ENSINO

Cadetes e professores da Academia da Força Aérea recebem acesso à produção científica

Plataforma de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior tem mais de 37 mil títulos
Publicado: 09/02/2016 08:00
Imprimir
Fonte: AFA

Imagine uma biblioteca onde o pesquisador pode ter acesso ao melhor da pesquisa mundial em poucos segundos. Este é o Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), site que os professores e cadetes da Academia da Força Aérea (AFA) utilizarão a partir de 2016.

A biblioteca virtual reúne e disponibiliza à instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Ela conta com um acervo de mais de 37 mil títulos com texto completo, bases referenciais, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

Para os professores da AFA, este é um grande passo para fomentar a pesquisa científica dentro da instituição. “Esta é uma conquista para nós, tanto na área de pesquisa científica, quanto na área de educação. Lá encontramos artigos importantes para aumentarmos nosso nível de conhecimento”, afirma a professora doutora Marina Pelegrine, adjunta da Coordenação de Pesquisa e Produção Científica da AFA.   Divulgação AFA

Segundo a professora, o acesso a este conteúdo além de ser de grande relevância entre os docentes, também será importante para os cadetes. “Depois da abertura desse Portal de Periódicos, nós podemos nos colocar num nível mais elevado no desenvolvimento de nossas pesquisas, para podermos orientar as monografias, e levar isso para a sala de aula”, avalia. Desde 2004, os cadetes da AFA têm formação em duas áreas: Ciências Militares e Administração.

Para os cadetes do terceiro ano, que tem como desafio encontrar artigos e livros com abordagem atual para sua monografia, o acesso ao site contribuirá para um melhor embasamento teórico em suas pesquisas. “Todos os anos os cadetes escolhem os mais variados temas nas áreas de administração, defesa e segurança, física, comunicação, entre outros. Ter uma base para aprofundar o conhecimento teórico é importante para desenvolvermos um trabalho mais relevante”, revela o  Cadete Aviador Juan Santana.