LUTO

Força Aérea Brasileira se despede de herói da Segunda Guerra Mundial

John Buyers, oficial dos Estados Unidos, voou com pilotos brasileiros do 1° Grupo de Aviação de Caça
Publicado: 23/04/2016 18:15
Imprimir
Fonte:
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Humberto Leite

  Um dia após o Dia da Aviação de Caça, data que celebra a participação do 1° Grupo de Aviação de Caça na Segunda Guerra Mundial, a Força Aérea Brasileira (FAB) se despede de John William Buyers. Ele era o último piloto brasileiro veterano do conflito ainda vivo e faleceu na manhã deste sábado (23/4), aos 96 anos, no Hospital de Aeronáutica do Recife (HARF).

A missa de corpo presente acontece na capela da Base Aérea do Recife às 9 horas de segunda-feira (25/4). À tarde, o sepultamento acontecerá em um cemitério familiar em Maceió (AL).

"Mesmo sem ter sido da Força Aérea Brasileira, o Major John Buyers ajudou a escrever a gloriosa história do 1° Grupo de Aviação de Caça nos seus dias de luta na Itália", afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato. "É uma grande perda para o Brasil", completou.

Nascido em Juiz de Fora (MG), mas filho de norte-americanos, John Buyers participou da Segunda Guerra Mundial como militar da Aviação do Exército dos Estados Unidos (USAAF). Por falar português fluentemente, foi designado para atuar como oficial de ligação entre o Comando dos EUA e o 1° Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira, entre 1944 e 1945.

Sua função seria apenas burocrática, mas ele foi voluntário para voar 21 missões de combate a bordo de caças P-47 Thunderbolt. Também pilotou um avião B-25 utilizado em missões de apoio. Após o conflito, já no posto de Major, veio morar no Brasil, onde trabalhou como piloto e também na indústria de cana de açúcar.

Leia a entrevista com John William Buyers publicada na revista Aerovisão em janeiro de 2014: