INCORPORAÇÃO

Jovens de nove estados poderão fazer alistamento militar pela internet

Prazo se inicia no dia 1º de janeiro e vai até 30 de junho de 2016
Publicado: 04/01/2016 08:00
Imprimir
Fonte: MINISTÉRIO DA DEFESA

Os jovens brasileiros do sexo masculino que completam 18 anos em 2016 poderão fazer o alistamento militar já a partir do dia 4 de janeiro. Eles devem se apresentar à Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência até 30 de junho de 2016. Caso more no exterior, o cidadão deverá procurar os Consulados ou Embaixadas do Brasil.

Uma novidade para 2016 é que moradores dos Estados do Amapá, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Santa Catarina, além de Sergipe, poderão fazer o alistamento militar também pela internet, no endereço http://www.alistamento.eb.mil.br/.

Em 2015, Sergipe foi a primeira unidade da federação a receber o alistamento pela internet, serviço que, em 2016, será expandido para esse outros oito Estados. A meta é ampliar o alistamento online para outras localidades, de forma gradativa.

Documentos
Os documentos necessários para efetivação do alistamento são certidão de nascimento ou equivalente (carteiras de identidade, de motorista ou de trabalho), comprovante de residência e uma foto 3x4 recente. Após o alistamento, será anotado ou anexado no verso do Certificado de Alistamento Militar (CAM) a data de retorno à JSM, para que o jovem possa tomar conhecimento quanto à apresentação na seleção geral ou à dispensa do Serviço Militar.

O alistamento é obrigatório e, sem ele, o cidadão fica impedido, por exemplo, de tirar passaporte, ingressar no serviço público ou ser matriculado em qualquer instituição de ensino – inclusive universidades. Além disso, está previsto pagamento de multa, que varia de acordo com a quantidade de dias em que o candidato deixou de se alistar.

Todo ano, cerca de dois milhões de jovens fazem o alistamento militar e aproximadamente 200 mil são incorporados às Forças Armadas.

Para saber mais informações sobre o Alistamento Militar, clique aqui.

Veja como é a rotina do soldado da FAB depois da incorporação: