SOCIAL

Militares da FAB se mobilizam para arrecadar roupas e cobertores

Moradores de rua no Rio de Janeiro e uma família catarinense que perdeu a casa em um incêndio receberam as doações
Publicado: 22/06/2016 11:40
Imprimir
Fonte: BAFL / PAMB-RJ
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias

  A Base Aérea de Florianópolis (BAFL) fez sua primeira doação da Campanha do Agasalho. As primeiras arrecadações foram entregues a uma família, composta pelo casal, três crianças e um bebê de quatro meses, que teve sua casa incendiada no bairro Tapera, nas proximidades da unidade.

O efetivo se mobilizou para conseguir cesta básica, roupas, agasalhos e cobertores no intuito de minimizar o sofrimento dessas pessoas. “É muito importante nesse momento de dificuldade perceber que as outras pessoas estão se preocupando com a nossa situação e estão ajudando”, afirmou o morador José Nelson da Luz.

CAMPANHA AGASALHO  SGT VENTURAAlém das doações já entregues, a família também precisará de auxílio para reconstruir o seu lar. A Seção de Comunicação Social da BAFL disponibiliza sua capilaridade por meio do telefone (48) 3229-5022, a fim de direcionar possíveis interessados em ajudar o casal.

“A mobilização do efetivo foi espontânea e imediata. Ajudar nossos vizinhos é muito gratificante e aproxima cada vez mais a Organização Militar da comunidade”, afirmou o Tenente-Coronel Antonio Ferreira de Lima Júnior, Comandante da BAFL.

Rio de Janeiro - A Campanha do Agasalho aconteceu também no Rio de Janeiro (RJ), em uma parceria do Parque de Material Bélico da Aeronáutica (PAMB-RJ) com o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER). Com o tema, “Aqueça o seu coração! Doe um agasalho!”, foram arrecadadas centenas de peças de agasalhos, cobertores e calçados. “Ver o efetivo envolvido com a necessidade do próximo foi muito bacana. A criação dessa campanha foi uma iniciativa muito boa”, disse o Soldado Pedro Vitor.

  Os itens foram distribuídos na madrugada de sábado (18/06) para a população de rua da Ilha do Governador e do centro da cidade, pelos militares envolvidos na campanha. “Nessa madrugada, deixamos nossas famílias e fomos família de quem não as tem. Muito mais do que aquecer o físico com cobertores, agasalhos e chocolate quente, aquecemos corações”, ressaltou a Sargento Carolina Amado.

Para o Sargento Madson Souza, ações como essa são fundamentais e demonstram a preocupação da Força Aérea Brasileira (FAB) com a responsabilidade social. "Juntando forças conseguimos fazer um País melhor", concluiu.