÃO CARCARÁ, QUE HOJE DISPÕE DE AERONAVES LEARJET 35 DOTADAS COM MODERNAS CÂMERAS DIGITAIS ADS-80, DE ALTA RESOLUÇÃO, E COM O SENSOR ELETRÔNICO DR 3000, CONSTITUI-SE NUMA REFERÊNCIA NA ÁREA DO RECONHECIMENTO DE IMAGENS, ASSIM COMO ADQUIRIU A ESTRATÉGICA CAPACIDADE DE RECONHECIMENTO ELETRÔNICO, TÃO VITAL NA GUERRA MODERNA.

AS ATIVIDADES SEGUIRAM, E EM 1999, MOTIVADO PELA NECESSIDADE DE DEFENDER E MONITORAR A AMAZÔNIA, ATIVOU-SE O ESQUADRÃO GUARDIÃO, EQUIPADO COM AERONAVES DE FABRICAÇÃO NACIONAL CAPAZES DE REALIZAR AÇÕES DE CONTROLE E ALARME EM VOO E RECONHECIMENTO AÉREO, POR MEIO RADAR DE ABERTURA SINTÉTICA, CÂMERA MULTIESPECTRAL E SENSOR PASSIVO DE APOIO À GUERRA ELETRÔNICA, VINDO A INFLUENCIAR SIGNIFICATIVAMENTE NA PROJEÇÃO ESTRATÉGICA DO PODER AEROESPACIAL, NO CENÁRIO SUL-AMERICANO.

NO PASSO SEGUINTE, EM 2012, A FORÇA AÉREA ABRIU MAIS UMA FRENTE DE AQUISIÇÃO DE INFORMAÇÕES COM A CRIAÇÃO DO ESQUADRÃO HÓRUS, UNIDADE AÉREA RESPONSÁVEL POR IMPLANTAR AS AERONAVES REMOTAMENTE PILOTADAS, CAPAZES DE ADENTRAR EM TERRITÓRIO HOSTIL SEM COLOCAR EM RISCO VIDAS HUMANAS, ASSIM COMO ALIMENTAR UM SISTEMA DE COMANDO E CONTROLE EFICIENTEMENTE E EM TEMPO REAL.

MUITO AINDA SE ALMEJA PARA O FUTURO DA AVIAÇÃO DE RECONHECIMENTO. A MODERNIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E O DESENVOLVIMENTO DE NOVAS TÁTICAS DE OPERAÇÃO INTEGRADA DE NOSSOS VETORES SÃO FUNDAMENTAIS PARA A MANUTENÇÃO DO BRASIL NA VANGUARDA DO PODERIO MILITAR NA AMÉRICA LATINA. TAL EVOLUÇÃO PASSA, OBRIGATORIAMENTE, PELO PROFISSIONALISMO E DEDICAÇÃO INCONDICIONAL DE TODOS OS QUE VOAM E FAZEM VOAR ESSA NOBRE AVIAÇÃO, QUE TORNA A GUERRA MAIS INTELIGENTE, OBJETIVA E EFICIENTE.

PARABÉNS AOS GUERREIROS DO RECONHECIMENTO, DE ONTEM, DE HOJE E DE SEMPRE.
DA PÁTRIA OS OLHOS, NA GUERRA E NA PAZ!

TEN BRIG AR GERSON NOGUEIRA MACHADO DE OLIVEIRA
COMANDANTE-GERAL DE OPERAÇÕES AÉREAS