RIO 2016

Coronel Julio garante vaga olímpica no tiro esportivo

Militar garantiu a última vaga da seleção brasileira durante o evento-teste que aconteceu no Centro Nacional de Tiro Esportivo
Publicado: 26/04/2016 13:48
Imprimir
Fonte: CDA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Gabrielli Dala Vechia

  O Coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) Julio Antonio de Souza e Almeida conquistou, durante o evento-teste do Centro Nacional de Tiro Esportivo, no Rio, a última vaga da seleção brasileira de tiro. Embora a participação do militar tenha finalizado na última semana, ele aguardava a pontuação de outro atleta com quem disputou a vaga, Bruno Lion Heck.

O coronel, que conquistou ouro no Pan-Americano de Toronto e nos Jogos Mundiais Militares, na Coreia, ambos em 2015, compete nas categorias de pistola livre e de pistola de ar. "É uma alegria muito grande conquistar uma vaga olímpica. Agora é trabalhar sério e treinar pesado para ter condições de conquistar uma medalha", afirma.

O treinamento do militar é cotidiano: além da parte técnica, que inclui mais ou menos 200 tiros por dia, também há a preparação física. "Tenho treinado desde o início do ano como se fosse para as Olimpíadas, o que muda agora, que a vaga foi efetivamente conquistada, é o psicológico", explica o Coronel.

Até a participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016, a agenda do atleta está fechada. Em maio, serão 22 dias na Europa para participar de um torneio na República Tcheca e de uma copa do mundo (anualmente, acontecem quatro delas) na Alemanha. Após esse período, o coronel segue para outra copa, dessa vez no Azerbaijão. 

Militares nos Jogos Rio 2016 - A expectativa do Ministério da Defesa é classificar para os Jogos Olímpicos 2016 cerca de 100 atletas militares ligados às Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica). até o momento, de acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro, dos 121 desportistas do Brasil já classificados para as Olimpíadas, 61 são militares, que integram o Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR) - representando 50% do total.