Militares da FAB entram no combate ao Aedes Aegypti em Recife

Publicado: 17/12/2015 19:11
Imprimir
Fonte:

A Força Aérea Brasileira capacitou, nesta quinta-feira (17), 160 militares do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Recife (BINFAE-RF) para atuar no combate ao mosquito Aedes Aegypti.

  Com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, o treinamento ministrado aos militares incluiu palestras sobre a situação epidemiológica da dengue, chikungunya e zika e orientações para evitar a proliferação de criadouros.

Com o aumento do número de casos das doenças causadas pelo mosquito transmissor no Estado, militares da Força Aérea atuarão em coordenação com agentes de saúde, com o objetivo de interromper surtos epidêmicos causados pelos vetores e ampliando o acesso da fiscalização nas residências.

Os soldados do BINFAE-RF serão auxiliares dos agentes de controle de endemias para identificar focos dos mosquitos, aplicar larvicidas em locais de água parada e também orientar a população a respeito dos riscos trazidos pelo Aedes Aegypti.

“O trabalho dos militares em campo será desenvolvido em uma área de abrangência restrita. Cada área de atuação é de responsabilidade de um soldado junto ao agente de saúde. Mas se a população não cooperar, de nada valerá os nossos esforços. A participação das Forças Armadas dá mais credibilidade para nossa equipe visitar o interior das habitações” – ressalta Osvaldo Barbosa da Costa, instrutor do Ministério da Saúde.