MEIO AMBIENTE

Centro de Lançamento da Barreira do Inferno ajuda a preservar tartarugas marinhas

Projeto Tamar celebra 25 milhões de tartarugas soltas em 35 anos
Publicado: 28/02/2016 08:00
Imprimir
Fonte: CLBI

  Sessenta filhotes de tartarugas marinhas foram soltos na praia do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), Rio Grande do Norte, na sexta-feira (19/02). A iniciativa foi promovida pelo projeto Tamar para comemorar a marca de 25 milhões de animais protegidos devolvidos a natureza em 35 anos de trabalho. O evento fez parte de uma ação nacional, em que todas as unidades do projeto no Brasil realizaram a soltura dos filhotes.

Norteado pelo enfoque científico e de pesquisa, o CLBI mantém um termo de cooperação com o Projeto TAMAR, por meio da autorização de acesso às praias da unidade militar, onde ocorre a desova e a reprodução das tartarugas, além das atividades de monitoramento e acompanhamento dos indivíduos da espécie Eretmochelys imbricata (tartaruga de pente). O monitoramento é realizado diariamente, no período de dezembro a maio, contando com o trabalho voluntário de servidores do CLBI, sob coordenação dos profissionais do projeto.

Militares e civis da unidade da FAB, acompanhados de parentes e amigos, tiveram contato com os pequenos animais marinhos e assistiram os filhotes em sua caminhada para o mar. “É muito gratificante ver o ciclo da vida se repetindo. Sempre vejo a repercussão dessas ações na mídia e sei que tal fato é resultante do trabalho de conscientização do Projeto TAMAR”, afirmou a servidora civil Cláudia.

 
Faz parte da política do sistema de gestão integrado do CLBI incorporar práticas sustentáveis e atender aos requisitos legais pertinentes, para a melhoria contínua da sua gestão ambiental.

Praia da Barreira do Inferno – O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) realiza atividades de lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais e de coleta e processamento de dados de suas cargas úteis, além de executar os testes, experimentos, pesquisa básica ou aplicada e desenvolvimento tecnológico de interesse da Aeronáutica.
  A unidade está localizada no município de Parnamirim (RN) e abrange uma faixa da praia da Barreira do Inferno restrita ao acesso do público externo, por fazer parte da área de segurança dos lançamentos. Devido à preservação, o local se tornou um importante refúgio de reprodução de tartarugas marinhas.

Segundo o projeto Tamar, a tartaruga de pente (Eretmochelys imbricata) é uma espécie criticamente ameaçada de extinção nacional e internacionalmente e a área da Barreira do Inferno apresenta uma das maiores densidades de desova da espécie no Atlântico Sul.